quarta-feira, 31 de março de 2010

Capitão plim-plim

PIG: PARTIDO DA IMPRENSA GOLPISTA

quarta-feira, 31 de março de 2010

"Na situação atual, em que os partidos de oposição estão muito fracos, cabe a nós dos jornais exercer o papel dos partidos (da oposição).”
Judith Brito, diretora-superintendente da Empresa Folha da Manhã S.A., que edita a Folha de s. Paulo e presidente da ANJ (Associação Nacional de Jornais), em discurso na Fecomercio, 18/03/2010.

A mídia confessa com todas as letras, eles estão sim fazendo oposição ferrenha ao governo Lula. Eles não são imparciais, eles não tem ética, não tem profissionalismo. Eles fazem parte da elite golpista que quer governar o Brasil!

S.Bernardo vai centralizar atendimento ao munícipe

Por: Paula Cristina (paula@abcdmaior.com.br)

Serviços oferecidos no Poupatempo agora serão solicitados no Paço Municipal


A Secretaria de Administração e Modernização Administrativa de São Bernardo vai implementar até o fim de junho uma central de atendimento ao munícipe, serviço que atualemnte é realizado no Poupatempo. Para construção da central, será gasto R$ 1 milhão, com o objetivo de receber cerca de 50 mil serviços solicitados por mês.

Nesta nova fase, serviços como solicitações administrativas, tributos, pedidos de ações de urbanismo poderão ser realizadas com menos burocracia no Paço. “Teremos um atendimento personalizado para esse tipo de demanda, e estamos trabalhando para avançar a tecnologia dos protocolos para que o serviço seja realizado com a menor burocracia possível”, afirmou o secretário de Administração e Modernização Administrativa, Valter Correia Silva.

Com previsão de entrega no fim de junho, a nova central poderá oferecer aos munícipes prazos para que suas solicitações sejam realizadas. “As pessoas poderão acompanhar o caminho da demanda e saber quando será resolvida”, afirmou.

Outro diferencial entre o atendimento no Poupatempo e no Paço será o estacionamento. “Estamos, desde o ano passado, trabalhando para a implementação de um estacionamento gratuito aos munícipes. Desta forma, diferente de como funciona no Poupatempo, quem vier pedir um serviço não terá de pagar para estacionar o carro”, afirmou.

Os serviços serão prestados pessoalmente, pelo telefone 156, ou via internet, e serão ampliados de 40 para 150 as modalidades eletrônicas de serviço. A nova estrutura contará com 64 atendentes, que participarão de concurso interno para ocupar as vagas. “Vamos utilizar uma política de valorização de quem já está na Prefeitura”, garantiu o secretário.

Para este ano ainda estão previstas a criação de dois novas centrais para o atendimento dos munícipes. “Para que eles (os munícipes) não fiquem transitando, criaremos postos que sejam mais próximo de suas casas”, afirmou Correia. De acordo com os planos da prefeitura, uma central será criado no Rudge Ramos, e outra no Riacho Grande. Para o ano que vem, a idéia é que três novos postos sejam construídos. “Vamos estudar prazos e locais ainda, mas pra 2011 o objetivo é ter mais três postos além dos que já teremos até o fim deste ano."

Rodoanel vai piorar trânsito no ABCD

Por: Camila Galvez (camila@abcdmaior.com.br)

Trecho Sul do Rodoanel será aberto sem as obras complementares, previstas para serem entregues em 60 dias

O trecho Sul do Rodoanel Mário Covas será aberto ao tráfego nesta quinta-feira (01/04). Apesar de representar uma ligação mais fácil com o Litoral e prometer retirar das principais vias da Região Metropolitana de São Paulo 16,5 mil caminhões, a entrega do trecho sem as obras complementares, que só ficarão prontas em cerca de 60 dias, deve complicar o trânsito e criar gargalos nas áreas urbanas das rodovias Anchieta e Imigrantes e, principalmente, na cidade de Mauá.

Para o mestre em Transportes e professor de Engenharia Civil da FEI, Creso de Franco Peixoto, a área mais prejudicada será a interligação da nova rodovia com a Jacu-Pêssego, por meio da avenida Papa João 23, em Mauá. “O objetivo do Rodoanel é criar mobilidade, ou seja, tornar os deslocamentos mais rápidos. Porém, sem a conclusão das obras complementares, a satisfação do motorista com o tempo de viagem terminará quando chegar a Mauá, pois se entrará novamente no trecho urbano e a velocidade será fatalmente reduzida”, explicou.

Peixoto também destacou que a Prefeitura de Mauá e, consequentemente, os moradores da cidade poderão ter de pagar um preço alto pelo excesso de veículos. “Caminhões pesados prejudicam o pavimento, e quem é responsável pela manutenção da cidade é a Administração, que usa os recursos do IPTU pago pelo morador. É preciso que a Dersa (responsável pela obra), em parceria com a cidade, crie caminhos alternativos para minimizar o impacto.”

Em entrevista ao ABCD MAIOR em fevereiro, o secretário de Mobilidade Urbana de Mauá, Renato Moreira dos Santos, afirmou que negociava com a empresa para que as saídas do trecho Sul fossem sinalizadas e indicassem caminhos alternativos à Papa João 23. Um desses caminhos pode ser a avenida dos Estados, mas o engenheiro faz um novo alerta: “A capacidade da via já está saturada”.

A reportagem do ABCD MAIOR levantou ainda, com o auxílio do mapa da Região, que avenidas como a Alberto Soares Sampaio, Presidente Artur da Costa e Silva, ambas em Mauá, e João Ramalho, em Mauá e Santo André, poderão sofrer com o fluxo intenso de veículos.

A Secretaria de Transportes de São Bernardo deve assinar um convênio com a Dersa que garantirá que qualquer interferência no tráfego da cidade causada pelo Rodoanel deverá ter compensações por parte da empresa. A informação é da secretária Patrícia Veras. “Faremos o monitoramento das principais vias após a inauguração.”

Trecho Sul terá cinco praças de pedágio, todas no ABCD

As pistas do trecho Sul do Rodoanel entrarão em operação sem a cobrança de pedágio, que deve ocorrer apenas em 2011. A licitação para escolher a concessionária que vai cobrar a tarifa está em fase de preparação, mas o mapa do complexo viário no site da Dersa (Desenvolvimento Rodoviário S.A.) já informa que haverá cinco praças de pedágio no trecho Sul, nas quatro saídas para a Anchieta e a Imigrantes e no fim da alça Sul. O teto para a cobrança deve ser de R$ 6.

De acordo com informações da Dersa, foram 1.030 dias de obras, que consumiram 348 mil m³ de concreto moldado, 380 mil m³ de areia, 50 mil toneladas de volume de ferro e aço, 540 mil m³ de pedra e 327 mil m³ de asfalto. Foram necessárias também 1.279 desapropriações para executar as intervenções no trecho. Serão entregues nesta terça-feira (30/03) 57 quilômetros (sendo 25 quilômetros no ABCD). As obras complementares (ligação com a avenida Papa João 23, em Mauá), previstas para serem entregues em 60 dias, terão 4,4 km, totalizando 61,4 km de extensão. Foram investidos cerca de R$ 5 bilhões na obra, sendo 1,2 bilhão do governo federal e o restante do governo estadual.

A intenção do Estado com a inauguração do trecho Sul é reduzir em 43% o movimento de caminhões na Marginal Pinheiros e 37% em toda a avenida dos Bandeirantes, inclusive perto do aeroporto de Congonhas, na Capital.

Como forma de compensação ambiental por conta da retirada de 212 hectares de matas para a abertura das pistas, deve ser criado, na Região, o Parque do Riacho Grande, em São Bernardo, além da revitalização de mais de mil hectares do Parque do Pedroso, em Santo André.

Rejeição à gestão Kassab cresce

30 de março de 2010

A avaliação da gestão do prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab (DEM), continua em queda. Kassab tem assistido a rejeição ao seu mandato crescer desde que foi reeleito, no final de 2008.

De acordo com pesquisa Datafolha feita na quinta e na sexta-feira com 1.081 moradores de São Paulo, o percentual de paulistanos que julgam que sua administração é ruim ou péssima é de 34%, maior índice desde agosto de 2007. A rejeição subiu sete pontos percentuais desde dezembro, quando o governo era reprovado por 27% dos moradores da capital.

Já a aprovação ao governo caiu de 39% para 34% desde dezembro e atingiu índices semelhantes ao que ele obtinha no fim de 2007 e começo de 2008, no período pré-eleitoral. Consideram a gestão Kassab regular 30% dos entrevistados; 1% não soube avaliar. A margem de erro da pesquisa é de três pontos percentuais para mais ou para menos

terça-feira, 30 de março de 2010

IMPRESSIONANTE: CREDIBILIDADE DA MÍDIA CAI QUASE 20 PONTOS PERCENTUAIS EM APENAS UM ANO, MOSTRA PESQUISA VOX POPULI/CRIP-UFMG


Charge Bessinha

A credibilidade da mídia despencou em queda livre no último ano. A queda foi de 18 pontos percentuais entre julho de 2008 e julho de 2009, período em que foram feitas duas pesquisas pelo Vox Populi. Em apenas uma ano, 30% dos entrevistados que acreditavam na imparcialidade da mídia deixaram de acreditar.

Os levantamentos foram encomendados pelo Centro de Referência do Interesse Público (Crip) da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Em 2008, 60% dos entrevistados acreditavam em uma mídia imparcial, atualmente esse percentual é de 42%. A percepção de que a mídia é parcial subiu 50%, saltando de 26% para 39%.(veja tabela abaixo)

É difícil imaginar o que causou tamanha queda de credibilidade. Pode ser a crítica da mídia presente blogosfera, pode ser a insistência da mídia em criticar acertos do governo Lula, pode ser o jornalismo de quinta categoria da revista Veja, pode ser a publicação de spam pela Folha de S. Paulo etc.

Pode ser muita coisa. Se o internauta tiver alguma ideia, mande um comentário. Por que será que as pessoas estão deixando de acreditar na mídia?

O fato é que os donos dos grandes meios de comunicação do Brasil devem ficar preocupados. Um candidato a presidente caiu 4% na última pesquisa e chamou uma reunião para analisar.

Talvez seja hora de rever conceitos para a credibilidade não começar a doer no bolso. Caso contrário, terão de bater na porta do quartel, como em 64. Esperamos que a segunda alternativa não seja a mais fácil.

PS: Vale ressaltar que o indivíduo que responte na pesquisa que a mídia é imparcial (termo não aplicado dentro do jornalismo), tem grande propensão a tomar a mídia como confiável e com credibilidade. Diferentemente de quem a considera parcial, ou seja, pelo menos não totalmente confiável.

Fonte: Relatório de pesquisa de opinião pública – Interesse Público e Corrupção – julho/2008 e julho/2009 – Vox Populi e CRIP (link em pdf do Contas Abertas)

A COLOCAÇÃO DA GRANDE MÍDIA SOB SUSPEIÇÃO PODE SER UMA ESTRATÉGIA EFICAZ PARA LULA ELEGER DILMA ROUSSEFF NO PRIMEIRO TURNO

Parte da grande mídia brasileira, atrelada a interesses conservadores e que sustentam a desigualdade cultural, econômica e social do país, fará de tudo para derrubar a candidatura de Dilma Rousseff. O PSDB sozinho parece não ter mais condições de derrotá-la, visto que não tem programa, não tem política e não tem idéias, quiçá utopia para a construção de um país. O grande desafio da minsitra Dilma é vencer a grande mídia, principalmente a ala mais retrógrada, liderada pela Globo e revista Veja.

É bom lembrar que Dilma não é Lula e mesmo com a participação ativa do presidente, todo e qualquer factóide será transformado em escândalo.

A mídia não é contra a ministra Dilma Rousseff como presidenta, mas é a favor do controle econômico e midiático que há 100 anos vem desfrutando e, como resultado, mantendo o Brasil com o título de campeão da desigualdade.

A única alternativa para os partidos progressistas é estabelecer uma estratégica de enfrentamento desde já, mostrando os interesses econômicos e a manipulação da informação, assim como valorizando em campanha publicitária a infinidade de blogs sérios existentes na internet. Lula parece já ter percebido que sem um enfrentamento direto não será possível vencer as eleições (matéria no Vermelho), apesar da ministra hoje ter grandes chances, segundo aponta a trajetória das pesquisas eleitorais. Ao colocar a mídia durante meses sobre suspeição, as manipulações grosseiras poderão ser amortecidas, abrindo caminho para uma consolidação de votos na ministra de forma consistente. E esse papel é, inequivocamente, do presidente Lula, sustentado por sua popularidade.

do: Blog Educação Política

Baixo estoque do Banco de Leite Humano de São Bernardo preocupa HMU

Ana Carolina Martins
da redação

O baixo estoque de leite materno está preocupando a direção do Hospital Municipal Universitário (HMU) de São Bernardo do Campo. Atualmente, o Banco de Leite Humano da unidade possui uma reserva de apenas 100 litros, sendo que o estoque ideal seria de 300 litros, quantidade considerada de segurança, suficiente para garantir o abastecimento por três meses.

Para a coordenadora do Banco de Leite Humano, a baixa no estoque é decorrente da diminuição de doadoras no período de férias. "É uma época em que as mães ficam com os filhos em casa, viajam mais e não têm muito tempo de retirar o leite. A campanha tem que ser constante para salvar a vida dos bebês internados no HMU", disse.

O hospital atende cerca de 70 bebês prematuros por mês que consomem de sete a oito litros de leite por dia. O leite humano diminui a mortalidade neonatal e assegura uma melhor qualidade de vida aos recém-nascidos. Além de ser uma grande fonte de proteínas e calorias, o leite materno possui anticorpos que protegem o bebê contra infecções até os dois anos de vida.

Para a doação ao Banco de Leite Humano, as mães devem produzir leite em excesso e não serem portadoras do vírus HIV ou terem hepatite, sífilis ou rubéola. A coleta do leite é feita pela própria doadora em sua residência e, semanalmente, o hospital vai ao domicílio receber a doação, que pode ser feita o ano inteiro, 24 horas por dia e todos os dias da semana. O material necessário para a coleta do leite é fornecido pelo hospital, como vidro esterilizado, máscara e touca.

Para que o leite não contenha nenhuma impureza, alguns cuidados são necessários. Retirar o leite quando sentir a mama cheia; desprezar o primeiro jato; extrair o leite no copo e colocar no vidro, que deve estar esterilizado; fechar o vidro e colocar no congelador, onde pode ficar armazenado por até 15 dias, com a data do início da coleta.

Antes da liberação para consumo, o HMU realiza um rigoroso controle de qualidade no leite doado. Primeiro, é feita uma avaliação visual para verificar a existência de impurezas. Em seguida, o leite passa por um processo de pasteurização para a eliminação de bactérias e depois é congelado e submetido a um teste de controle microbiológico.

As mães interessadas em doar seu leite podem entrar em contato com o Banco de Leite Humano de São Bernardo pelo telefone 4365-1480, ramal 203. O Hospital Municipal Universitário fica na Avenida Bispo César D’Acorso Filho, 161, Rudge Ramos.

Feira de franquias de São Bernardo deve movimentar cerca de R$ 13 milhões

Alexandre Postigo
da redação

A 1ª São Bernardo do Campo Franchising Business, feira de franquias organizada pela Prefeitura em parceria com a Associação Brasileira de Franchising (ABF), deve movimentar cerca de R$13 milhões em negócios nos próximos dias. A previsão é da ABF, que também espera que pelo menos 150 a 200 novas unidades possam ser criadas a partir do evento, que ocorreu no Pavilhão Vera Cruz dias 26 e 27 de março.

Entre as marcas presentes à feira, que recebeu cerca de 6 mil pessoas, estão as redes Bob’s, Yes Curso de Idiomas, Cartório Postal, Empada Carioca, KFC, Casa do Construtor, Gordão Lanches, D’Pil, Weeze, Casa de Sorvetes Jundiaí, Home Angels, Lavasecco, Frutiquello e Bárbara Strauss, entre outras.

Mais do que uma oportunidade de entrar em contato direto com as redes de franquias, o encontro ofereceu aos visitantes a chance de participarem de palestras, fóruns de discussão e cursos gratuitos nos dois dias.

Durante a abertura da feira, o prefeito agradeceu a parceria da ABF e enfatizou a importância das franquias, devido à necessidade do fortalecimento do setor de serviços, não só para os shoppings centers, como para os grandes bairros. "É preciso estar de olho para que os investimentos sejam distribuídos pela cidade, gerando desenvolvimento para toda a região", destacou.

Para o chefe do Executivo, além de concentrar um parque industrial muito importante, São Bernardo tem também grande vocação para o setor de serviços, apesar de ainda carecer de investimentos nessa área. "Há 20 anos, praticamente todo o consumo da cidade se dirigia à capital, mas nos últimos tempos essa realidade vem mudando e cada vez mais vemos a necessidade de atrair novas marcas de franquias para a região", aponta.

O presidente da ABF, Ricardo Bomeny, parabenizou a iniciativa do prefeito em trazer a feira para a cidade. "Esse é um grande passo que a Prefeitura está dando em prol do desenvolvimento da economia da região", ressaltou. Para o presidente, a medida tem ainda mais importância quando se considera o crescimento que o segmento tem tido: o franchising faturou R$ 63 bilhões no Brasil em 2009, e segundo ele, pretende continuar crescendo, chegando a 16% em 2010.

Cadastro – De acordo a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Turismo, cerca de 200 empresários foram cadastrados pelas redes de franquias para, possivelmente, fechar negócio, número que comprova o sucesso da feira. O secretário da Pasta falou sobre a importância do evento para a cidade. "A feira trouxe oportunidade aos empreendedores da cidade em conhecer melhor o sistema de franquias, importante para organizar e melhorar ainda mais a qualidade do comércio da cidade. A geração de novos negócios e de novos postos de trabalho é outra consequência benéfica do evento", afirmou.

Anvisa encontra irregularidades graves em todas as empresas de agrotóxicos fiscalizadas desde 2009

do: http://www.diarioregional.com.br

Em junho de 2009 a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) começou a fiscalizar as empresas de agrotóxicos que atuam no mercado brasileiro, o maior consumidor mundial desses produtos. O resultado das operações feitas de surpresa com o apoio da Polícia Federal traz preocupação. Nas seis companhias vistoriadas, os agentes encontraram irregularidades.

Segundo o diretor da Anvisa, José Agenor Álvares, foram constatados problemas desde as formulações dos agrotóxicos, que estavam fora do padrão autorizado pelo governo, até o uso de produtos com prazo de fabricação vencido. Ao todo, 9 milhões de litros de agrotóxicos foram interditados.

“Isto é grave. As empresas tinham autorização para fabricar um tipo de componente, modificavam esses componentes e não informavam ao governo. Havia produtos acondicionados totalmente fora dos padrões usuais e das recomendações, trazendo perigo aos habitantes próximos à fábrica e a seus funcionários”, afirmou.

Álvares defende uma legislação mais rigorosa que iniba esse tipo de irregularidade. “Você acha que uma empresa que tem a matriz na Europa comete lá essas irregularidades que constatamos aqui? Em hipótese nenhuma, porque lá a legislação é rigorosa”, disse.

Na avaliação do diretor da Anvisa, a principal vítima desse tipo de problema é o trabalhador rural, que não sabe com o que está trabalhando, pois a toxidade do produto pode ser bem maior que a indicada no rótulo. De acordo com dados da Fiocruz, em 2007, quando foi realizado o último levantamento, 3.306 pessoas foram intoxicadas com agrotóxicos, e 23 morreram. Os mananciais de rios também podem ser contaminados, causando sérios impactos ambientais.

As empresas fiscalizadas foram autuadas administrativamente, e a primeira multa foi emitida este mês, no valor de R$ 2,375 milhões, contra a Milenia Agrociências, filial do grupo israelense Makhteshim Agan. Numa fiscalização realizada no ano passado, foram encontrados 2,5 milhões de litros de agrotóxicos adulterados nas fábricas da empresa em Londrina (PR) e Taquari (RS).

Mais cinco processos, segundo o diretor da Anvisa, estão em curso. Em outra frente, existe um cronograma de fiscalizações que será seguido. “Isso agora virou uma rotina”, afirmou.

País terá 3,8 mil novas ambulâncias até o fim do ano

do: http://www.diarioregional.com.br

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva manteve ontem (29) o compromisso de entregar 3,8 mil ambulâncias até o final deste ano. Os veículos, segundo ele, vão beneficiar 165 milhões de pessoas em 4 mil municípios. Atualmente, 1.234 cidades contam com o serviço, que atende 130 milhões de pessoas.

“Algumas [ambulâncias] vão estar tão bem equipadas que, se um cidadão passar mal, o primeiro exame, por exemplo, cardíaco, será feito na ambulância e será passado diretamente para um hospital especialista para dar um diagnóstico imediatamente. Isso vai salvar muitas vidas no Brasil”, disse, em seu programa semanal de rádio Café com o Presidente.

Na semana passada, 650 veículos foram entregues. O custo, de acordo com o Ministério da Saúde, foi de R$ 75,8 milhões. Segundo a pasta, estados e municípios vão receber R$ 97,5 milhões por ano para a manutenção do serviço. Atualmente, 1.488 ambulâncias estão em uso em todo o país.

Lula lembrou que as ambulâncias vão se somar a 500 unidades de pronto-atendimento (Upas) também prometidas pelo governo federal. A expectativa é que o atendiemento seja feito 24 horas por dias com leito hospitalar garantido. “Vamos aperfeiçoar e muito o sistema de atendimento ao povo brasileiro”, afirmou o presidente.

Região faz seminário sobre exploração sexual de crianças

Por: Redação ABCD Maior

Evento integra o Projeto Laços de Proteção do Consórcio Intermunicipal

Será realizado nesta terça-feira (30/03) o Seminário Regional sobre Conquistas e Desafios na Prevenção à Violência Sexual contra Crianças e Adolescentes. O evento terá início às 9h no auditório das Faculdades Integradas Coração de Jesus (rua Xavier de Toledo, 243, Centro de Santo André).

O objetivo do seminário é apresentar aos gestores e atores das redes de proteção da infância e adolescência dos sete municípios os resultados das ações e apresentar os projetos elaborados pelos participantes das capacitações, que precisarão do apoio dos gestores para serem efetivamente implantados em cada uma das sete cidades do ABCD.

O Consórcio Intermunicipal assinou em maio de 2009 a parceria com o Instituto WCF Brasil (World Childhood Foundation) para o desenvolvimento de ações articuladas em Rede, voltadas para a prevenção e atenção integral às situações de violências, extra-familiar e à exploração sexual comercial de crianças e adolescentes da região. O convênio foi formalizado por intermédio do Grupo de Trabalho Movimento Criança Prioridade 1 do Consórcio e o Seminário Regional ‘Enfrentamento à Violência Sexual contra Crianças e Adolescentes’ é a última ação do projeto denominado Laços de Proteção.

segunda-feira, 29 de março de 2010

Serra tem 11% de ruim+péssimo. E 28% o rejeitam?

segunda-feira, 29 março, 2010 às 13:44
do:http://www.tijolaco.com/

Cada fornada de números que o Datafolha vai soltando vai deixando a sua pesquisa com a consistência de um pudim. Hoje sai o índice de aprovação do Governo José Serra: 55% aprovação (ótimo e bom), 32% de regular e 11% na soma de ruim e péssimo. Tudo bem, pode ser e pode não ser. Mas na mesma pesquisa se apura que nada menos que 28% dos entrevistados diz que rejeitaria qualquer candidato apoiado por ele. O contrário, os que dizem que com certeza votariam em alguém indicado por Serra somam apenas 22%. Ou seja, menos da metade (40%) dos que o consideram bom e ótimo dão a seu candidato apoio incondicional.

Lula tem 76% de aprovação, ma mesma pesquisa e a disposição de 40% dos eleitores de votar com certeza em alguém apoiado por ele. O contrário, segundo o Datafolha, é que 23% não votariam de jeito nenhum. Lula, portanto, tem aopoio incondicional para indicar candidato de 52, 6% dos que avaliam positivamente seu Governo.

E os analistas de pesquisa ainda têm duvida de quem tem mais facilidade em transferir votos?

Ah, um detalhe: se conseguisse traduzir em votos todos os 55% de aprovação que tem e a campanha se polarizar de forma a Dilma a receber os votos dos que tem rejeição completa a Serra, o tucano perdeu a eleição. A “frente” de 27% dos votos paulistas representa 8 milhões de votos. Na eleição de 2006, no primeiro turno, Alckimn ganhou por quatro milhões de votos em São Paulo e perdeu por sete milhões no total nacional.

E Lula tinha 51% de popularidade, não os 76% que tem hoje.

PAC 2: Minha Casa, Minha Vida prevê 2 milhões de casas até 2014

29 de março de 2010

Considerado um dos programas-chave o Minha Casa Minha Vida terá recursos ampliados e contará com R$ 71,7 bilhões para investimentos no período de 2011 a 2014. A perspectiva é de contratação para a construção de 2 milhões de casas, sendo 60% para famílias com renda de até R$ 1.395 (três salários mínimos vigentes em 2009). Os dados constam da previsão preliminar do governo ao lançar nesta segunda-feira a segunda fase do programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2).

O detalhamento do programa habitacional, informa o Comitê Gestor do PAC, "será discutido com os setores envolvidos, empresários e movimentos sociais".

Além do Minha Casa Minha Vida, o governo também anunciou, independentemente de quem será o gestor a partir de de 2011, investimentos de R$ 176 bilhões no setor por meio do Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo (SBPE) e mais R$ 30,5 bilhões para urbanização de assentamentos precários, com foco, entre outros, em obras de regularização fundiária, transformação de favelas em bairros populares.

A previsão de investimentos em habitação do PAC 1, conforme o Comitê Gestor do programa, era de R$ 156,6 bilhões entre 2007 e 2010.

O PAC 2 também prevê a construção de quase 2,9 mil postos de polícia comunitária, com investimento de R$ 1,6 bilhão na compra e construção de postos com serviço de monitoramento e carros para ronda.

No total, a segunda edição do PAC prevê investimentos de R$ 958,9 bilhões entre 2011 e 2014. Para os quatro anos seguintes, a estimativa de investimentos é de R$ 631,6 bilhões.

domingo, 28 de março de 2010

E se a Isabela Nardoni fosse negra e morasse na favela?

O entrevistador

"Sou entrevistador do Datafolha há algum tempo e desta vez percebi que a manipulação das entrevistas foi descarada, não podia deixar de denunciar.

Participei do trabalho de entrevistas desta pesquisa divulgada hoje que coloca o José Serra na frente da Dilma com 9 pontos.

Posso garantir que sempre são realizadas entrevistas em maior número nos bairros onde vivem as pessoas mais ricas, desta vez então foram realizadas entrevistas nestes bairros em maior número ainda e em fichas em branco no local onde é anotada a região onde a entrevista foi realizada.

Eu e outros pesquisadores já percebemos isto a muito tempo mas agora foi demais, isto deve estar acontecendo em outros locais do Brasil. Não podíamos deixar de denunciar, esta pesquisa foi manipulada, pode acreditar, a Dilma já esta até na frente do Serra, pois, nos bairros mais pobres de São Paulo ela esta bem mais na frente, é que a coordenação da pesquisa mandou fazer mais pesquisas onde mora menos gente e as pessoas são mais ricas.

Estamos denunciando isto porque é uma vergonha, a folha e a Globo querem fazer o povo brasileiro de tontos, chega."

http://www.paulohenriqueamorim.com.br

Mulheres têm poder para fazer justiça, diz Marta

27/03/2010 - CONGRESSO DE MULHERES METALÚRGICAS

Por: Rodrigo Bruder (rodrigo@abcdmaior.com.br)

Ex-prefeita de São Paulo participou do encerramento do 2° Congresso das Mulheres Metalúrgicas do ABC e destacou a força feminina

A ex-prefeita de São Paulo, Marta Suplicy (PT), disse neste sábado (27/03), durante o 2° Congresso das Mulheres Metalúrgicas do ABC, que a paulatina participação feminina nas tomadas de decisão está mudando a relação de trabalho e o modo de se fazer política no país. “Estamos chegando no poder mais femininas, porque é o que nós temos de diferença para fazermos justiça”, exclamou ela, respaldando-se em lideranças mundiais como as presidentes Angela Merkel (Alemanha) e Cristina Kirchner (Argentina).

Embora o público feminino tenha conquistado espaço no mercado de trabalho e na política, sua representatividade no Brasil ainda é pífia. A ex-prefeita lembrou que no âmbito do poder Legislativo, por exemplo, apenas 8% das mulheres conquistaram cargos eletivos, colocando o País para baixo no ranking de cotas da América Latina. Na Argentina, por exemplo, as mulhores têm representação no Parlamento de 35%.

Outra incoerência, acrescentou Marta, pode ser vista nas fábricas. Estima-se que desde a década de 1980 a participação feminina nas empresas metalúrgicas não passou de 14%. “Mas mesmo assim são as mulheres metalúrgicas que têm a melhor remuneração, mas ainda há diferenças entre os homens”, disse. Na Região, a média salarial das mulheres nas fábricas gira em torno de R$ 2,3 mil. Ainda segundo a ex-prefeita, a mulher do século 21 terá de superar desafios factuais como a busca do equilíbrio salarial e maior participação no mercado de trabalho para avançar em questões de ordem pessoal. “A relação de trabalho vai mudar. Com 50 anos de idade não vamos ter de trabalhar tanto como agora. Vamos batalhar por mais qualidade de vida e alegria. Hoje a última coisa que sobra para uma mulher é tempo”, acrescentou.

O Congresso teve início na última quinta-feira, e contou com a presença do presidente Luiz Inácio Lula da Silva e da ministra-chefe da Casa Civil e pré-candidata à sucessão presidencial, Dilma Rousseff. Na ocasião, ambos destacaram alguns projetos direcionados ao público feminino que devem integrar ações de governo. Entre eles, a inclusão da construção de creches no lançamento do PAC 2 (Programa de Aceleração do Crescimento). Além disso, o presidente do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, Sérgio Nobre, destacou que duas empresas da Região (Toledo e Uniforja) assinaram a ampliação da licença maternidade para 180 dias, como pleiteiam as mulheres metalúrgicas.

Uma resolução contendo as principais reivindicações da categoria foi votada neste sábado (encerramento do evento), e foi definido um encontro anual entre as mulheres para se discutir os progressos. “Queremos ampliar a participação das empresas na licença maternidade de 180 dias, e dobrar a participação as mulheres no mercado de trabalho. A cada ano vamos fazer uma avaliação para vermos se estamos avançando nessas metas”, observou Sérgio Nobre.

Eleições - A ex-prefeita de São Paulo, Marta Suplicy, aproveitou o ato para conclamar a vitória de Dilma nas urnas. “Nós elegemos o primeiro operário para presidente do País e vai ser ele quem vai ajudar a elegermos a primeira mulher presidenta do Brasil”, vaticinou. Bastante indagada pela plateia sobre as chances de esse cenário se concretizar, Marta lembrou que no começo havia até rejeição de uma ala do PT ao nome da ministra para encabeçar a chapa, mas isso foi mudado com a capacidade técnica da pré-candidata. “O Lula percebeu que a Dilma é muito boa. Ela ajudou a fazer os grande projetos (Minha Casa, Minha Vida, pré-sal). Mas é difícil colocar uma pessoa que nunca disputou uma eleição debaixo do braço e levar. No começo o PT tomou um susto, agora está unido e não é à toa que ela (Dilma) está subindo nas pesquisas”, comentou Marta Suplicy, que deve disputar uma vaga no Senado, já que o senador Aloizio Mercadante está cotado para disputar o governo de São Paulo.

A democracia do Serra

Lula com 96% de aprovação! Chora tucanada!


Pesquisa Datafolha divulgada na edição deste domingo pela Folha de S. Paulo aponta que o Presidente Lula, teve sua melhor avaliação desde que assumiu o cargo em 2003. Segundo pesquisa feita nos dias 25 e 26 de março com 4.158 eleitores, 76% da população consideram o governo ótimo ou bom, e 4% o consideram ruim ou péssimo. 20% dos eleitores que consideram seu governo regular e 1% os que não souberam avaliar.

A aprovação de Lula também é a melhor de um Presidente desde que o instituto de pesquisa começou a apurar os dados dos governantes, em 1990. Ainda segundo a pesquisa, as famílias com renda superior a dez salários mínimos (R$ 5,1 mil) foram responsáveis pelo maior salto na avaliação de Lula, passando de 56% para 68%. A avalição do Presidente também avançou entre as pessoas com mais de 60 anos (de 67% para 73%), entre as mulheres (de 71% para 75) e entre os brasileiros com ensino superior (de 65% para 70%). No Sul e Sudeste, 69% das pessoas consideram o governo ótimo ou bom, e no Nordeste, o percentual atinge 87%.

sábado, 27 de março de 2010

Greve dos professores: as imagens que vc não verá na TV





Serra: aprenda com este professor


O professor que levou gás pimenta no rosto, foi agredido com balas de borracha, foi o mesmo que carregou nos braços policial que passou mal devido a grande quantidade de gás pimenta e bombas de efeito moral, jogado pelos colegas policiais, durante protesto dos professores em greve.

"Muito ainda se falará dessa foto de Clayton de Souza, da Agência Estado, por tudo que ela significa e dignifica, apesar do imenso paradoxo que encerra. A insolvência moral da política paulista gerou esse instantâneo estupendo, repleto de um simbolismo extremamente caro à natureza humana, cheio de amor e dor. Este professor que carrega o PM ferido é um quadro da arte absurda em que se transformou um governo sustentado artificialmente pela mídia e por coronéis do capital. É um mural multifacetado de significados, tudo resumido numa imagem inesquecível eternizada por um fotojornalista num momento solitário de glória. Ao desprezar o movimento grevista dos professores, ao debochar dos movimentos sociais e autorizar sua polícia a descer o cacete no corpo docente, José Serra conseguiu produzir, ao mesmo tempo, uma obra prima fotográfica, uma elegia à solidariedade humana e uma peça de campanha para Dilma Rousseff.

Inesquecível, Serra, inesquecível."


do: Leandro Fortes

A democracia segundo os tucanos

quinta-feira, 25 de março de 2010

Imagens que falam por sí


é isso que dá ficar perto de vampiros

Comício de bacana x festa do povão

quinta-feira, 25 março, 2010 às 19:37 - do:http://www.tijolaco.com/

Duas notícias bem simbólicas do que está se passando hoje no Brasil.


A primeira:

Dilma estava ao seu lado no palanque do evento. Nesse momento, os aproximadamente mil moradores da periferia da cidade, administrada pelo PT, começaram a gritar, “Dilma, Dilma”. E Lula brincou: – Assim, vão me multar outra vez – disse Lula, em referência à multa de R$ 5 mil q ue recebeu do Tribunal Superior Eleitoral por propaganda antecipada para a ministra. O presidente perguntou quem iria pagar a multa no seu lugar. E os moradores da região, da Vila Vicentina, em Osasco, levantaram a mão, como se dissessem que eles pagariam a multa. (O Globo)

A segunda:

Na expectativa do lançamento da candidatura do governador José Serra à Presidência da República, PSDB, DEM e PPS reuniram-se nesta quarta-feira para acertar detalhes dos preparativos da festa marcada para o próximo dia 10. A ideia é promover um evento fora dos padrões tradicionais da política brasileira, sem palanque ou militância paga, com pouquíssimos oradores e público representativo. A princípio, estão previstos discursos apenas dos presidentes do três partidos de oposição e do candidato, deixando de fora estrelas tucanas como o ex-presidente Fernando Henrique.
(O Globo, também)

Precisa mais que isso para saber quem é quem?

Tucano se borrando todo: Serra 32 x Dilma 30%

25/03/2010

JÁ ESTAMOS COM EMPATE TÉCNICO

Ciro Gomes encomendou uma pesquisa ao instituto Vox Populi que ficou pronta ontem. Pelos resultados entregues a Ciro da pesquisa não registrada no TSE, ele estaria com 13% das intenções de voto. José Serra lidera com 32% e Dilma segue em seus calcanhares, com 30%.

Tem Algo estranho acontecendo

"Polícia de Serra usa gás pimenta, cassetetes e prende professores que protestavam contra o governador tucano, em um de seus passeios eleitorais pela periferia de SP. Uma jornalista foi agredida pela PM.No palanque, membros da comitiva foram atingidos pelo gás ; assessores tossiam e esfregavam os olhos de forma constrangedora. Serra foi vaiado durante o discurso; saiu do evento sem dar entrevista. É a segunda vez em uma semana que o candidato da coalizão demotucana enfrenta protestos quando tenta sair às ruas da capital para fazer campanha. No dia 17 foi vaiado e seu carro levou ovos. No dia seguinte ele pensou melhor e não compareceu a um evento para evitar manifestantes. O professorado paulista está em greve há três semanas por melhores salários e não é recebido pelo governo que se recusa a negociar. Categoria tem protesto marcado para esta sexta-feira, dia 26, no Palácio dos Bandeirantes, sede do governo tucano."

(Carta Maior, com agências; 24-03)

São Bernardo reforça Saúde com duas motolâncias e mais duas ambulâncias

Publicação:24/3/2010
Vanessa Oliveira
da redação


SAMU
O secretário de Saúde de São Bernardo do Campo anunciou nesta quarta-feira (24/3) o recebimento de duas novas ambulâncias do Serviço Móvel de Urgência e Emergência (SAMU) e da entrada em operação de duas motolâncias do Ministério da Saúde. Os veículos se destinam aos atendimentos de urgência e emergência do sistema público de saúde. Depois da capital paulista, São Bernardo do Campo é a primeira cidade do Estado a contar com as motolâncias em operação.

Uma das ambulâncias ficará na base da UPA da Vila São Pedro, que agora passará a contar com duas ambulâncias, e a outra será destinada à Unidade de Pronto Atendimento que será construída no Batistini/Demarchi.

As motolâncias são equipadas com desfibrilador automático para vítimas de parada cardíaca, torpedo de oxigênio com máscara, colar cervical e talas de imobilização, entre outros materiais de primeiros socorros. Os veículos já estavam em fase de testes desde o dia 17, mas só começaram a circular oficialmente nesta quarta-feira.

O secretário de Saúde explica que as ambulâncias já foram adquiridas pelo Ministério da Saúde, e no máximo em 10 dias devem ser entregues ao município. "Além dessas ambulâncias de suporte básico, estamos pleiteando junto ao Ministério da Saúde mais uma de suporte avançado (equipada com Unidade de Terapia Intensiva - UTI), e ainda uma ambulancha – ambulância lancha – para reforçar o atendimento de urgência e emergência para os moradores da região do pós-balsa, no entorno da Represa Billings", comentou.

Com os novos veículos, a frota do SAMU agora conta com 11 ambulâncias de suporte básico, duas de suporte avançado e duas motolâncias. Técnicos de enfermagem foram treinados para pilotar as motocicletas, prestar o primeiro atendimento e preparar o paciente para remoção, quando necessário.

Agilidade no atendimento - Os novos veículos devem reduzir o tempo de atendimento pela metade, passando de seis para até três minutos, dependendo do local do acidente. As motolâncias podem transitar com mais rapidez pelos congestionamentos, além de permitirem o atendimento em pontos mais distantes da cidade como o Bairro Santa Cruz, que fica após a balsa no Riacho Grande.

Além da Central de Regulação Médica de Urgência do SAMU, que funciona ao lado do Pronto Socorro Central, as mudanças no sistema seguem com a descentralização do atendimento de urgência e emergência. A Secretaria de Saúde criou bases avançadas nos prontos-socorros Alvarenga, Baeta Neves, Riacho Grande e Jardim Paulicéia.

Haverá ainda uma ambulância UTI que ficará na unidade do Corpo de Bombeiros do Jardim do Mar e uma unidade móvel de suporte básico que permanecerá no posto dos bombeiros no Jardim do Tanque, atendendo os bairros Vila São Pedro, Ferrazópolis e Jardim Silvina. "Outro passo será a implantação de bases avançadas em todas as UPAs do município. Hoje a cidade conta apenas com a UPA da Vila São Pedro, e mais oito serão construídas até o final da gestão", acrescenta o secretário.

Marinho discute preservação da Billings na Metodista

Por: Redação ABCD Maior

Evento apresentou propostas ambientais do Movimento Billings Que te Quero Viva


Prefeito fala no debate realizado na Metodista. Foto: Divulgação

O prefeito de São Bernardo, Luiz Marinho, participou na noite desta terça-feira (23/03), na Universidade Metodista, da apresentação dos projetos do Movimento Billings Que te Quero Viva, sobre a recuperação do patrimônio ambiental representado pela represa. O evento, que contou com a presença de alunos e professores da universidade, acontece no mesmo momento em que a Billings comemora 85 anos de existência.

Com o passar do tempo, o reservatório vem sofrendo com a ocupação irregular, poluição proveniente do lançamento de esgoto in natura nas suas águas, assoreamento e erosão de suas margens. Um dos problemas mais graves apontado no encontro é a diminuição de sua capacidade de armazenamento de água, em torno de 20%.

O Movimento Billings conta com a participação de aproximadamente 150 pessoas entre representantes do poder público, sociedade civil e universidades, para formular projetos voltados ao desenvolvimento sustentável da represa. Entre os projetos apresentados no evento, e que posteriormente serão encaminhados para o poder público, está o apoio à criação e comércio de peixes, o que significaria renda extra para os pescadores que hoje atuam na região; plantio e recuperação da mata ciliar, cuja falta acarreta o assoreamento do reservatório e a erosão das margens; capacitação dos pescadores tradicionais para que se tornem agentes ambientais e ajudem a preservar o meio ambiente; otimização da capacidade das estações de tratamento de esgoto presentes na região.

Marinho elogiou a qualidade das propostas apresentadas pelo movimento e apontou a necessidade das autoridades públicas de dialogar com as sugestões. O prefeito também apontou como a Administração tem atuado para encaminhar soluções para a questão ambiental no município. “Tenho recomendado a todo o meu governo que a discussão ambiental não é de responsabilidade da Secretaria de Gestão Ambiental apenas, mas de todos os integrantes do governo, de todas as secretarias”, afirmou. Para Marinho, um bom exemplo desse tipo de postura são os projetos habitacionais, voltados também para as famílias que ocupam irregularmente áreas de preservação e que podem ser recuperadas com a retirada das famílias.

O aproveitamento de lixões hoje existentes no município para passar a gerar energia foi outra solução apontada pelo chefe do Executivo para problemas ambientais. “Nós pagamos para depositar lixo em aterro, o que gera demanda ambiental. É preciso que lancemos mão de novas tecnologias para a produção de energia a partir do lixo e sua coleta responsável. Isso nós vamos fazer em São Bernardo”, afirmou, completando que a previsão é que em 2012 essa usina já esteja implementada.

No lançamento de Serra, PSDB decide "esconder" FHC


Ex-presidente fica fora da lista de oradores de evento marcado para 10 de abril
Tucano minimiza encontro com Joaquim Roriz (PSC) e diz ter sido procurado pelo ex-governador do DF, que desmentiu a informação
NOELI MENEZES
FERNANDA ODILLA
DA SUCURSAL DE BRASÍLIA
PATRÍCIA GOMES
DA REPORTAGEM LOCAL

O PSDB deixou o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso de fora da lista de oradores do evento de lançamento da pré-candidatura de José Serra à Presidência da República.
O presidente do PSDB, Sérgio Guerra (PE), afirmou ontem que, no encontro no dia 10 de abril, só discursarão ele, o pré-candidato Serra, os presidentes do DEM, Rodrigo Maia (RJ), e do PPS, Roberto Freire (PE), e "talvez uma mulher".

Ao ser indagado se FHC falaria no encontro, Guerra respondeu: "Esquece o Fernando Henrique. Você está parecendo a [ministra e pré-candidata do PT a presidente] Dilma Rousseff falando do FHC".

O PSDB não confirmou a presença do ex-presidente. O senador Arthur Virgílio (AM) defendeu a ida de FHC, ainda que não faça discurso, pela "figura que representa".
A oposição quer reunir cerca de 3.000 pessoas no Centro de Eventos Brasil 21, em Brasília, das 9h às 13h, no dia 10.

Roriz
FHC minimizou ontem a importância do encontro ocorrido entre ele e o ex-governador do Distrito Federal Joaquim Roriz (PSC) na última segunda-feira.

O ex-presidente afirmou que o ex-governador "bateu na porta de sua casa" e que ele não poderia ter deixado de recebê-lo.

"Ele foi até a minha casa dizer que era candidato", disse o tucano sobre a intenção do colega, sem mencionar o apoio manifestado pelo ex-governador à candidatura de Serra ao Planalto.

Roriz (PSC) desmentiu o ex-presidente. Em nota, disse que foi procurado pelo PSDB, que lhe ofereceu a legenda para uma aliança na capital federal.

Em resposta às críticas dos tucanos, que reagiram com irritação ao encontro entre ele e FHC, Roriz disse que "jamais procurou ninguém".

O encontro causou mal-estar na cúpula do PSDB porque o nome de Roriz, que lidera as pesquisas para o governo do Distrito Federal, é apontado pela Polícia Federal como possível próximo alvo da Operação Caixa de Pandora.

Vixe!!! É verdade mesmo o PSDB vai esconder o FHC. Serra não vai falar que foi ministro de FHC?? Hilário!
do:http://dilma13.blogspot.com/

quarta-feira, 24 de março de 2010

Nem morta !!!!!!!

Fim de feira: PM bate em professor na frente de Serra


Saiu no Globo:

PM e professores em greve entram em confronto durante inauguração de obra pelo governador José Serra

from O GLOBO » País

FRANCO DA ROCHA (SP) – Policiais militares e um grupo de cerca de 30 manifestantes entraram em confronto no início desta tarde durante a inauguração do Centro de Atenção Integrada à Saúde Mental (Caism), que funciona no antigo Hospital do Juquery, em Franco da Rocha, na Grande São Paulo.

do: http://www.paulohenriqueamorim.com.br/

Folha publica mentiras em massa: 4 ministérios e 1 secretaria desmentem

A Folha de José Serra (Jornal Folha de São Paulo), dessa vez bateu seu próprio recorde.

Publicou tantas mentiras em uma matéria só que recebeu desmentidos de 4 ministérios e de 1 secretaria estadual.

Trata-se da manchete de capa, em sua edição de domingo (21/3), com ampla reportagem sobre obras inauguradas pelo presidente Lula que não estariam em pleno funcionamento. Mas a Folha publicou diversas mentiras ao não ouvir os ministérios responsáveis pelas referidas obras.

Do Blog do Planalto:


É impressionante a implicância de alguns com o PAC, desde que foi lançado. Primeiro diziam que o PAC era uma obra de ficção. Quando foram apresentados os projetos, disseram que o governo não conseguia tirar as obras do papel. Quando foram removidos os obstáculos, apontaram a baixa execução orçamentária. Quando os recursos foram liberados e os empregos na construção civil cresceram de forma impressionante, questionaram atrasos no cronograma. Quando as fases concluídas das obras são entregues para beneficiar a população com creches e escolas, casas e apartamentos, barragens e estações de tratamento de água, estradas e ferrovias, estações de metrô e centros esportivos, reclamam que ainda está faltando alguma coisa para terminar. E quando terminar outras estarão começando, porque o PAC é o motor do crescimento deste país e não pode parar.

O Blog do Planalto reúne neste post as respostas dos ministérios da Integração Nacional, Ciência e Tecnologia, Educação e Cidades, além da Secretaria Municipal de Saúde do Rio de Janeiro, enviadas ao jornal nesta segunda-feira (22/3), explicando a real situação das obras citadas na reportagem.

RESPOSTA DO MINISTÉRIO DA INTEGRAÇÃO NACIONAL


A propósito de matéria publicada pelo jornal FOLHA DE SÃO PAULO na edição deste domingo, dia 21, LULA INAUGURA OBRAS QUE VOLTAM A SER CANTEIROS, o Ministro da Integração Nacional, Geddel Vieira Lima esclarece o seguinte:
O senhor Presidente da República, a convite do Ministério da Integração Nacional, foi inaugurar e Setúbal, Minas Gerais, uma obra absolutamente concluída. O governo do estado de Minas Gerais ainda não pode emitir a documentação de operacionalização porque aguarda que o nível das águas do reservatório alcance a cota de operação.
Até os críticos mais ácidos admitem que o presidente Lula tem feito muito por este País, mas ainda não conseguiu fazer chover.
Geddel Vieira Lima, Ministro da Integração Nacional
Para ler a nota técnica sobre a situação de execução da Barragem Setúbal (MG), clique aqui. A nota técnica sobre a Barragem Ribeirão João Leite (GO) pode ser lida aqui, aqui e aqui.

RESPOSTA DO MINISTÉRIO DAS CIDADES


Brasília, 22 de março de 2010.
À seção Painel do Leitor:
Em relação à matéria Após inaugurações, obras de Lula voltam a ser canteiros (Brasil, 21/3), o ministério das Cidades informa que cada uma das intervenções de urbanização nos complexos do Alemão, de Manguinhos e do Cantagalo, assim como nas comunidades da Rocinha e Juliano Moreira compreende diferentes obras, com cronogramas diferenciados. À medida que são concluídas e podem trazer benefícios imediatos à população, essas obras são entregues aos beneficiários.
Para ler a resposta na íntegra, clique aqui.

RESPOSTAS DO MINISTÉRIO DA CIÊNCIA E TECNOLOGIA


Sobre a CEITEC
Em resposta à matéria publicada na Folha de São Paulo, edição de ontem (21/03/2010): “Governo diz receber dado impreciso de obras”, a Assessoria de Comunicação do CEITEC S.A esclarece que, por ocasião de sua inauguração pelo Presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em 05 de fevereiro deste ano a unidade fabril da CEITEC S.A. estava totalmente concluída e equipada. Construída de acordo os padrões internacionais, a fábrica da CEITEC já iniciou a produção de chips, se habilita para receber, em breve, todas as certificações obtidas pelas grande empresas mundiais nesse setor.
Para ler a íntegra desta resposta, clique aqui.
Sobre o Laboratório Nacional de Ciência e Tecnologia do Bioetanol (CTBE)
Em resposta à matéria publicada na Folha de São Paulo, edição de ontem (21/03/2010): “Governo diz receber dado impreciso de obras”, a Assessoria de Comunicação do Laboratório Nacional de Ciência e Tecnologia do Bioetanol (CTBE) esclarece que, ao ser inaugurado pelo presidente Luiz Inácio da Silva, em 22 de janeiro de 2010, o prédio do Laboratório Nacional estava concluído e equipado.
As dependências do Laboratório Nacional foram apresentadas à imprensa, inclusive com demonstrações de pesquisadores, durante coletiva realizada na véspera da inauguração (21/01) da qual a própria Folha de São Paulo participou, por meio do seu correspondente em Campinas.
Para ler a íntegra desta resposta, clique aqui.

RESPOSTA DO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO


Em fevereiro deste ano foram inaugurados dois prédios do Campus Mucuri, em Teófilo da Otoni (MG), que integra a Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri. Os prédios do Campus de Teófilo Otoni ficaram prontos em agosto de 2009, ainda sem a totalidade das obras de infraestrurura prontas. Em janeiro de 2010 as obras foram terminadas e a inauguração foi feita em fevereiro de 2010.
Para ler a íntegra da resposta, clique aqui.

RESPOSTA DA SECRETARIA MUNICIPAL DA SAÚDE DO RIO DE JANEIRO


Com relação à matéria intitulada “Após inaugurações, obras de Dilma voltam a ser canteiros” (21,03/2010), a Secretaria Municipal de Saúde do Rio de Janeiro esclarece que os três serviços do Complexo de Atendimento à Saúde da Rocinha – Unidade de Pronto-Atendimento (UPA), Clínica da Família e Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) –, cuja gestão está sob sua responsabilidade, estão em funcionamento desde o dia de inauguração da unidade, em 8 de março. Dessa forma, não corresponde à verdade a informação constante da referida matéria, de que apenas a UPA está em operação.
Assessoria de comunicação
Secretaria Municipal de Saúde do RJ

Uma imprensa que faz oposição cega ao governo Lula só pode ir minguando, aos poucos.

Acha pouco?

terça-feira, 23 de março de 2010

No ABCD, governo Serra terceiriza 90% da saúde

Por: Júlio Gardesani (julio@abcdmaior.com.br)

Dos 2,3 mil funcionários na Região, apenas 230 são contratados diretamente pelo Estado


Cerca de 90% de todos os trabalhadores da saúde sob responsabilidade do governo estadual no ABCD são terceirizados. Os dados são do Sindsaúde-SP (Sindicato dos Trabalhadores da Saúde Pública no Estado de São Paulo) que, em campanha salarial, afirma que as terceirizações precarizam o atendimento ao público. Dos 2,3 mil funcionários da saúde pública na Região, apenas 230 são contratados diretamente pelo Estado; os demais são de responsabilidade das OSSs (Organizações Sociais da Saúde) que terceirizam o setor.

Entre as reivindicações da campanha do Sindsaúde-SP – que decretou paralisação de 48h entre esta segunda (22/03) e terça-feira (23/03) – os trabalhadores cobram do governador e virtual candidato à presidência da República pelo PSDB, José Serra, o fim das OSSs e o retorno das unidades terceirizadas para a administração direta do Estado. “O Estado não tem contrato, como as OSSs, para dizer quem vai atender com a verba que recebem. Além disso, as OSSs pagam mal seus funcionários, o que os obriga a trabalhar em até três lugares. Esta é a política do Serra, sucatear o Estado”, disse o secretário de Imprensa e Comunicação do Sindsaúde-SP, Mauri dos Santos Filho.

Os trabalhadores estaduais da saúde estão divididos em três hospitais da Região. O Hospital Mário Covas é totalmente terceirizado e possui 1,2 mil trabalhadores sob a gestão da Fundação ABC. O Hospital Estadual de Diadema, conhecido como “Serraria”, segue o mesmo ritmo: conta com 1,1 mil trabalhadores administrados pela Unifesp (Universidade Federal de São Paulo).

Comandados diretamente pelo Estado estão apenas os 180 servidores estaduais que permanecem no Hospital Nardini, em Mauá, municipalizado em 1990; os outros 50 estão espalhados pelas UBSs (Unidades Básicas de Saúde) da Região. Diante das dificuldades pelas quais passa o Nardini, o prefeito de Mauá, Oswaldo Dias (PT), chegou a solicitar que o hospital voltasse para a responsabilidade do Estado. Serra recusou a proposta.

Em nota, a assessoria de imprensa da Secretaria estadual de Saúde afirmou que as terceirizações não precarizam os serviços e acusou as denúncias de “eleitoreiras”.

“Todos os levantamentos relacionados ao atendimento e gestão de unidades estaduais por OSS apontam aumento da produção com redução de custos e qualidade no atendimento. Pesquisa do Banco Mundial, por exemplo, mostra que as OSSs atendem 25% mais a um custo 10% menor”, afirma a nota.

VOX POPULI NA PARAIBA: DILMA TEM 45% E SERRA, 29%

Pesquisa de intenções de voto para Presidente da República, realizada na Paraíba pelo Instituto Vox Populi, de Belo Horizonte (MG), mostra que no Estado a pré-candidata do PT, Dilma Roussef, está 16 pontos percentuais à frente de José Serra, do PSDB.

Segundo o Vox Populi, na consulta estimulada Dilma tem 45% das intenções de votos dos paraibanos, contra 29% do governador de São Paulo. Na mesma pesquisa, o deputado federal Ciro Gomes (PSB-CE) está em terceiro lugar, com 7%. A senadora Marina Silva (PV-AC) está em quarto lugar, com 5% das preferências dos paraibanos.

Os eleitores que pretendem não votar em nenhum deles e que votarão em branco ou nulo são 6%. Os que não souberam ou não responderam chegam a 8%
Da redação com Portal Correio

FALANDO EM JOGAR TOALHA:Marina Silva decide abrir mão de marqueteiro em campanha

da Folha de S.Paulo, em Brasília

A campanha presidencial da senadora Marina Silva (PV-AC) não contará com a figura de um marqueteiro. A decisão é da própria ex-ministra e do comando do partido.
A alegação é que a imagem de Marina não precisa ser moldada nem maquiada. Para a equipe da ex-ministra do Meio Ambiente, o forte da campanha eleitoral será, sem moldes, o olho no olho com os eleitores, explorando a origem humilde e a história de vida da candidata.

Me engana que eu gosto muito. Marina não é tonta, vai gastar sabendo que vai perder? O PV não quer bancar uma campanha que já nasceu fracassada. Marina vai servir de laranja para o Serra, para o PSDB/DEM. Triste fim da Marina Silva.

Dilma pode ganhar até no primeiro turno, diz diretor do Vox Populi

Ag Estado 23 de março de 2010

O crescimento nas pesquisas eleitorais da pré-candidata do PT à Presidência, ministra Dilma Rousseff, ante a estagnação de seu adversário, o governador de São Paulo José Serra (PSDB) tem impressionado os diretores dos quatro principais institutos de pesquisa do País. Márcia Cavallari, do Ibope, João Francisco Meira, do Vox Populi, Mauro Paulino, do Datafolha e Ricardo Guedes, do Sensus, estiveram reunidos em São Paulo na tarde desta segunda-feira, 22, para debater o cenário eleitoral, em evento da Associação Brasileira de Empresas de Pesquisas. O professor Marcus Figueiredo, do Iuperj também esteve no debate, mediado mediado pela jornalista Cristiana Lôbo.

Meira deu o palpite mais ousado da tarde: "não é impossível imaginar que a Dilma ganhe a eleição já no primeiro turno", afirmou. Segundo ele, quando há candidatos carismáticos, a disputa se concentra mais entre as personalidades desses candidatos. Mas, para ele, nem Dilma nem Serra são carismáticos. ‘Carisma não é o nome dessa eleição’, afirmou.

Ele listou alguns fatores que, na sua avaliação, devem decidir a disputa eleitoral. O primeiro seria a economia: se estiver ruim, a tendência é de mudança - mas a economia é o principal trunfo do governo Lula. Em segundo, o aspecto ideológico - nesse caso, diz ele, 56% das pessoas se definem como sendo de esquerda e 30% como eleitores do PT.

Além disso, ele lembra o tempo de TV como decisivo - e a construção das alianças deve garantir um tempo maior à candidata governista. Por último ele cita algum acidente, debate ou fato inesperado que possa alterar a opinião dos eleitores.

Sua avaliação é parecida com a de Ricardo Guedes, do Sensus. Segundo ele, "Dilma tem produto para mostrar, a economia. O Serra não tem. Hoje a tendência é muito mais pró-Dilma".

Cautela

Já Márcia Cavallari, do Ibope, e Mauro Paulino, do Datafolha, adotaram um pouco mais de cautela em suas exposições, embora tenham admitido cenário favorável à Dilma. Os dois usaram a mesma expressão para definir o caso: "pesquisa é diagnóstico, não prognóstico".

"O comportamento do eleitor não é matemático. A campanha ainda tem muita coisa para acontecer. O que a gente sabe é que o eleitor se sente muito confortável de ter votado no Lula e agora fazer essa avaliação de que acertou. Ele pensa: 'Acertei, e o País está tendo avanços'. O eleitor considera que os avanços foram muito mais profundos no governo Lula. A comparação com o governo FHC é prejudicial para o Serra", afirmou a diretora do Ibope.

De acordo com Márcia, um terço está com Serra, um terço está com Dilma e um terço que vai decidir a eleição. Reservadamente, porém, ela destacou que não só a Dilma está crescendo, como há tendência de queda de Serra, ainda que dentro da margem de erro.

Já Paulino lembrou que na pesquisa Datafolha de dezembro de 2009, 15% dos eleitores não sabiam que a Dilma era a candidata do Lula, mas queriam votar na candidata do Lula. "E o que nós observamos em fevereiro, é que ainda há margem de crescimento para Dilma", afirmou.

Segundo ele, a dúvida é saber se Dilma vai transmitir ao eleitorado que tem a mesma capacidade de administração que o Lula tem."O eleitor vai poder comparar Serra com Dilma, Dilma com Lula".

Paulino ainda defendeu que os institutos divulguem sempre sua base de dados, sua metodologia. "A pesquisa não faz prognóstico, mostra o que acontece naquele dia. Na pesquisa de véspera, [Paulo] Maluf ainda estava na frente da [Luíza] Erundina [na eleição para a prefeitura de São Paulo, em 1988, vencida por Erundina]. Deixar de iludir quem consome pesquisa: a gente faz diagnóstico", afirmou.

Já o professor Marcus Figueiredo, do Instituto Universitário do Rio de Janeiro (Iuperj), também presente ao debate, previu um repeteco de 2002, caso o deputado federal Ciro Gomes (PSB) continue na disputa, com o cearense brigando com Serra. Para Figueiredo, "Serra e Dilma são igualmente antipáticos e igualmente feios. Ideologicamente estão muito próximos. O projeto deverá ser exatamente o mesmo".

Erros em pesquisa

Meira foi questionado também pelo fato de o Vox Populi ter apontado, em 2006, vitória de Paulo Souto (então PFL) no primeiro turno, contra o petista Jaques Wagner, que acabou vencendo as eleições em segundo turno. "Às vezes você erra. Só que você nunca ouve um médico dizendo qual a margem de erro de uma operação de apendicite. O pessoal respondia que queria Paulo Souto, mas já estava pensando em mudar de ideia. Mas eu não estava perguntando para ele se ele queria mudar de ideia", justificou.Agência Estado

Sorria! Você está sendo vigiado por José Serra...Radares que flagram devedores do IPVA serão instalados

Começam a operar até o fim deste mês 41 radares inteligentes em rodovias de todo o Estado, de acordo com previsão do DER (Departamento de Estradas e Rodagens). Cada um dos equipamentos não mede apenas a velocidade desempenhada pelo veículo mas também identifica aqueles que estão com o licenciamento ou a quitação do IPVA (Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores) atrasados.

Os aparelhos passam agora pela fase final de testes, no IPT (Instituto de Pesquisas Tecnológicas-ligado ao governador José Serra). O DER informou que só espera o fim das provas para colocá-los nas estradas. Anteriormente, a Secretaria de Estado dos Transportes de São Paulo havia divulgado que a intenção era ter esses radares funcionando até o fim do ano passado.

Isso é possível devido a um software que lê as placas imediatamente e cruza a informação com bancos de dados de diversos órgãos do Estado, como as secretarias da Segurança e da Fazenda.

segunda-feira, 22 de março de 2010

"Sean Penn e as mentiras da mídia nos EUA"


Blog do Miro 21/03/2010

Reproduzo matéria publicada no jornal Hora do Povo desta semana:

Durante entrevista com Bill Maher, no programa Real Time, da HBO, o ator e diretor de cinema Sean Penn afirmou que, lamentavelmente, o povo norte-americano não conhece a realidade de América Latina e da Venezuela, em particular.

“Nós, nos Estados Unidos, temos dificuldades para entrar na pele do que tem sido a história da Venezuela, a história da América Latina e de muitos outros lugares. Somos muito monoculturais. Estamos hipnotizados pelos meios de comunicação que só divulgam o que interessa aos grandes interesses econômicos”, afirmou Penn, no dia 10 de março.

“Por exemplo, Hugo Chávez. Quem sabe aqui que ele passou por 14 das eleições mais transparentes do mundo e foi eleito democraticamente em todas elas?”, acrescentou o também produtor de cinema.

Sean Penn assinalou que “dia após dia, este líder eleito pelo seu povo é chamado de ditador aqui, nos principais meios de comunicação. Suas medidas, sua política de inclusão de amplas camadas da população, as melhorias na qualidade de vida dos venezuelanos, a aprovação popular de seu governo não são divulgadas pelos grandes meios de comunicação comerciais”. “Deveria existir um limite para as mentiras dessa mídia”, acrescentou.

Depois de sua primeira visita à Venezuela, em 2007, Penn foi entrevistado no programa The Late Show por David Letterman, onde refutou os argumentos do jornalista sobre o suposto fechamento irregular da RCTV. “Essa rede de televisão incitava constantemente até ao assassinato do presidente, só promovia a desordem na base de mentiras. Se neste país [nos EUA] os dirigentes de qualquer meio de comunicação fizessem a metade do que a RCTV fez, estariam presos”, constatou.

Tá com medo?

Pesquisa no Piauí já mostra Dilma com 42% contra 27% de Serra

22 de março de 2010

A pesquisa foi do instituo Vox Populi, restrita ao Piauí, entre os dias 6 e 8 de março.

A tendência continua de Dilma Rousseff (PT) subindo e José Serra (PSDB) descendo. Mas Dilma ainda tem muito o que crescer acima dos 42% atuais, à medida que a campanha se desenvolva, e toda a população a reconheça como candidata do presidente Lula. Já Serra ainda deve cair mais e ficar com uma votação abaixo de 25% no estado.

ABCD inicia segunda etapa de vacinação contra gripe suína

Por: Redação ABCD Maior

Meta é imunizar 1,2 milhão de pessoas na região de todos os grupos compreendidos pela campanha

A partir desta segunda-feira (22/03) até 02/04, as secretarias de Saúde do ABCD realizam a segunda etapa do cronograma de vacinação contra o vírus Influenza A (H1N1) destinada a gestantes, doentes crônicos e crianças de seis meses a 1 ano e 11 meses de idade.

A primeira fase da campanha de vacinação foi realizada entre os dias 9 e 19 de março para os profissionais da saúde.

A vacinação gratuita está sendo realizada em quatro etapas diferentes nas Unidades Básicas de Saúde dos municípios e pretende vacinar aproximadamente 1,2 milhão de pessoas na região, considerados todos os grupos.

Os grupos prioritários foram divididos em trabalhadores da rede de saúde; gestantes, doentes crônicos e crianças de seis meses a 1 ano e 11 meses; pessoas de 20 a 29 anos; idosos (maiores de 60 anos) com doenças crônicas; e pessoas de 30 a 39 anos. Os grupos foram selecionados por serem considerados mais sensíveis ou que apresentam sintomas mais críticos por ocasião da infecção do vírus da nova gripe.

Para ser vacinado, é necessário pertencer a um desses grupos indicados pelo Ministério da Saúde e apresentar no posto de vacinação o documento de RG e a carteirinha de vacinação. O medicamento é contra-indicado a quem tem alergia a ovo.

Serviço

Cronograma da vacinação contra o Influenza A (H1N1)

De 22 de março a 02 de abril - doentes crônicos e crianças de 06 meses a dois anos de idade

De 22 de março a 07 de maio - gestantes

De 05 a 23 de abril - pessoas de 20 a 29 anos de idade

De 24 de abril a 07 de maio - idosos (mais de 60 anos) com doenças crônicas

De 10 a 21 de maio - pessoas de 30 a 39 anos de idade

domingo, 21 de março de 2010

São Bernardo vai financiar pós-graduação de professores

http://www.revistaforum.com.br(19/03/2010 22:13)

Num dia em que os professores do estado de São Paulo tiveram de parar a capital para ver se conseguiam arrancar um pingo de respeito e atenção por parte do governador José Serra, a prefeitura de São Bernardo anunciou que ao menos 800 professores da rede municipal vão ingressar neste ano no programa de pós-graduação da USP (Universidade de São Paulo).

Para que isso aconteça a cidade vai fazer um investimento de R$ 4 milhões que visa garantir material para estudo, transporte e financiamento total das mensalidades dos cursos. Os professores devem optar por uma das áreas oferecidas: educação Infantil, especial, ensino fundamental e ciências (meio ambiente).

É uma fórmula que poderia ser reaplicada em outras localidades. Parcerias com boas universidades podem garantir uma melhora da qualidade da formação dos educadores e mudar a trágica situação do ensino no país.

São Bernardo terá mais um teatro ainda este ano

Por: Caio Luiz (caio@abcdmaior.com.br)

Novo teatro do Colégio Ábaco, com capacidade para 450 lugares, exibirá espetáculos internos e do circuito comercial a partir de outubro

O Colégio Ábaco de São Bernardo está construindo um teatro com capacidade para 450 lugares na própria unidade, na av. João Firmino, 1.099, Bairro Assunção, desde o último trimestre do ano passado. A meta é inaugurar o espaço em outubro de 2010 com a encenação do musical da Broadway “A Pequena Sereia”, que contará com atores patinadores que simulam movimentos aquáticos, uma vez que a história se passa no fundo do mar.

O local terá dois camarotes, acessibilidade para deficientes, elevador no meio do palco, além de recursos de áudio. A escola alugou por dois anos consecutivos o Teatro Municipal de Santo André para comportar montagens anteriores, no caso “O Rei Leão”, em 2008, e “Grease”, em 2009, assistida por quatro mil pessoas, reafirmando a tendência de produzir musicais famosos. “A Bela e a Fera” e “Wicked” são outros exemplos.

“Temos um auditório na escola, porém sem a infraestrutura necessária para espetáculos. Por isso recorríamos sempre a outros teatros, portanto, veio a constatação de que deveríamos investir em um lugar próprio”, ponderou o diretor geral do Ábaco, Rodolfo Saad. O diretor geral coordena a instituição que possui 2.400 alunos.

“Musicais são excelentes porque possibilitam a participação de vários atores e nós temos cerca de 100 estudantes no nosso grupo teatral, mas só os do terceiro e último nível estão maduros para terem papeis”, disse Saad, ao justificar a criação da nova área que também divulga e valoriza o nome da escola privada.

Para a Região - Levando em conta o número de assentos, o Teatro Ábaco será o terceiro maior espaço artístico da cidade. Ficará atrás do Auditório Dr. Atílio Zóboli, com capacidade para 1.710 pessoas, e do Teatro Lauro Gomes, com 526, que são públicos.

O objetivo do novo teatro será também apresentar as realizações da instituição para a população geral da cidade, ampliando o público fiel formado em outras ocasiões ao trazer peças da Capital.

“Aos poucos fomos nos cercando de pessoas envolvidas com arte e o projeto foi tomando corpo. Queremos ficar mais de uma semana em cartaz com cada produção e levar peças comerciais para os moradores de São Bernardo. Seremos mais uma opção cultural no município”, explica o diretor.
O preço do ingresso das encenações da escola deverá ficar em torno de R$ 20.

Tamanduateí deve se livrar do esgoto em 2018

Por: Renan Fonseca (renan@abcdmaior.com.br)

Sto.André e Mauá não concluíram obras para levar os resíduos até a ETE (Estação de Tratamento de Esgoto) do ABC

O Tamanduateí deve parar de receber esgoto não tratado apenas em 2018, quando a Sabesp deve concluir o projeto de expansão da captação de resíduos para tratamento na ETE-ABC (Estação de Tratamento de Esgoto do ABC). Atualmente, somente São Caetano coleta e trata 100% dos resíduos. Santo André deve concluir o processo em 2012 e Mauá, em 2017.

Serão investidos R$ 136 milhões na construção de coletores-tronco, redes coletoras e ligações para transportar o esgoto desses municípios e evitar que o esgoto chegue ao Tamanduateí. “Vamos também ampliar a capacidade de coleta da ETE-ABC, de 3 mil l/s para 4,5 mil l/s”, afirmou o superintendente da Unidade de Tratamento de Esgoto da Sabesp, Paulo Nobre.

Até o momento, Santo André concluiu 40% da malha coletora de esgoto. O número em Mauá é bem mais desanimador: 10%. O maior volume de detritos despejados no leito do rio vem dessas cidades. “Mas os córregos que deságuam no rio também devem ser considerados. A universalização do tratamento de esgoto vai barganhar todos os efluentes”, explicou.

De acordo com informações do Semasa (Saneamento Ambiental de Santo André), a meta é enviar para tratamento 100% dos esgotos para a estação em 2012, investindo R$ 17,9 milhões em ligações e construção de coletores. A Foz do Brasil, responsável pela instalação da rede de esgoto em Mauá, informou que os investimentos previstos para os próximos três anos são de R$ 120 milhões e contemplam “a construção de uma estação para tratar quase a totalidade dos esgotos coletados até 2013”. A totalidade da coleta e tratamento deve ser atingida em 2017.

Lixo e mau cheiro
- A maior quantidade de residências construídas irregularmente nas proximidades das margens do Tamanduateí está em Mauá. Quem vive nessas regiões reclama da falta de limpeza pública, que permite a criação de pontos de desova de entulho. A sujeira muitas vezes se acumula no leito do rio ou ajuda no assoreamento das margens. Além disso, pragas urbanas, como ratazanas e insetos, infestam as áreas vizinhas aos entulhos. “É comum a gente ver ratos enormes passando perto das casas. Por causa da sujeira, muitas pessoas pensam que é permitido jogar lixo dentro do rio, que vive com mau cheiro”, contou a dona de casa Evogia Ferreira Lima, que construiu a residência rente ao rio no Jardim Itapeva.

sexta-feira, 19 de março de 2010

Presente de aniversário para José Serra

sexta-feira, 19 de março de 2010

Por Alatmiro Borges

Hoje, 19 de março, José Serra completa 68 anos. Nos últimos dias, ele só recebeu péssimas notícias: caiu nas pesquisas, enquanto Dilma Rousseff teve um crescimento vertiginoso; a greve dos professores ganhou força; manifestantes lançaram ovos contra a sua comitiva; ninguém topa ser seu vice. Para aliviar a barra na data do seu aniversário, o jornalista Paulo Henrique Amorim, do sítio Conversa Afiada, publicou uma bela poesia enviada por um internauta. Um gesto singelo e carinhoso. Reproduzo o poema, inspirado na música “Águas de março” de Tom Jobim:

É Zé, é pedágio, é o fim do caminho
É um resto de estrada, só paga um tiquinho
É um morro caindo, é a chuva, é a lama
É a noite, é a morte, é a enxurrada, é a administração do prefeito que nada sabe.
É alagado no Romano, é no Jardim Pantanal
Tietê, marginal, é toda capital
É um morro caindo, sem contenção
É barro no rosto, são corpos no chão
É a chuva caindo, é o fim da ladeira
É a viga, é o vão, é a quebradeira
É a chuva chovendo, é desespero na ribeira
E as represas da Sabesp, soltando a lameira
Era um pé, era são, se encheu de bicheira depois que secou toda lameira
Era um tucano abusado, bem garbosão
Gostava de jato, mas se estrepou no nortão
Era uma ave boêmia que afundou na eleição
É o fundo do bolso, é pedágio no caminho
No bolso o desgosto, ficou zeradinho
É estúpido, é estúpido, é um pedágio, é um pedágio
É um pingo pingando, é um desespero aqui dentro, lá vem de novo o dilúvio da Serra Tuitera
É um peixe, é um visa, é um HC de “bobeira”
É a bicicleta da Soninha, sem a roda traseira
É a bicheira, é o rato, é a tábua quebrada
É a garrafa vazia, da radialista chapada
Era um sonho de casa, era uma cama macia
É o carro perdido, na lama, na lama
Era um bom lugar, tinha uma ponte bacana, um rio com peixes, nas margens tinha grama
Agora é um resto de mato, destroços e lama
É o fim dos tucanos no próximo verão
E a promessa de surra na próxima eleição.
É uma cobra, é um poste, é Gilberto, é José
É um espinho na carne, de toda cidade
É o fim dos tucanos no próximo verão
E a promessa de surra na próxima eleição.


(Tom, mil perdões!!!)

http://altamiroborges.blogspot.com/

Dilma volta a dizer que não é hora para salto alto

A diminuição para cinco pontos percentuais, 35% a 30%, nas intenções de votos para o seu principal rival, o governador de São Paulo, José Serra (PSDB), foi recebida com a tradicional tranquilidade pela ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, pré-candidata do PT à Presidência da República.

– Vou repetir o que repito a horas: a pesquisa é retrato do momento durante visita a Monte Alegre (MG). – Estamos em março, a eleição é em outubro, e ninguém sobe de salto alto. É só o momento e a eleição ainda tem muito caminho para a gente andar.

A ministra também preferiu não confirmar se irá ou não participar de eventos ou inaugurações do Presidente Lula após deixar o cargo na Casa Civil. A Advocacia-Geral da União apresentou cartilha indicando que Dilma só não poderá participar de eventos a partir da oficialização de sua candidatura, após a sua saída do cargo.

A relação, a partir da minha saída, é mais o Presidente indo nas minhas atividades, nas atividades de campanha como militante que ele é. Não estamos dando muito destaque e ênfase a isso, disse Dilma Para a ministra, a cartilha da AGU apenas indica o que estaria proibido sob o “ponto de vista legal”. A ministra não se arriscou a garantir que não participará de qualquer inauguração oficial do governo, mas também não desconsiderou essa hipótese. – Não te digo isso (não participar de inaugurações oficiais), porque posso participar, mas não é essa a atividade central.

Já o presidenciável tucano e governador de São Paulo, José Serra, evitou comentar o resultado da pesquisa CNI/Ibope divulgada ontem.

Não comento pesquisa nem quando estou disparado nem quando não estou disparado – resumiu o governador. Pesquisa, até outubro ou novembro, eu nunca vou comentar.
Por: Helena

quinta-feira, 18 de março de 2010

Rede Marisa é autuada por trabalho escravo

A Marisa, uma das maiores redes de roupas do país, foi autuada em R$ 633,67 mil pelo Ministério do Trabalho (MTE) em São Paulo, após auditores fiscais do trabalho encontrarem funcionários estrangeiros em condições consideradas análogas à escravidão em oficina que presta serviço à rede.

Trabalho análogo ao de escravo é aquele em que a pessoa é submetida a condições degradantes, como jornada exaustiva (acima de 12 horas, como prevê a lei), servidão por dívida (tem a liberdade cerceada por dívida com o empregador) e corre riscos no ambiente de trabalho.

No entender do Ministério do Trabalho, a empresa tem responsabilidade pelo trabalho escravo. Para responsabilizar a loja, os fiscais informam que se basearam em um conjunto de provas que mostra que a Marisa tem controle de todos os processos da cadeia produtiva e que ela utilizou empresas interpostas para não contratar diretamente os trabalhadores estrangeiros.

O Grupo de Combate à Fraude e à Terceirização Irregular do MTE entregou 43 autos de infração à loja no dia 10. Os autos detalham condições degradantes no ambiente, na segurança e na saúde do trabalhador constatadas na oficina GSV, na Vila Nova Cachoeirinha, zona norte de São Paulo. A fiscalização foi feita em 18 de fevereiro por uma equipe de cinco fiscais, após denúncia do Sindicato das Costureiras.

Da autuação de R$ 633,67 mil, pouco mais da metade (R$ 394,03 mil) se refere a valores sonegados de FGTS dos 18 trabalhadores -17 bolivianos e um peruano- que não tinham carteira assinada. A Marisa foi notificada para registrá-los e deve fazer a rescisão de contrato de cada um deles no dia 5 de abril. Terá de pagar verbas rescisórias (férias, FGTS, 13º salário), como determina a lei.

"É o primeiro caso comprovado de trabalho análogo à escravidão que ocorre em um ambiente urbano. A Marisa tinha conhecimento desse problema e já vinha sendo alertada pelos órgãos públicos desde a CPI do Trabalho Escravo, feita pela Câmara Municipal de São Paulo em 2007", diz Renato Bignami, chefe da Seção de Fiscalização do Trabalho Substituto.

Os fiscais estimam que de 8.000 a 10.000 oficinas da Grande SP, que empregam entre 80 mil e 100 mil sul-americanos, também exploram mão de obra de forma irregular.O MTE considera que, apesar de a legislação não ser "explícita" para autuar a rede, há decisões na Justiça que têm indicado que as empresas podem ser responsabilizadas se no processo produtivo ficar constatado o vínculo de emprego com a empresa principal.

"A Marisa está sendo responsabilizada diretamente porque a fiscalização identificou que existe uma cadeia produtiva fraudulenta para mascarar as relações de emprego dos bolivianos. Na oficina GSV, foram encontradas blusas com etiquetas da Marisa, notas fiscais [das subcontratadas] e, no dia da fiscalização, constatamos que ela estava trabalhando com exclusividade para a rede", diz. Bignami. Em um relatório de 151 páginas encaminhado à Secretaria de Inspeção do Trabalho, em Brasília, os fiscais pedem que a Marisa seja incluída na chamada "lista suja" do MTE. Essa lista é uma forma de divulgar proprietários rurais e empresas que tenham sido flagrados com empregados em situação análoga à de escravo.

Além da Marisa, autuada em R$ 634 mil pelo Ministério do Trabalho, outras três grandes redes de varejo estão sob investigação

"Há indícios de outras situações idênticas à constatada na Marisa nas redes C&A, Renner e Riachuelo", diz Bignami. (Folha)

30%!!!

quarta-feira, 17 de março de 2010

Oswaldo vai criar Diário Oficial de Mauá

Por: Gustavo Pinchiaro (gustavo@abcdmaior.com.br)

No entanto, a administração promove uma licitação com a mesma finalidade do projeto de lei aprovado em primeiro turno

O prefeito de Mauá, Oswaldo Dias (PT), vai criar o DOM (Diário Oficial do Município de Mauá) para divulgar atos oficiais como decretos, promulgação de leis e avisos de licitações. A Câmara aprovou, em primeira discussão, com o voto contrário dos quatro vereadores de oposição, o projeto de lei que cria juridicamente o canal de comunicação.

De acordo com o líder do governo, vereador Rômulo Fernandes (PT), o tablóide da prefeitura terá versão impressa e digital. A tiragem, número de edições e os dias em que haverá publicações ainda será definido. O Executivo vai anexar a versão digital ao portal institucional do município.

“É uma democratização da informação. Neste diário vão estar todas as informações que o munícipe quer. Quanto mais canais de informação, melhor”, analisou Rômulo. O petista também garantiu que o projeto vai representar uma economia significativa para os cofres públicos.

Atualmente, a divulgação da ‘publicidade legal’ é concedida por meio de licitação. Tanto que existe um certame em andamento para escolha de um canal de divulgação desses atos. A concorrência foi suspensa por duas vezes por conta de ações impetradas por participantes. Com a aprovação da lei em definitivo e a sanção da lei, a licitação vai perder o efeito.

O especialista em Direito Constitucional, Alberto Rollo, garantiu que a Prefeitura não enfrentara problemas jurídicos no caso. “Se houver um vencedor da licitação, é só fazer uma cláusula no contrato dizendo que quando o Diário Oficial entrar em atividade o contrato fica extinto”, explicou Rollo.

Medo tucano – Apesar de compor o bloco de sustentação, o vereador tucano Edimar da Reciclagem ainda não sabe se vai votar favorável ao projeto na segunda discussão. “O PT está com muito poder de publicidade e promoção do governo, não sei se isso é bom”, declarou. O medo tucano está ligado com a premissa do partido em lançar um candidato que dispute a sucessão do prefeito Oswaldo Dias em 2012.

“A administração não pode divulgar as ações de governo, a legislação nos puniria por uso da máquina pública. Esse é um projeto para a cidade que vai ficar independente do partido que governe”, rebate o vereador Marcelo Oliveira (PT).

Adiado – O projeto de lei que cria a extensão do programa de estacionamento Zona Azul foi adiado por uma sessão a pedido da bancada governista. A forma como será feita a concessão para que uma empresa administre essa medida ainda não foi digerida pela maioria dos vereadores.

“O número de vagas do Zona Azul é o mesmo de nove anos atrás. A frota de veículos aumentou no mínimo 50%”, justificou o Rômulo.

Ciç@: Bye-Bye diarinho

Lula e Dilma devem vir ao 2° Congresso das Metalúrgicas

Por: redação ABCD Maior

A informação consta na programação do PT (Partido dos Trabalhadores) regional divulgada nesta terça-feira


O presidente Luiz Inácio Lula da Silva e a ministra Dilma Rousseff devem comparecer à abertura do 2° Congresso das Mulheres Metalúrgicas do ABC, organizado pelo Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, que acontece no dia 25 de março, às 18h. A informação foi divulgada pelo PT (Partido dos Trabalhadores) regional nesta terça-feira (16/03).

O objetivo do encontro é estimular a participação das trabalhadoras no sindicato e na atividade sindical. O 2º Congresso é parte de um processo de organização das metalúrgicas e da atual direção da entidade. O primeiro congresso aconteceu em 1978 com a participação de cerca de 350 trabalhadoras. A expectativa é que 400 mulheres compareçam neste ano.

Serviço
2° Congresso das Mulheres Metalúrgicas do ABC
Quando: 25, 26 e 27 de março de 2010
Local: Sede do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC
Endereço: Rua João Basso, 231 – Centro - São Bernardo

IBGE oferece 850 vagas para recenseadores em S. Bernardo

Por: Redação ABCDMAIOR

Inscrições podem ser feitas pela internet até 4 de abril; contratos são de até cinco meses

O IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) está com processo seletivo aberto para a contratação temporária de recenseadores que realizarão o Censo 2010. Em São Bernardo, serão contratados 850 profissionais por um período de até cinco meses, sendo que a renovação contratual será mensal.

A Secretaria de Orçamento e Planejamento Participativo da Prefeitura de São Bernardo está oferecendo apoio técnico e estrutural às atividades do IBGE, fornecendo cinco locais de trabalho para as equipes que vão gerenciar e coletar os dados da pesquisa. Além disso, oferece gratuidade de passagem aos recenseadores e para os agentes censitários supervisor e municipal já contratados.

Os recenseadores serão pagos por produção, com base na quantidade de domicílios recenseados, e também terão direito ao 13º salário e férias proporcionais aos dias trabalhados e à produção. O salário varia de R$ 800 a R$ 1.100,00.

Para participar do processo seletivo, é necessário ter concluído o ensino fundamental e ter de 18 a 70 anos. Os candidatos também precisam estar em dia com as obrigações eleitorais e militares. Não poderão concorrer servidores da administração direta ou indireta da União, estados, Distrito Federal e municípios, os empregados de suas subsidiárias e controladas, bem como os contratados temporários nos últimos 24 meses.

As inscrições podem ser feitas na agência dos Correios da avenida Brigadeiro Faria Lima, 845, Centro, até o dia 25 de março, e pela internet até 4 de abril. A taxa de inscrição é de R$ 18. As provas estão previstas para acontecer no dia 30 de maio, em locais a serem divulgados. Ao todo, serão 50 questões objetivas, distribuídas em Língua Portuguesa (10), Matemática (10), Conhecimentos Gerais (10) e Conhecimentos Técnicos (20), baseados no Estudo dos Conhecimentos Técnicos a serem aplicados no Censo Demográfico 2010. Após o treinamento, o horário de trabalho será flexível. Mais informações pelo site www.ibge.gov.br

terça-feira, 16 de março de 2010

São Benardo dá primeiro passo para construção do Centro de Tradições Nordestinas


Vanessa Oliveira
da redação

O prefeito em exercício de São Bernardo do Campo assinou nesta segunda-feira (15/3), o protocolo de intenções para a criação do Centro de Tradições Nordestinas (CTN) no município. O projeto, semelhante ao existente no Bairro do Limão, na capital paulista, deverá ser o maior empreendimento desse porte no País e tem como proposta apresentar as culturas dos nove estados nordestinos, ao mesmo tempo em que buscará gerar renda para São Bernardo.

O termo para financiamento será acordado com uma entidade internacional e nos próximos dias o projeto deverá ser encaminhado para discussão na Câmara. Estiveram presentes no gabinete o representante da Arbeit Desenvolvimento Mobiliário, José Ferraz, empresa que assinou o termo de cooperação que autoriza a corporação a elaborar o estudo de viabilização do projeto, além do arquiteto Nivaldo Vitorino, responsável pela concepção arquitetônica do projeto inicial apresentado pela empresa.

Segundo o prefeito em exercício, as áreas para implantação do Centro de Tradições Nordestinas estão sendo analisadas pela Administração e se localizam em pontos estratégicos do município, com fácil acesso para a Rodovia Anchieta, litoral santista, capital paulista e cidades vizinhas. "Trata-se de uma das promessas da campanha e queremos implantar esse complexo ainda nesta gestão. O centro se destinará a abrigar principalmente as manifestações da cultura nordestina, mas também será aberto a expressões de outras regiões do Brasil, numa espécie de intercâmbio turístico e cultural entre todos os estados do nosso País", sublinha.

O projeto inicial prevê museu voltado à preservação da memória, educação patrimonial e divulgação da geografia, história, cultura e arte do Nordeste por meio de fotos, cartografias, maquetes e cenários; restaurantes com as especialidades culinárias; lojas de artesanato para divulgar produções de cada região; Cine Glauber Rocha, voltado à divulgação da produção cinematográfica com a temática nordestina; oficinas para aprendizagem de artes, como o cordel; área de prestação de serviços; lojas de ervas e alimentos; e espaço para música, teatro e dança.

Está previsto ainda um Centro de Convenções, estacionamento, tenda com 5 mil m² com capacidade para 10 mil visitantes para sediar festivais temáticos, camarotes, camarins e sala de imprensa, além de espaço para shows, peças de teatro e espetáculos de dança para artistas profissionais, cuja bilheteria será revertida à manutenção do CTN.

De acordo com o prefeito em exercício, a ideia é buscar parcerias, patrocínios e apoio para fomentar os negócios gerados no complexo em áreas como a praça de alimentação por estado representado, museu e espaço CTN. Ele reforça a importância da iniciativa devido à grande representatividade da população nordestina no Grande ABC.

Os nordestinos representam 20% da população, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). São cerca de 500 mil pessoas de origem nordestina e os maiores índices, proporcionais, figuram em Diadema e Mauá.