domingo, 31 de outubro de 2010

ganhamos

Dilma Rousseff é eleita primeira presidente mulher do País

Candidata do presidente Luiz Inácio Lula da Silva derrota o adversário tucano José Serra

Sem nunca ter ocupado um cargo eletivo, a ex-ministra da Casa Civil Dilma Rousseff transformou-se neste domingo na primeira mulher presidente do Brasil. Dilma foi confirmada a vencedora da disputa mais agressiva das últimas décadas às 20h04, quando a apuração feita pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) contava 91,2% dos votos apurados. Naquele momento, a petista registrava 55,3% dos votos válidos, contra 44,6% contabilizados pelo adversário, o tucano José Serra. LEIA MAIS

no Líbano deu Dilma!

Dilma vence votação no Líbano, diz consulado brasileiro
Terra - Tariq Saleh - Direto de Beirute 31 de outubro de 2010 • 14h12 • atualizado às 15h58

O consulado brasileiro em Beirute divulgou os dados da votação no Líbano com vitória da candidata do PT à presidência da República, Dilma Rousseff, que ficou com 62,6% do total. O candidato do PSDB, José Serra, obteve 32,6%. A porcentagem de votos nulos foi de 2% e de brancos 2,7%.

Ao todo, votaram 629 pessoas dos 1.341 eleitores cadastrados na representação diplomática brasileira. A votação ocorreu das 8h às 17h do horário local (13h no Brasil).

Dilma Rousseff recebeu 394 votos, enquanto José Serra obteve 205 votos. Votaram em branco 17 pessoas e houve 13 votos nulos.

Aécio joga a toalha

Aécio: 'Dilma merece respeito e espero relação republicana'
Senador eleito por Minas diz, no entanto, que vai acreditar na vitória de Serra 'até o último momento'
Adriano Ceolin, enviado a Belo Horizonte | 31/10/2010 14:58

O senador eleito por Minas Gerais Aécio Neves (PSDB) disse, após votar neste domingo, ainda acreditar numa vitória do presidenciável tucano José Serra. Ele, no entanto, comentou o que espera de Dilma Rousseff (PT) caso ela vença: “Espero que o Serra seja presidente. Mas se vencer a Dilma, merecerá o nosso respeito e espero que ela tenha com Minas Gerais uma relação republicana”. LEIA MAIS

Serra sai desidratado

Lula diz que Serra "sai menor" da campanha
Presidente critica “manipulação” e agressividade do PSDB na campanha
Wanderley Preite Sobrinho, do R7

Depois de votar na candidata petista à Presidência, Dilma Rousseff, em um colégio em São Bernardo (no ABC), o presidente Luiz Inácio Lula da Silva não poupou de críticas o presidenciável tucano, José Serra. Ele afirmou que a “manipulação” de informações e as agressões dos tucanos à sua candidata nas eleições deste ano farão com que o tucano saia da campanha “menor do que entrou”. LEIA MAIS

homenagem ao vampiro Serra

Garoto fantasiado de vampiro agita rua de Serra
Do Diário do Grande ABC

Um garoto de apenas 6 anos roubou a cena na manhã deste domingo em frente à residência de José Serra, no bairro Alto de Pinheiros, em São Paulo. Gustavo Borro chegou fantasiado de vampiro para ver o candidato do PSDB à Presidência da República.

chupa que é doce, tucanalhada!!!

Dirigentes tucanos mostram resignação com iminente triunfo de Dilma

Folha.com - CATIA SEABRA DE SÃO PAULO - Atualizado às 14h59.

Na cúpula do PSDB, o clima é de resignação. Em conversas, tucanos ligados ao candidato do PSDB à Presidência, José Serra, já reconhecem a iminência da derrota.

Esperançosos até ontem --por conta de pesquisas internas que minimizavam a vantagem de Dilma Rousseff sobre Serra--, dirigentes tucanos mostravam seu abatimento após a divulgação do último Datafolha e durante a votação deste domingo.

No tucanato, a expectativa era de que Serra obtivesse no Sudeste vantagem suficiente para minimizar a liderança de Dilma no Nordeste. Hoje, porém, a avaliação é de que sua votação em São Paulo não basta para equilibrar a tendência no Nordeste e que a petista deverá vencer em Minas, apesar das promessas do senador eleito Aécio Neves (PSDB) de virada no Estado. LEIA MAIS

o Brasil é Dilma

só rindo mesmo...

BOM DOMINGO, BRASIL!

sábado, 30 de outubro de 2010

últimas pesquisas

Datafolha: Dilma 55% x Serra 45%

Vox Populi: Dilma 57% x Serra 43%

Sensus: Dilma 57,2% x Serra 42,8%

aguenta firme, Zé

UM GRANDE COMPANHEIRO

“Zé, nós subimos a rampa (do Palácio do Planalto) juntos, nós vamos descer juntos”. Alencar se emocionou, levando o presidente a fazer o gesto captado pela lente do fotógrafo.No post do Mauricio

nova pesquisa consolida liderança da Dilma

CNT/Sensus: Dilma chega a 57,2% dos votos válidos; Serra tem 42,8%

Terra - 30 de outubro de 2010 • 16h18 • atualizado às 18h08


Pesquisa do Instituto Sensus encomendada pela Confederação Nacional do Transporte (CNT) e divulgada neste sábado (30) mostra a candidata do PT à presidência da República, Dilma Rousseff, com 57,2% dos votos válidos contra 42,8% de seu adversário, José Serra (PSDB). No levantamento anterior, divulgado no último dia 27, a candidata petista tinha 58,6% dos votos válidos contra 41,4% de Serra.

Considerando os votos totais, quando são contabilizados os indecisos e os votos brancos e nulos, Dilma soma 50,3% das intenções e Serra, 37,6%. Na pesquisa anterior, a petista somava 51,9% contra 36,7% do tucano.

No novo levantamento, 7,9% dos entrevistados disseram estar indecisos e 4,1% afirmaram votar em branco ou nulo. A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais.

Encomendada pela Confederação Nacional dos Transportes (CNT), a pesquisa foi realizada entre os dias 28 e 29 de outubro, com 2.000 entrevistados em todo País, e registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) em 25 de outubro de 2010, sob o número 37919/2010.

blablarina de novo

Marina critica PSDB por divulgar falso apoio a Serra na web

ALTINO MACHADO , Portal Terra


A candidata derrotada à presidência da República, Marina Silva (PV-AC), criticou, nesta sexta-feira (29), setores do PSDB que, segundo o PV, promoveram uma fraude na internet ao envolvê-la em ações de apoio à candidatura tucana de José Serra. Em entrevista ao Terra, Marina disse: "O que quero é que fique bem claro que minha posição é a minha posição de independência. Eu não tenho duas caras nem duas palavras". LEIA MAIS

uma mulher na presidencia

olha os ex-indecisos!

Olha os indecisos da Dilma!

o rescaldo do debate da Globo


O AlibabáKamel precisou pedir à Dilma pra sair, hihihihihihihihi, tava atrapalhando os "indecisos" do Seu Zé!

Contaram (@alansilva1974) no twitter bastidores do debate: o Ali Kamel ficou desesperado, chamando ate Joao Santana para "apartar" Dilma dos "indecisos"! Aí alguém comentou: "O melhor do debate foi o Ali Kamel pedindo para a Dilma sair".

E o outro respondeu: Não, o melhor foi ele levar mulher e filha, linda, para tirar foto com Dilma!

Pode uma coisa dessas? O gajo nos violenta todo dia e no debate final bajula a Dilma! Pensei, a família deve ter pedido (tipo você não gosta de mim, mas sua filha gosta). Mas não, segundo o @alansilva1974, ele queria ter uma foto com a futura presidenta.

E mais: "Enquanto Dilma estava nos braços dos 'indecisos', Zerra ficou escanteado, até constrangido esperando para ir para a coletiva!"

Toma, Serra! Toma, Globo! do zumbaiazumbi

Paulo Preto, branco?

Dilma explode em Minas

Dilma tem vantagem de 22 pontos em MInas

Pesquisa do EM Data mostra a candidata petista com 49% da preferência do eleitorado no estado, enquanto o tucano José Serra aparece com 32% dos votos totais

Isabella Souto - Publicação: 30/10/2010 07:02 Atualização: 30/10/2010 07:32

Se depender da vontade dos mineiros, Dilma Rousseff (PT) será eleita presidente do Brasil neste domingo, com 49% dos votos totais – 17 pontos percentuais a mais que o adversário José Serra (PSDB), que tenta, pela segunda vez, se eleger para o cargo e teria 32% da preferência do eleitorado. No entanto, ainda é grande o número de eleitores indecisos no estado: 13%, o equivalente a mais de 1,8 milhão de pessoas. Ainda que o tucano conquistasse esses votos, não conseguiria mudar o quadro eleitoral em Minas Gerais. Na análise dos votos válidos, a diferença é ainda maior: 22% – Dilma aparece com 61% e o tucano, com 39%. LEIA MAIS

multidão saúda Lula em Recife

Lula arrasta 100 mil pessoas e é aclamado nas ruas do Recife

Durante o trajeto os militantes que acompanharam a carreata gritaram: Lula guerreiro do povo brasileiro.

Terra - Ed Ruas - Direto de Recife - 29 de outubro de 2010

Em desfile em carro aberto realizado nesta sexta-feira (29), no centro de Recife, o presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, foi recepcionado em sua terra natal para o último evento da campanha pró-Dilma antes do segundo turno das eleições.

Segundo estimativa da Polícia Militar de Pernambuco, mais de 100 mil pessoas acompanharam a passagem do petista pela cidade. Durante o trajeto os militantes gritaram: "Lula guerreiro do povo brasileiro", uma referência a um coro feito para o ex-governador Miguel Arraes - avô do governador reeleito, Eduardo Campos - quando ele voltou do exílio.

Ao final da caminhada, o presidente Lula não falou com a imprensa, mas o senador eleito Humberto Costa (PT) disse que o presidente ficou emocionado com a caminhada. "Ele (Lula) estava muito emocionado com esta vinda a Pernambuco, sua terra natal. Ele disse que estava terminando a campanha neste local como uma homenagem a Miguel Arraes, o único político que ele veio recepcionar pessoalmente após o exílio".

Durante todo o percurso, Lula enfrentou a chuva que caía na cidade. Militantes e populares também continuaram ao lado do carro, acenando para ele. No início do trajeto, o presidente utilizou um chapéu branco de vaqueiro - apetrecho peculiar nordestino. Uma bandeira do Brasil também foi lhe dada e ele exibiu algumas vezes durante o percurso. Já no final do evento, quando o cortejo passava sobre a Ponte do Duarte Coelho, no centro de Recife, os militantes cantaram "Parabéns para Você" para o petista, que fez aniversário na última quarta-feira (27).

Lula seguiu de Recife para São Paulo, onde acompanha o debate entre presidenciáveis que será realizado na noite desta sexta-feira pela Rede Globo.

quinta-feira, 28 de outubro de 2010

advogados com Dilma

Advogados do ABCD vão às ruas pedir voto para Dilma

Por: Karen Marchetti (karen@abcdmaior.com.br)


Nesta sexta-feira, advogados da Região oficializam adesão ao Manifesto Jurista em favor a candidata Dilma Rousseff

A praça da Matriz, de São Bernardo, ficou lotada na manhã desta quinta-feira (28/10), de advogados e militantes do PT e partidos aliados em prol da candidatura de Dilma Rousseff (PT). O evento foi para formalizar a adesão de um grupo de advogados da Região que aderiram ao Manifesto dos Juristas.

Depois do ato, no Centro, os advogados e militantes partiram para os Fóruns Trabalhista e Civil de São Bernardo, Diadema e Santo André, para conversar com os eleitores e colegas de profissão para angariar voto à Dilma. LEIA MAIS

samba da bolinha de papel

quarta-feira, 27 de outubro de 2010

queremos saber: e a roubalheira no Metrô de SP?

Dilma cobra investigação sobre fraude no metrô de São Paulo

A candidata à presidência pela coligação Para o Brasil Seguir Mudando, Dilma Rousseff, cobrou hoje que o governo tucano em São Paulo faça uma investigação criteriosa sobre a denúncia do jornal Folha de S. Paulo, que apontou uma fraude na licitação da ampliação do metrô na capital paulista.

Segundo o jornal, o resultado da licitação era conhecido há seis meses. “Eu acho que processos licitatórios não podem ser viciados, porque com isso você prejudica a população. Um processo viciado é mais caro para população. Nós consideramos que é essencial que haja um controle maior dos processos licitatórios”, afirmou.

E acrescentou, cobrando providências para que os paulistas não fiquem mais uma vez sem ver os responsáveis pelos desvios punidos: “Eu acredito que, para se apurar as responsabilidades, para não ser leviano e fazer acusações, seria importante que, pelo menos dessa vez, eles [os tucanos] abram sindicância ou inquérito e apurarem”, salientou. LEIA MAIS
Ato de intelectuais pró-Dilma leva 2 mil à USP e ataca voto nulo

A Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH) da Universidade de São Paulo foi palco, na noite de ontem (25), de mais uma massiva manifestação da intelectualidade em apoio a Dilma Rousseff. Cerca de 2 mil pessoas superlotaram o prédio onde funcionam os cursos de História e Geografia para conferir declarações de renomadas personalidades do meio acadêmico paulistano.

Por Fábio Palácio, no Grabois.Org

Discursaram na ocasião, entre outros, Alfredo Bosi, Celso Antônio Bandeira de Mello, Gilberto Bercovitch, Heloísa Fernandes, Laura de Mello e Souza, Lisete Arelaro, Marilena Chauí, Ricardo Musse e Vladimir Safatle. LEIA MAIS
PV de São Bernardo anuncia apoio a Dilma

Por: Karen Marchetti (karen@abcdmaior.com.br)

Para presidente do partido, Vera Motta, a candidata do PT foi a que melhor contemplou programas pragmáticos do partido

O PV de São Bernardo anunciou nesta terça-feira (26/10) apoio à candidata do PT à Presidência da República, Dilma Rousseff. Diferente da Executiva Nacional, o partido na cidade decidiu votar em Dilma, por entender que o PT tem as propostas mais próximas do PV.

A deliberação foi divulgada pela presidente do diretório municipal e integrante da Executiva Nacional do partido, Vera Motta, durante atividade de campanha com o candidato a vice-presidente Michel Temer em São Bernardo. (Leia aqui)

“Foram apresentadas as propostas programáticas para os dois candidatos e Dilma foi a que melhor nos contemplou. Estamos trabalhando no sentido de acreditar numa candidatura. Tem de ter uma posição. É uma posição da Marina (candidata derrotada pelo PV, Marina Silva) a neutralidade”, disse a presidente, que estava com adesivo verde com o número 13 ao centro e acompanhada por outros verdes.

O PV de São Bernardo é o único da Região a declarar apoio a um presidenciável neste segundo turno. Muitos verdes preferem não declarar o voto como fez a Marina Silva. É o caso da deputada eleita, a vereadora Regina Gonçalves.

Regina, que deixou a presidência estadual do partido para disputar a eleição, afirmou que não anunciará o voto. Entretanto, afirmou que ainda não se decidiu.

“Como dirigente do partido também não anunciarei. Estou distante deste segundo turno e não trabalharei por nenhum candidato. O que posso dizer é que sou contra o voto nulo, mas até agora nenhum candidato me convenceu”, declarou Regina.

Lula, o mais querido

Com 83%, aprovação ao governo Lula bate recorde histórico, mostra Datafolha

DE SÃO PAULO

Maior cabo eleitoral da presidenciável Dilma Rousseff (PT), o presidente Lula também está se beneficiando do período eleitoral.

Pela terceira semana consecutiva, a avaliação de seu governo obteve um patamar recorde de aprovação na série histórica do Datafolha na pesquisa realizada e divulgada hoje pelo instituto.

No levantamento atual, 83% dos eleitores brasileiros avaliaram sua administração como ótima ou boa.

Na semana passada, essa aprovação chegava a 82%. No mesmo período, o patamar dos que consideram seu governo regular passou de 14% para 13%, enquanto 3% dizem que ele é ruim ou péssimo, índice que se manteve.

Dois de cada três eleitores de Serra (67%) avaliam a gestão de Lula como ótima ou boa. Entre os eleitores de Dilma, esse índice chega a 96%.

Para 80% dos eleitores que votaram em Marina no primeiro turno, a gestão do petista é ótimo ou bom.

A nota atribuída ao governo Lula no atual levantamento é 8,2, a mesma registrada na semana passada.

terça-feira, 26 de outubro de 2010

Dilma-lá (lindo demais)

procura-se

Serra enganador

muita atenção nesta reta final da campanha

José Serra está preparando golpe para tentar vencer a eleição. Cuidado!

A filósofa Marilena Chaui denunciou nesta segunda-feira (25) uma articulação para tentar relacionar o PT e a candidatura de Dilma Rousseff à violência. De acordo com ela, alguns partidários discutiram no final de semana uma tática para usar a força durante o comício que o candidato José Serra (PSDB) fará no dia 29.

Segundo Chaui, pessoas com camisetas do PT entrariam no comício e começariam uma confusão. As cenas seriam usadas na TV e no programa de José Serra sem que a campanha petista pudesse responder a tempo hábil.

'Dia 29, nós vamos acertar tudo, está tudo programado', disse a filósofa sobre a conversa. Para exemplificar o caso, ela disse que se trata de um novo caso Abílio Diniz. Em 1989, o sequestro do empresário foi usado para culpar o PT e o desmentido só ocorreu após a eleição de Fernando Collor de Melo.

A denúncia foi feita durante encontro de intelectuais e pessoas ligadas à Cultura, estudantes e professores universitários e políticos, na USP, em São Paulo. 'Não vai dar tempo de explicar que não fomos nós. Por isso, espalhem.'

DILMA 13 na truculência serrista

segunda-feira, 25 de outubro de 2010

qual a melhor charge?

Não deixe de votar na enquete do site Conversa Afiada

próxima atração

A globo orgulhosamente apresenta!!!


Remake da série de maior sucesso entre os jovens da década de 80!!!
Com novos atores...

O diretor Ali Kamel escalou Serra como Lula...

Aliás um antigo desejo de Serra.

William interpretará Juba, Fátima fará Scott Zelda e o carismático personagem Bacana ficará a cargo de Indio da Costa.

a próxima baixaria

manifesto dos 5000

Manifesto em defesa da educação pública já tem 5 mil assinaturas

Para assinar o manifesto, envie e-mail para: emdefesadaeducacaopublica@gmail.com Coloque seu nome e universidade.

Lista dos que já assinaram está aqui: www.emdefesadaeducacao.wordpress.com

domingo, 24 de outubro de 2010

farsa da bolinha faz diferença aumentar para 14 pontos

Extra extra - 1º dia de pesquisa de um grande instituto

sábado, 23 de outubro de 2010 - do Blog do Roberval

PESQUISA JÁ MOSTRA O EFEITO DA BOLINHA DO SERRA

Parece que a bolinha de papel jogada na cabeça do Serra e a farsa montada pelo Jornal Nacional, teve um efeito arrasador na campanha demo-tucana. Um instituto de pesquisa que está em campo nesse final de semana, já mostra que a candidata Dilma Rousseff aumentou a diferença sobre seu rival, vejam os números:

Votos Totais:
Dilma Rousseff(PT): 52%
José Serra(PSDB): 38%

Votos Válidos:
Dilma Rousseff(PT): 57%
José Serra(PSDB): 43%

Serra, Paulo Preto e o Rodoanel

a verdade sobre a bolinha de papel

sábado, 23 de outubro de 2010

PSDB é fábrica de dossiês

Em depoimento à PF, jornalista afirma que dossiê era “fogo amigo” entre tucanos

Líderes do PSDB tentavam culpar PT por quebra de sigilo de pessoas ligadas a Serra

Do R7

A quebra dos sigilos fiscais de Luiz Carlos Mendonça de Barros, Verônica Serra, Eduardo Jorge Caldas e outros tucanos, ligados ao candidato José Serra, vinha sido atribuída ao PT por líderes do PSDB. Nesta semana, porém, as apurações da Polícia Federal conduzem a um caso de investigação interna no partido por motivação política.

O jornalista Amaury Ribeiro Júnior confessou ter contratado o serviço ilícito de investigação. E em depoimentos à Polícia Federal, afirmou que um grupo ligado a José Serra procurava montar dossiê contra Aécio Neves, que à época do pedido, em dezembro de 2007, era governador de Minas Gerais e travava uma disputa interna com Serra para definir quem seria o candidato do PSDB à Presidência. LEIA MAIS

sexta-feira, 22 de outubro de 2010

Zé Fingido comete mais um crime eleitoral

Campanha de Serra é flagrada distribuindo alimentos no RS

Matéria publicada no site www.cartamaior.com.br

A Polícia Rodoviária Estadual do Rio Grande do Sul, em ação articulada com a Polícia Federal e com o Ministério Público, prendeu no final da tarde desta quinta-feira (21) um caminhão da campanha de José Serra (PSDB) e três pessoas que foram flagrados distribuindo sacolas com alimentos no bairro Cohab, município de Coxilha, próximo a Passo Fundo. Há alguns dias, um caminhão de som da campanha de Serra foi visto circulando em Passo Fundo carregando sacolas com alimentos. Militantes da campanha de Dilma Rousseff (PT) conseguiram fotografar o caminhão transportando ranchos e comunicaram a polícia e o Ministério Público Eleitoral.

Nesta quinta, o caminhão saiu do comitê central da campanha de Serra em Passo Fundo e foi até Coxilha onde, no bairro Cohab, distribuiu cerca de 30 sacolas de alimentos. Tudo foi devidamente fotografado. No retorno a Passo Fundo, o caminhão acabou sendo parado em um posto de pedágio e foi apreendido, ainda carregando sacolas com alimentos. Três pessoas foram detidas e encaminhadas à Polícia Federal de Passo Fundo. O delegado Celso André está cuidando do caso.

O promotor eleitoral Paulo Cirne recebeu a denúncia de que um caminhão estaria percorrendo a periferia de Coxilha, distribuindo alimentos. Junto com a sacola de alimentos, os beneficiados estariam recebendo uma bandeira da campanha de José Serra. Paulo Cirne alertou para o posto do Comando Rodoviário da Brigada Militar que interceptou o caminhão carregado ainda com várias sacolas de alimentos.

Dois dos detidos admitiram à Polícia Federal que distribuíram alimentos com fins eleitorais. O terceiro disse que só falará em juízo.

estudantes com Dilma

O Lula continua bombando popularidade

Aprovação ao governo Lula bate novo recorde, indica pesquisa

Dilma cresce entre quem avalia positivamente o presidente

Do R7

O governo do presidente Luis Inácio Lula da Silva atingiu a maior marca de aprovação nesta semana, chegando a 82%. A taxa é a mais alta já levantada pelo Instituto Datafolha, desde 1985.

Apenas 3% dos brasileiros avaliaram o governo como ruim ou péssimo e 14% o classificaram como regular.

A pesquisa ouviu 4.037 eleitores em 243 municípios no dia 21 de outubro. A margem de erro é 2 pontos percentuais. O levantamento foi registrado no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) sob o número 36.535/2010.

Na última pesquisa, divulgada em 15 de outubro, 81% dos entrevistados consideram a gestão do petista ótima ou boa, ante os 78% de ótimo/bom obtidos na semana anterior.

Dilma cresce entre os Marineiros

Preferência por Dilma cresce entre quem votou em Marina, diz pesquisa

Audiência de propagandas eleitorais subiu esta semana

Do R7

A pesquisa Datafolha, divulgada nesta sexta-feira (22), indica que a preferência por Dilma Rousseff (PT) cresceu entre os eleitores de Marina Silva (PV), a terceira colocada no primeiro turno. A petista cresceu oito pontos nesse grupo, passando de 23% para 31%.

No entanto, a candidata continua atrás de José Serra (PSDB) entre os eleitores de Marina. O tucano perdeu cinco pontos, caindo de 51% para 46%.

De acordo com o instituto, 89% dos eleitores se dizem decididos sobre em quem votar no segundo turno. Apenas 10% cogitam mudar de opinião.

A pesquisa mostra Dilma com 56% dos votos válidos – quando brancos e nulos são excluídos – e Serra, com 44%. A margem de erro da pesquisa é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos.

Horário eleitoral

O Datafolha detectou que a audiência dos comerciais dos candidatos na TV subiu nesta semana. 63% dos eleitores afirmam terem assistido à propaganda. Na semana anterior, o índice era de 52%. O Sul registra o maior número de telespectadores dos programas (71%).

O programa de Dilma continua sendo o melhor avaliado por eleitores, com 54% de aprovação. O de Serra é considerado ótimo ou bom por 48%.

TV Globolinha de papel

TV Globo, a vergonha do país, contratou perito em bolinha de papel

22 de Outubro de 2010, por OndaVermelha

Globo virou alvo de deboche em todo o país. Ferimento em Serra não deixou marca, mas TV insiste em dizer que foi uma bola de aço que atingiu Zé Pedágio

Fonte: http://dilmanarede.com.br/paulosoares/historiamusicaesociedade/tv-globo-a-vergonha-do-pais-contratou-perito-em-bolinha-de-papel

MST com Dilma

Vamos eleger Dilma Rousseff presidenta do Brasil

Do Letraviva MST - 15 de outubro de 2010

No início do processo eleitoral deste ano, os movimentos sociais e a Via Campesina Brasil tomaram a decisão política de empenhar esforços para eleger o maior número possível de parlamentares e governadores identificados com as bandeiras populares da classe trabalhadora, com o aprofundamento da democracia e soberania brasileira e com políticas que combatam a concentração da propriedade e da renda em nosso país.

Quanto à eleição presidencial, as organizações populares que compõem a Via Campesina decidiram lutar para que não houvesse a vitória eleitoral de uma proposta neoliberal, representando pela candidatura do tucano José Serra.

Passando o primeiro turno dessa campanha eleitoral, realizado em 3 de outubro, queremos, com este comunicado ao povo brasileiro, manifestar nossa decisão política frente às eleições deste ano. LEIA MAIS

Datafolha: Dima cresce, Zé Fingido encolhe

Datafolha: Dilma soma 50% das intenções de voto e Serra tem 40%

Considerando apenas os votos válidos (sem brancos e nulos), Dilma tem 56% contra 44% de Serra.

Terra - 22 de outubro de 2010 • 02h25 • atualizado às 03h50

A candidata do PT à presidência da República, Dilma Rousseff, lidera a disputa do segundo turno contra seu adversário, José Serra, do PSDB, de acordo com pesquisa do Datafolha divulgada nesta sexta-feira (22) pelo jornal Folha de S. Paulo. Dilma soma 50% das intenções de voto, enquanto José Serra tem 40%. Os votos brancos e nulos são 4% e não souberam ou não opinaram, 6%;

Considerando apenas os votos válidos (sem brancos e nulos), Dilma tem 56% contra 44% de Serra. A margem de erro da pesquisa é de dois pontos porcentuais.

Na última pesquisa Datafolha, divulgada no último dia 15 de outubro, a petista aparecia com 47% das intenções de voto contra 41% de Serra. Nos votos válidos, Dilma somava 54% e o tucano, 46%.

Encomendada pelo jornal Folha de S. Paulo e pela Rede Globo, a pesquisa foi realizada no dia 21 de outubro, com 4.037 entrevistados em todo País, e registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) em 16 de outubro de 2010, sob o número 36.536/2010.

mais baixarias dos tucanos na internet

Spam atribui ao Terra notícia falsa sobre cassação de Dilma

Terra - 21 de outubro de 2010 • 21h19


Um spam, e-mail anônimo distribuído de forma descontrolada pela internet, atribui ao Terra uma notícia falsa sobre uma eventual cassação da candidatura de Dilma Rousseff. A mensagem, propagada no início da semana, traz em seu cabeçalho elementos que remetem à cobertura eleitoral do Terra.

A mensagem tem um conteúdo confuso e mal escrito e afirma que irregularidades na campanha petista à presidência ocasionariam a cassação de Dilma. Tecnicamente, a mensagem não oferece nenhum risco ao computador do usuário, além da desinformação de caráter político.

neste sábado tem Dilma em Diadema

Confirmado: Dilma neste sábado no ABCD

A atividade será neste sábado (23/10) em Diadema as 9:00 horas

Esta será a quarta vez nesta campanha com a presença da candidata do PT a presidência Dilma Rousseff.

A atividade exigirá uma grande a mobilização da região para receber a próxima presidenta do Brasil.




Serviço:


Caminhada em Diadema com Dilma

Dia: 23/10 quarta feira - sábado as 9:00

A concentração será próximo ao Redondão do Rosinha - Centro - Diadema

Obs. O Redondão do Rosinha fica na Av. São José

A caminhada irá até a Praça da Moça.

Mais informações:

Josa – Presidente do PT Diadema

11 7335-9912

Humberto Tobé – Coordenador da Macro ABC

11 9502-0819

quinta-feira, 21 de outubro de 2010

quem é que manda aqui?

Serra obriga Globo a ir a hospital e sustentar farsa da agressão

A farsa da suposta “agressão de militantes petistas” ao candidato à Presidência José Serra (PSDB) contou, nesta quarta-feira (20), com a mãozinha da TV Globo. É o que informa, em seu blog, o deputado federal Brizola Neto (PDT-RJ).

Por André Cintra - Vermelho

Ao chegar ao Hospital Samaritano, no Rio de Janeiro (SP) — após ser atingido por uma bolinha de papel e iniciar uma patética encenação —, Serra cobrou a presença da emissora da família Marinho. Conforme o relado de Brizola Neto, o tucano viu que não havia veículo nenhum da grande mídia à porta do hospital para sustentar o embuste.

Irritado, o candidato do PSDB “voltou e um telefonema foi disparado para a TV Globo, exigindo a presença de um repórter e cinegrafista. Às pressas, foi mandado o repórter Helder Duarte, que, como pode ser visto no vídeo postado no Jornal da Globo, segurava o único microfone na entrevista onde Serra fala de suas ‘convicções democráticas’”.

Brizola Neto também cobra pronta apuração do episódio. “Porque ninguém pode ser agredido impunemente. Nem um candidato a presidente, nem milhões de brasileiros, atingidos na cabeça com uma versão fantasiosa dos fatos capaz de provocar muito mais estragos que uma bolinha de papel.”

Para azar de Serra, o médico Jacob Kligerman — que lhe fez até ressonância magnética — foi a público para informar que não encontrou lesão alguma, mas recomendou um dia de descanso. Será que o precavido Serra, em queda nas pesquisas, ficará mesmo um dia parado em casa e perderá sua aparição diária no Jornal Nacional?

Lula chama o Zé Fingido na xinxa

Agressão a Serra foi "farsa", diz Lula

Lula classifica agressão a Serra de 'mentira descarada'

O presidente comparou o candidato tucano ao ex-goleiro Roberto Rojas, que em 1989 fingiu ter sido atingido por um foguete

Agência Estado | 21/10/2010 16:31

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi contundente nas críticas ao candidato do PSDB à Presidência da República, José Serra, em rápida entrevista coletiva após a inauguração do dique seco de Rio Grande (RS). Sobre a suposta agressão sofrida pelo tucano, ontem, durante caminhada no centro no Rio de Janeiro, Lula chegou a usar os termos "mentira descarada" para classificar o ocorrido.

Para Lula, o episódio "deixou o dia de ontem marcado como o dia da farsa, o dia da mentira".

O presidente disse ter visto imagens das redes Record e SBT. Segundo ele, Serra foi atingido por uma bolinha de papel e seguiu caminhando por mais 20 minutos, quando recebeu um telefonema "de algum assessor da publicidade da campanha que o sugeriu para parar de caminhar e por a mão na cabeça para criar um factoide".

Lula comparou ainda o candidato tucano ao ex-goleiro Roberto Rojas, que em 1989 fingiu ter sido atingido por um foguete no Maracanã, suspendendo a partida entre Brasil e Chile pelas eliminatórias. Após uma câmera da Rede Globo ter flagrado que o foguete não acertou o atleta, o Chile foi desclassificado das eliminatórias e suspenso da edição seguinte.

comunique as baixarias contra a Dilma

Campanha de Dilma tem central para desmentir e denunciar boatos

Por: Karen Marchetti (karen@abcdmaior.com.br)


Medida é para tentar encontrar os possíveis responsáveis pelas inverdades

A campanha da candidata à Presidência da República Dilma Rousseff (PT) criou uma central para desmentir e denunciar os boatos que criam em torno de sua candidatura. Os eleitores que receber telefonemas, emails pode entrar em contato com a direção de campanha por email (espalheaverdade@dilmanarede.com.br) ou denunciar no site oficial. (Clique aqui).

A medida é para tentar encontrar os possíveis responsáveis pelas inverdades. De acordo com o site da postulante, qualquer pessoa pode conferir se o boato recebido é verdade ou é mentira e denunciar novas as acusações.

o vai e volta das mentiras da Folha

PF desmente Folha sobre quebra de sigilo

Por: Redação ABCD Maior

Folha.com já admite que briga interna do PSDB foi a origem de obtenção de informações sigilosas

A PF (Polícia Federal) negou nesta quarta-feira (20/10) que os dados sigilosos de dirigentes tucanos e familiares de José Serra (PSDB) tenham sido utilizadas pelo comitê de campanha de Dilma Rousseff (PT). As informações foram obtidas pelo jornalista Amaury Júnior. Na edição desta quarta, o jornal Folha de S. Paulo afirmou em manchete que a PF teria feita a ligação dos dados obtidos por Amaury com a campanha da candidata petista. Em matéria veiculada na tarde desta quarta no portal Folha.Com, ligado ao jornal, é veiculada a informação de que Amaury declarou que obteve os dados sigilosos para o Jornal O Estado de Minas, a mando do ex-governador Aécio Neves, que na época se sentia ameaçado por Serra, com quem disputada a indicação para concorrer à Presidência da República pelo PSDB. LEIA MAIS

o premio Oscar de chumbo para o Zé Fingido

Bolinha de papel atingiu Serra... Mas por que ele foi parar no hospital?



Do rescaldo a visita de Serra ao bairro de Campo Grande, no Rio de Janeiro, sobra:

1) Reportagem do SBT registrou um objeto pequeno parecido com uma bolinha de papel que atingiu Serra. Pelo comportamento dele, de olhar para o chão a procura, e não levar a mão na cabeça, parece de fato ser uma bolinha de papel, ou algo semelhante, inofensivo.

2) O que ficou feio para os dois lados, não foi a bolinha de papel. Foi a briga entre seguranças de Serra e militantes do PT. Apesar das provocações, e dos seguranças de Serra claramente terem começado a rasgar os cartazes, é sempre bom recusar estas provocações. Brigas só nas idéias.

3) O protesto contra Serra começou com mata-mosquitos (milhares de ex-funcionários da FUNASA, demitidos irresponsavelmente, em plena epidemia de dengue, por José Serra, quando era Ministro da Saúde). Desde 2002, sempre que Serra vem ao Rio e encontra esse grupo, sempre houve protestos, sem violência. Os seguranças de Serra não poderiam rasgar cartazes de quem estava manifestando. A rua é pública.

4) Após a bolinha, Serra entrou na VAN, e voltou a caminhar após 20 minutos. É sinal de que não estava ferido, nem se sentindo mal.

5) Em seguida, recebeu um telefonema, levou a mão na cabeça, interrompeu a caminhada e foi ao hospital. Seria esse telefonema do marqueteiro, para simular estar ferido?

6) Se não foi uma armação do marqueteiro, então o caso é grave. Não foi a bolinha de papel que o levou a fazer uma tomografia, cancelar agenda em locais fechados (seguros), e voltar a São Paulo. Algum piripaque ele deve ter tido, e está escondendo.

do Amigos do Presidente Lula

quarta-feira, 20 de outubro de 2010

esta ficou apertada: vamos continuar disputando voto a voto

CNT/Sensus: Dilma tem 52,8% dos votos contra 47,2% de Serra

20 de outubro de 2010 • 20h45 • atualizado às 21h20

Claudia Andrade - Laryssa Borges - Direto de Brasília


Pesquisa do Instituto Sensus encomendada pela Confederação Nacional do Transporte (CNT) divulgada na noite desta quarta-feira (20) mostra a candidata do PT à presidência da República, Dilma Rousseff, com 52,8% de votos válidos, contra 47,2% do tucano José Serra. O cenário desconta os eleitores indecisos e aqueles que disseram que votariam em branco ou anulariam o voto no dia 31 de outubro.

No caso de ambos os presidenciáveis, houve variação de votos dentro da margem de erro, com Dilma ampliando de 52,3% na última semana para 52,8% no atual levantamento, ao passo que o ex-governador de São Paulo, José Serra, passa de 47,7% para 47,2%. LEIA MAIS

juristas e intelectuais com Dilma

Em São Paulo, juristas e intelectuais lançam manifesto de apoio a Dilma

Cerca de mil pessoas acompanharam o lançamento do manifesto de apoio à candidatura de Dilma Rousseff, no TUCA/PUC-SP.
Por André Rossi - [20 de outubro de 2010 - 02h40]

Por volta das 18h15 desta terça-feira as escadarias do TUCA, lendário teatro da PUC-SP, palco da resistência contra o regime militar, estavam movimentadas, mas não repletas. A militância partidária de PT e PMDB estavam presentes, com faixas, bandeiras e materiais de campanha. Havia também representantes dos movimentos sociais, como o MST, que horas mais tarde aumentou com a chegada de outros companheiros na luta pela distribuição da terra. Estudantes e professores também compareceram, além de juristas, jornalistas, economistas, sociólogos...

No auditório, a movimentação era grande. Ao som de sambas de Chico Buarque, os presentes disputavam assentos para assistir ao lançamento do manifesto de intelectuais e juristas de apoio à candidatura de Dilma Rousseff à presidência da República. No palco, várias cadeiras e uma bancada, que seriam ocupadas por personalidades da coligação “Para o Brasil Seguir Mudando” e por professores e intelectuais. LEIA MAIS

e a merda vai se avizinhando

Mensalão do DEM chega ao coordenador de campanha de Serra

Carta Capital aponta que presidente do PSDB é o principal citado em vídeo apreendido pela PF durante a Caixa de Pandora; Revista sustenta que caso foi abafado pela campanha tucana

Por: Redação da Rede Brasil Atual - Publicado em 17/10/2010, 16:15

São Paulo – As investigações que revelaram o esquema conhecido como Mensalão do DEM continuam a pleno vapor e chegaram ao presidente do PSDB, Sérgio Guerra, também coordenador da campanha de José Serra à Presidência da República.

A análise de um dos CDs apreendidos pela Polícia Federal durante a Operação Caixa de Pandora coloca em cena os nomes de Guerra e do senador Agripino Maia, do DEM do Rio Grande do Norte. Os dois e o ex-governador do Distrito Federal, Joaquim Roriz, eram os políticos que mais recebiam ligações de uma funcionária da empresa de coleta de lixo que comandava a arrecadação e a distribuição ilegal de recursos. Essa funcionária, identificada como Dominga, era quem coordenava os trabalhos de Eduardo Badra, ex-diretor da Qualix e mentor do crime. De acordo com reportagem da Carta Capital desta semana. LEIA MAIS

mais apoio para Dilma

Grande manifestação contra o retrocesso Fonte: Imprensa CUT-RJ

Centrais sindicais, movimentos sociais e estudantes vão às ruas, dia 21/10, a partir das 15h, na Candelária, em defesa do emprego, dos direitos, do patrimônio público e da soberania nacional.

Da Candelária, os manifestantes seguem em passeata pela Avenida Rio Branco até a sede da Petrobrás, onde promovem um abraço à empresa. Está confirmada a presença do presidente nacional da CUT, Artur Henrique.

O ato tem o objetivo de deixar claro que o Brasil não pretende voltar atrás. Não quer que voltem ao poder aqueles que venderam o patrimônio público, arrocharam os salários, se submeteram ao FMI, provocaram um desemprego crescente e criminalizaram os movimentos sociais.

Agora que o Brasil está virando esta página de sua história, através do projeto democrático-popular em curso no país há quase oito anos, a aliança demotucana liderada por José Serra se constitui numa ameaça ao Bolsa Família, ao Programa Minha Casa, Minha Vida e à riqueza do pré-sal, verdadeiro passaporte para o futuro do povo brasileiro.

Dia 21, portanto, é dia de, em nome do nosso compromisso com o Brasil, gritarmos em alto e bom som: eles não voltarão.

Serra toma doze pontos na cabeça

Pesquisa mostra Dilma Rousseff 12 pontos à frente de José Serra

Ibope aponta petista com 56%, contra 44% do candidato tucano

Do R7

A candidata do PT à Presidência, Dilma Rousseff, aparece 12 pontos à frente de José Serra (PSDB) na disputa do segundo turno. Pesquisa Ibope divulgada nesta quarta-feira (20) mostra a petista com 56% dos votos válidos, contra 44% do candidato tucano. Neste cenário, brancos e nulos são descartados. Com o resultado, Dilma seria eleita presidente.

Na sondagem geral, Dilma aparece com 51%, Serra tem 40%. Brancos e nulos somam 5% e indecisos chegam a 4%, de acordo com o Ibope. O segundo turno será no dia 31 de outubro.

A última pesquisa de intenção de voto para a Presidência foi divulgada nesta terça-feira (19) e mostrou Dilma 14 pontos à frente de Serra. O Vox Populi apontou que a petista tem 57% dos votos válidos, contra 43% de Serra.

A sondagem divulgada hoje foi encomendada pelo jornal O Estado de S. Paulo e pela Rede Globo. O Ibope ouviu 3.010 eleitores dos dias 17 a 20 de outubro. O registro no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) foi feito no dia 15 de outubro com o número 36.476/2010.

a nova onda de baixaria do Serra

PF investiga ações de telemarketing contra Dilma Rousseff

Jorge Seadi - sul 21

A Polícia Federal investiga ações de telemarketing contra a candidata à presidência Dilma Rousseff. A informação é do presidente Lula, agora a pouco, em Brasília. O presidente ressaltou que a atual é “a campanha mais baixa que já viu na vida”.

O presidente falou durante evento que aconteceu no Palácio do Planalto, na apresentação do carro elétrico da Mitsubishi que será fabricado no Brasil.

Sobre o tom agressivo da campanha, o presidente disse que agressividade na política e no discurso “fazem parte”, mas o que está havendo agora é “baixaria”. O presidente Lula enfatizou que “o que se fala de Dilma é uma coisa impensável; eu que fui candidato, fui difamado, mas nunca ouvi 10% do que uma parte dos tucanos estão agora dizendo da Dilma”, completou o presidente.

E completou declarando que se querem fazer campanha assim que o façam, “mas a Dilma vai ganhar porque ela representa a continuidade de um governo que fez o Brasil ser mais admirado, mais respeitado, que gerou mais empregos, investiu em educação, em ciência e tecnologia, aumentou o salário, melhorou a qualidade de vida “

Perguntado se as acusações não estavam acontecendo dos dois lados, o presidente não respondeu. Ele ainda criticou as propostas do candidato José Serra na área econômica porque ele “não vai cumpri-las”.

Ribeirão Pires com Dilma

Partidos de R.Pires anunciam Frente Pró-Dilma

Por: Fabíola Andrade (fabiola@abcdmaior.com.br)

O primeiro ato do grupo será nesta quinta-feira (21/10) às 17h na Rodoviária antiga da cidade

Partidos políticos de Ribeirão Pires se reuniram na tarde desta quarta-feira (20/10) no restaurante Canoa Quebrada, região central da cidade, para declarar apoio à campanha de Dilma Rousseff (PT) à Presidência da República. Além do PT, participaram do encontro lideranças do PC do B, PT do B, PRTB, PP, PTC e PMDB, e representantes do Sindicato dos Metalúrgicos de Ribeirão.

“O projeto que defendemos não é de um partido político e sim do país. Nosso trabalho deve ser em conjunto. Agora, devemos levar a mobilização e a força para dentro dos partidos e levantar as bandeiras para mobilizar Ribeirão Pires”, afirmou Antonio Carlos Pereira de Souza, o Carlão, presidente do PT de Ribeirão.

Donata Januário Rosa, presidente do PT do B da cidade, acredita que a união dos partidos deve abrir a discussão sobre comparação entre os dois governos. “Mais importante que o trabalho na rua é ressaltarmos o trabalho em equipe e em nossos redutos políticos”. LEIA MAIS

Serra matador

zé baixaria é atingido na cabeça por factóide

filha de Chico Mendes com Dilma

deputados do PV com Dilma

Dilma recebe apoio de parlamentares do PV e promete cumprir metas de redução de desmatamento

Marcos Chagas - Da Agência Brasil em Brasília

O ato público em defesa do meio ambiente do qual participou hoje (20) a candidata do PT à Presidência, Dilma Rousseff, serviu para demonstrar o apoio de deputado federais, estaduais e de dirigentes do Partido Verde à petista neste segundo turno das eleições. Entre eles está o ex-coordenador da campanha de Marina Silva, no primeiro turno, Pedro Ivo. Também aderiram à campanha de Dilma, eleitores emblemáticos da senadora, como Ângela Mendes, filha do ambientalista Chico Mendes.

Dilma reafirmou compromissos na área ambiental, como o acordo assumido pelo Brasil na COP 15 em Copenhague de redução da emissão de gases de efeito estufa, entre 36,1% e 39,9% até 2020, além de diminuir o desmatamento na Amazônia. “Nossa posição na COP 15 foi das mais avançadas. Não olhamos para os outros países para decidir o que fazer. Assumimos uma posição baseada na expectativa do nosso povo.” LEIA MAIS

Dima vencendo em Minas

Petrobrax: pra qum ainda duvida, eis aqui a prova

ah ta...

Campanha do Serra diz que vai abandonar tema aborto depois que Monica foi denunciada

20 de outubro de 2010

O comando da campanha de José Serra (PSDB) avalia que houve uma perda de fôlego nos últimos dias e estuda como manter a candidatura em ascensão.

Um reflexo disso foi o abandono do tema do aborto criado por José Serra e de questões religiosas pelo tucano, que, ainda no fim do primeiro turno, foi fator que contribuiu para sua chegada ao segundo turno.

O tema, contudo, já começa a ser visto com potencial negativo pelo PSDB, especialmente depois que a mulher de Serra, Monica, acabou incluída no noticiário, após o relato, feito por uma ex-aluna sua, de que ela havia feito um aborto no exílio no Chile.

No último debate, na RedeTV!, o tema foi escanteado pelos dois lados e deixou de aparecer no programa de TV.

PESQUISA

Ontem, o partido demonstrou publicamente uma contrariedade em grau ainda não manifestado em relação a uma pesquisa do Vox Populi que apontou crescimento da vantagem de Dilma Rousseff (PT) sobre o tucano, após uma onda positiva para Serra desde o primeiro turno.

A pesquisa deu início a um procedimento raro na campanha de Serra. O presidente do PSDB e coordenador da campanha, Sérgio Guerra, decidiu conceder entrevista coletiva com o objetivo de desqualificar o instituto e os números da pesquisa, que apontam ampliação da vantagem de Dilma sobre Serra.

Guerra fez um pronunciamento de nove minutos recheado de duros ataques ao instituto. Apesar das críticas, ele não anunciou nenhuma medida judicial em relação à pesquisa ou ao instituto.

Ao fim do prounciamento, não concedeu entrevista, como previsto inicialmente (leia mais nesta página).

Um tucano também afirmou ontem que a expectativa do partido é que a próxima pesquisa Ibope, que deve ser divulgada hoje, também aponte um crescimento de Dilma, interrompendo a trajetória ascendente de Serra.

No quesito escândalos, o caso do ex-diretor de engenharia da estatal Dersa, Paulo Vieira de Souza, o Paulo Preto, responsável pelas principais obras viárias do governo Serra em São Paulo e que teria "fugido" com R$ 4 milhões destinados à campanha tucana, assumiu, para o PT, o papel que o caso Erenice Guerra teve para os tucanos no primeiro turno.

Uma das apostas dos tucanos da estratégia de usar o senador eleito por Minas Gerais , Aécio Neves (PSDB), em viagens pelo país . Entre amanhã e sexta -feira, Aécio tem agenda prevista nas regiões Centro- Oeste e Nordeste.

terça-feira, 19 de outubro de 2010

segunda-feira, 18 de outubro de 2010

domingo, 17 de outubro de 2010

PSOL com Dima

Campeão de votos do PSOL propõe “nenhum voto ao Serra”

Em conversa com a Rede Brasil Atual, Chico Alencar lembra que há grandes diferenças entre PT e PSDB, e classifica de "moralismo medieval" o trabalho da campanha de José Serra

Por: Maurício Thuswohl, especial para a Rede Brasil Atual

Rio de Janeiro - “A decisão tomada pelo PSOL, por absoluta unanimidade, foi que não é concebível sob o ponto de vista programático e da história de nosso jovem partido se afiliar à candidatura demotucana de José Serra. Nós não temos nenhuma identidade programática, de visão de mundo e de prática política com o PSDB e o DEM. Portanto, nenhum voto ao Serra”. A afirmação do deputado federal Chico Alencar, reeleito pelo Rio de Janeiro com 240,7 mil votos, reflete a postura que já havia sido antecipada nas ruas pela militância do PSOL contra a eleição do candidato tucano à Presidência, que o partido qualifica como retrocesso político no país. LEIA MAIS

um novo jogo político

vai ser hipócrita assim lá na PQP

Dom Bergonzini, o bispo de Guarulhos, combate Dilma e não combate a pedofilia

Diocese do bispo que acusa Dilma tem grave caso de pedofilia

Dom Bergonzini, o bispo de Guarulhos que mandou fazer 21 milhões de panfletos clandestinos contra Dilma com a grana dos fiéis, deveria se preocupar com sua própria Diocese, em Guarulhos. Ali, o padre Romualdo Nunes de Almeida, 43, da igreja São João Batista, é acusado de pedofilia e de manter relações homossexuais com o vendedor Diego Ferreira da Rocha, que tentou extorqui-lo. O padre ficava horas a fio em sites de relacionamentos procurando crianças e rapazes, diz o acusado.

A matéria completa sobre este caso saiu no Jornal da Tarde de novembro de 2009. O bispo até agora nada disse sobre pedofilia. Está mais preocupado em ajudar Serra com calúnias sobre Dilma.

Leia mais em: O ESQUERDOPATA

isso sim é seriedade administrativa!

Serra nomeou filha de Paulo Preto no governo de SP

José Serra, que não conhecia e agora conhece e defende o engenheiro Paulo Preto, ex-diretor do Dersa, contratou a filha do colaborador, Tatiana Arana Souza Cremonini, logo em seu primeiro mês como governador de São Paulo, na função de assistente técnica de gabinete, com salário de R$ 4.595, com gratificações. A informação estará na Folha de S.Paulo de domingo e foi adiantada pelo Terra.

Consultado pelo jornal, José Serra, por meio de sua assessoria, afirmou que “os processos de nomeação de servidores de confiança ‘são instruídos pelas secretarias responsáveis pela indicação, chegando às mãos do governador após processo de avaliação criterioso, como ocorreu nesse caso”. Serra também não respondeu à pergunta do jornal se conhecia o parentesco de Tatiana com o ex-diretor da Dersa na ocasião da nomeação.

A Secretaria de Comunicação do governo do Estado de São Paulo, por sua vez, “informou que Tatiana foi contratada por sua formação profissional e pela fluência em inglês e espanhol”. O advogado José Luís Oliveira Lima, que defende Paulo Preto, disse à Folha de S. Paulo que seu cliente comentaria a contratação da filha pelo governo do Estado, mas não retornou o contato até o fechamento da edição.

Primeiro, Serra disse que não conhecia Paulo Preto e que a história de que teria levado R$ 4 milhões de sua campanha era factóide. Depois, voltou atrás e defendeu a integridade do engenheiro. Agora, sabe-se que nomeou a filha de Paulo Preto para um cargo no governo de São Paulo. E a Isto É revelou que Paulo Preto contratou outra filha, Priscila Arana, para defender a Dersa, embora atuasse como advogada das empreiteiras contratadas pelo órgão público de São Paulo. Pelo visto, Paulo Preto é bem mais próximo a José Serra do que parecia a princípio.

o mar de lama pareçe não ter fim...

A hipocrisia nas sacristias paulistas

Gandhi quando perguntado sobre Cristo respondeu assim – “aceito o Cristo de vocês, mas não o cristianismo que praticam”.

Paulo Ogawa, contador de uma gráfica no bairro Cambuci, região sudeste da capital paulista disse ao site UOL que os panfletos que estavam sendo impressos ali contra a candidata Dilma Roussef foram encomendados pelo bispo de Guarulhos, D. Luís Gonzaga Bergonzini.

Os prospectos são idênticos aos distribuídos em Aparecida no dia 12 e Contagem, em Minas Gerais. O ponto principal dos panfletos é a crítica à descriminalização do aborto.

A notícia foi divulgada no site do UOL – do grupo que edita FOLHA DE SÃO PAULO.

A colunista Mônica Bergamo, também da FOLHA DE SÃO PAULO, revela que “o discurso do candidato à Presidência José Serra (PSDB), de que é contra o aborto por valores cristãos, que impedem a interrupção da gravidez, em quaisquer circunstâncias, é questionado por ex-alunas de sua mulher Mônica Serra. Num evento no Rio, há um mês a psicóloga teria dito a um evangélico, segundo a Agência Estado, que a candidata Dilma Roussef (PT), que já defendeu a descriminalização do aborto é a favor de matar criancinhas”.

“Segundo relato feito à Folha por ex-alunas de Mônica no curso de dança da Unicamp (Universidade Estadual de Campinas) a então professora lhes contou em uma aula, em 1992, que fez um aborto quando estava no exílio com o marido”.

A colunista revela ainda que “a Folha tentou falar com Mônica Serra durante dois dias para comentar o relato das ex-alunas, sem sucesso”.

“Quando engravidou, teria relatado Monica à então aluna, o casal se viu numa situação muito vulnerável. "Ela não confessou. Ela contou", diz Sheila Canevacci. "Não sou uma pessoa denunciando coisas. Mas [ela é] uma pessoa pública, que fala em público que é contra o aborto, é errado. Ela tem uma responsabilidade ética.”

Seria um equívoco julgar a atitude de Mônica Serra no caso do aborto. É um tema delicado, complexo e as responsabilidades de uma decisão dessas, no caso da mulher de José FHC Serra, são dela e dele.

Ao contrário, não é um equívoco chamar Mônica Serra de mentirosa e destituída de respeito por si própria, a partir das declarações que fez no Rio sobre Dilma Roussef. Ou ao candidato José FHC Serra, seu marido, de mentiroso e hipócrita ao defender uma idéia que não é a sua, mas presta-se apenas a fins eleitorais.

O Brasil, com certeza, não quer um presidente mentiroso. José FHC Serra é mentiroso. Pior que isso, é cínico, parte do princípio que o fim justifica os meios, ou seja, faz qualquer coisa, ele e sua mulher, para alcançar o poder.

Como fica o bispo de Guarulhos nessa história toda?

De onde saiu o dinheiro para imprimir um milhão de prospectos no primeiro turno e mais um milhão no segundo turno, como revela o contador da gráfica (que aliás recusou parte da encomenda por não ter capacidade para atender o pedido no prazo exigido pelo bispo)?

Resultado da contribuição de fiéis para obras sociais, ou outras da Igreja, ou das igrejas sob a responsabilidade de D. Luís Gonzaga?

Por que de tal atitude se a CNBB – Conferência Nacional dos Bispos do Brasil – em nota reiterada em diversas oportunidades condenou esse tipo de decisão?

Seria equivocado chamar o bispo de mentiroso? De cínico? De partidário? De usar o dinheiro de sua diocese para fins outros que não os anunciados? Nesse caso o bispo é honesto?

É claro que não. Nem o candidato José FHC Serra, nem sua mulher Mônica Serra, muito menos o bispo D. Luís Gonzaga.

Mentem, são hipócritas ao usar a religião e a fé do povo como instrumentos para alcançar objetivos eleitorais, ludibriam, enganam.

Qual o propósito do bispo de Guarulhos? Consciente, não é um idiota, que está mentindo, está enganando fiéis?

Usando a Igreja como disfarce para atividades no mínimo equivocadas, na verdade, criminosa.

O que há por trás de todo esse revoltante cinismo?

Quais interesses o bispo representa? Por que o candidato José FHC Serra é apoiado por um bispo num tema em que ilude a boa fé das pessoas? Por que Mônica Serra usou de um expediente tão baixo quando disse no Rio que Dilma “mata criancinhas”.

E ela?

Há algo mais que hipocrisia nas sacristias paulistas. Há corrupção. Há fascismo. Há um sórdido e mentiroso complô que nada tem a ver com fé, mas com interesses subalternos, mesquinhos, criminosos, tanto do bispo, como do candidato e sua mulher.

Não basta uma nota da CNBB sobre o assunto. Há um bispo mentiroso, usando a Igreja para fins outros que não os que lhe dão sentido.

Há um candidato e sua mulher que não mostram o menor respeito pelos brasileiros, por fiéis católicos, na mentira e no engodo de tentar o voto de qualquer forma.

D. Luís Gonzaga integra um braço da CNBB chamado de CNBB Regional Sul. É presidida por outro bispo, o de Santo André, D. Nelson Westrupp e o panfleto contendo a mentira está publicado no site da regional da CNBB.

Como escrevi acima não se pode julgar Mônica Serra pelo aborto. Quem presta contas de suas atitudes é ela. Mas perde ela o direito de falar o que tem falado e seu marido de defender o que tem defendido, até porque, o fato só veio a público através de uma terceira pessoa, terceiras, aliás, são ex-alunas dela. Por eles, na intenção que se mostra dolosa, criminosa, teria ficado oculto.

São uma espécie de resto podre da espécie humana. Não mostram respeito por nada que não seja a ambição política que nutrem. Para alcançar seus objetivos jogam foram vestígios de dignidade, todos eles, se transformam em pústulas lato senso.

Há alguns anos atrás ouvi que a Igreja Católica Romana sobrevivia há dois mil anos montada em princípios éticos que, malgrados erros confessos – a Inquisição, por exemplo – lhe davam força e presença entre os cristãos.

Há cerca de trinta anos existe um processo de desmonte da Igreja na ação de bispos como esses.

Saem figuras grandiosas como Hélder Câmara, Leonardo Boff, D. Demétrio, tantos que tombaram vítimas da brutalidade da ditadura militar, entram bispos destituídos de honra e respeito que com certeza não têm nada a ver com a cruz de Cristo.

Carregam a suástica, a mentira e em seus bolsos o dinheiro de fiéis ludibriados em sua fé. Se não existir outro dinheiro, o do caixa dois do engenheiro Paulo, o tal do apartamento de milhões que comprou por trezentos mil.

Gandhi quando perguntado sobre Cristo respondeu assim – “aceito o Cristo de vocês, mas não o cristianismo que praticam”.

Esses bispos, José FHC Serra e Mônica Serra são repugnantes.

A CNBB deve mais que uma nota desautorizando os bispos da Regional Sul.

É caso de Polícia.

Por Laerte Braga

fora com os padrecos da maracutaia!

Todos unidos contra Serra, PSDB e padres maracuteiros

17 de outubro de 2010

PT entra com ação para impedir distribuição de panfletos contra sua candidata

Partido dos Trabalhadores (PT), representado pelo escritório Bottini & Tamasauskas Advogados, entrou ontem, com representação no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para tentar impedir a distribuição de material contra a candidata Dilma Rousseff.

A representação, segundo o advogado Pierpaolo Cruz Bottini, pede a busca e apreensão do material produzido pela Editora e Gráfica Pana, instalada no Bairro do Cambuci, em São Paulo. Segundo o advogado, caso o juiz acate o pedido, os panfletos serão apreendidos pela Polícia Militar, para posterior avaliação acerca de sua legalidade.

Para evitar a distribuição do material, militantes do PT prometem fazer campana em frente à gráfica. Mas até o início da noite de ontem, não havia qualquer decisão judicial para impedir o transporte dos panfletos.

O escritório de advocacia que assessora o PT na campanha política também apresentou queixa formal no 5º Distrito Policial da capital paulista. Segundo o delegado de plantão, Alfredo Jang, o boletim de ocorrência lavrado na tarde de ontem, a pedido da advogada Ana Fernanda Ayres, também do Bottini & Tamasauskas Advogados, tinha como finalidade apenas o registro da denúncia. Segundo a advogada, o documento propõe a averiguação de crime eleitoral e propaganda eleitoral.

A PEDIDO DO BISPO

A advogada argumentou que o panfleto não possui o CNPJ do autor, o que caracterizaria crime eleitoral, passível de apreensão do material. Paulo Ogawa, pai de Alexandre Takeshi Ogawa, proprietário da gráfica, estava presente no local, ontem à tarde, e disse que não havia qualquer sinalização de que o conteúdo tivesse cunho eleitoral, por isso não haveria irregularidade em sua impressão.

Segundo Ogawa, a gráfica produziu cerca de 2,1 milhões de panfletos, dos quais 1 milhão de unidades ainda estavam no local - o 1,1 milhão restante foi distribuído antes do 1º turno. A encomenda foi feita por Kelmon Luis, a pedido do bispo da Diocese de Guarulhos (SP), Dom Luiz Gonzaga Bergonzini. Ogawa informou que, inicialmente, a gráfica fora consultada a respeito da possibilidade de impressão de 20 milhões de unidades do material.