terça-feira, 30 de novembro de 2010

PLR dos Metalúrgicos do ABC injeta R$ 390 milhões na economia da região
Valor é o dobro da inflação e 11% maior que o de 2008, ano em que o setor bateu recordes de produção e vendas
Escrito por: Sindicato dos Metalúrgicos do ABC

O Sindicato dos Metalúrgicos do ABC conquistou um total de R$ 390 milhões em acordos de PLR (Participação nos Lucros e Resultados) neste ano. O crescimento foi de 11% em relação ao valor conquistado em 2008, ano em que o setor automotivo bateu recordes de produção e vendas no País. Em 2008, os acordos de PLR injetaram total de R$ 351 milhões na economia da Região. Os acordos foram fechados em 201 empresas da base, que empregam quase 70% da categoria, que tem hoje 102 mil trabalhadores.

A comparação não foi feita com 2009 - quando houve queda no total de PLR - porque o ano foi atípico em consequência da crise econômica internacional, que atingiu de formas diferentes as negociações e os acordos. Na Volkswagen, por exemplo, o Sindicato conseguiu acordar em 2009 uma PLR 17% maior que a de 2008, mas em outras empresas da base houve redução. Os resultados de 2010 comprovam a recuperação do setor.
1ª Mostra de Saúde reúne cerca de mil pessoas no Cenforpe
Ana Paula Dante - da redação Portal PMSBC

O prefeito de São Bernardo do Campo participou nesta segunda-feira (29/11) da abertura da 1º Mostra da Saúde: A produção do conhecimento no SUS, que abordou temas ligados à Atenção à Saúde, Vigilância em Saúde, Gestão em Saúde, Controle Social e Educação em Saúde. O evento foi realizado no Centro de Formação de Professores (Cenforpe) e contou com a presença de cerca de mil pessoas. A programação se estende até esta terça-feira (30/11), das 8h às 19h, e a entrada é gratuita. LEIA MAIS
Prefeito expulso do PPS por apoiar Dilma deve ir para o PT
Depois de se dedicar corajosamente à campanha de Dilma Rousseff à Presidência e de Aloizio Mercadante ao governo paulista, o prefeito de Jaguariúna (SP), Gustavo Reis, foi expulso do PPS na tarde desta segunda-feira (29). Seu destino mais provável é o PT, conforme apurou o Vermelho. Mas o anúncio de nova filiação deve ocorrer apenas em 2011.
Por André Cintra

A decisão de desligar Reis do PPS por "questão da fidelidade partidária" foi tomada pelo Diretório Nacional do partido, à revelia da direção estadual — que defendia o prefeito. Em comunicado que formalizou a expulsão, o PPS diz passar por “amplo processo de reestruturação”, após péssimo desempenho eleitoral. O mesmo documento, de forma contraditória, ressalta a necessidade de fortalecer a "democracia interna" — mas traz a promessa de atropelar “atuais debilidades orgânicas". LEIA MAIS
O império está nu: WikiLeaks e a face suja da diplomacia dos EUA
Com a revelação de mais de 250 mil novos documentos sobre as atividades de espionagem dos Estados Unidos em todo o planeta neste domingo (28), o site WikiLeaks mostra a face verdadeira da diplomacia estadunidense, que trabalha com o objetivo de prolongar o domínio imperial sobre o planeta.
Os 250 mil documentos foram divulgados por vários jornais internacionais e mostraram que os Estados Unidos espionaram dezenas de nações, fizeram planos de mudança de governo e ataques contra nações soberanas e também espionaram o secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU). LEIA MAIS
PPS expulsa prefeito que apoiou Dilma
Por: Redação
Gustavo Reis, de Jaguariúna, disse que não teve direito à defesa no processo
O prefeito de Jaguariúna, no Interior de São Paulo, Gustavo Reis, foi expulso do PPS por apoiar a então candidata do PT, Dilma Rousseff, na corrida presidencial. A direção do partido apoiava o candidato José Serra (PSDB). Reis foi eleito em 2008 com quase 10 mil votos (42,5%). Na página da Prefeitura de Jaguariúna o prefeito informa que o PPS foi "seu único partido de militância".

No final da tarde desta segunda-feira (29/11), Gustavo Reis, divulgou nota à imprensa em que diz ter tomado conhecimento de sua expulsão por meio da imprensa. Para o prfeito de Jaguariúna, sua expulsão do PPS foi "unilateral e não houve qualquer comunicado oficial por parte dos dirigentes da legenda". LEIA MAIS
Trabalho Decente: o recado de Lula
Por: Paulo Lage* (pauta@abcdmaior.com.br)
Presidente lançou oficialmente na semana passada a primeira Conferência Nacioal de Emprego e Trabalho Decente
Na semana passada o presidente Lula lançou oficialmente a 1ª Conferência Nacional de Emprego e Trabalho Decente, em cerimônia no Palácio do Planalto da qual participaram centenas de sindicalistas, gestores governamentais e empresários, além de ministros, deputados e senadores. O presidente da CUT Nacional, Artur Henrique, falou em nome das centrais sindicais no evento. LEIA MAIS
Definição sobre Siraque deve sair nesta terça
Por: Júlio Gardesani (julio@abcdmaior.com.br)
STF julgará registros de candidatura
O indecisão se Vanderlei Siraque (PT) assumirá ou não uma cadeira na Câmara dos Deputados, deverá ter fim nesta terça-feira (30/11), quando o STF (Superior Tribunal Federal) julgará os registros de candidatura de Francisco Chagas (PT) e Paulo Maluf (PP). Ou seja: mesmo que os votos de Chagas sejam considerados válidos, Siraque depende do julgamento de Maluf. Caso Maluf tenha a candidatura aprovada, Siraque estará fora da Câmara.

"Estamos otimistas. É importante para Santo André e para o ABCD que Siraque garanta a vaga", diz o presidente do PT, Luiz Turco.

A vaga de Siraque foi retirada após o TSE liberar a candidatura do deputado federal Beto Mansur (PP-SP), que havia sido enquadrado na Lei da Ficha Limpa. Com a decisão, os 65 mil votos de Mansur estão válidos. A bancada paulista do PP passa a ter três deputados e a do PT cai para 23. Siraque era o vigésimo quarto.

Para esta terça também está previsto o julgamento de registro de candidaturas do ex-prefeito de Santo André João Avamileno (PT).

sábado, 27 de novembro de 2010

Idiotice na TV vai diminuir
Programa "Casseta & Planeta" vai acabar no ano que vem
KEILA JIMENEZ DE SÃO PAULO

O humorístico "Casseta & Planeta", Globo, vai acabar. A produção da atração confirmou que o programa deixará de ser exibido em 2011.

O "Casseta & Planeta" está há quase 20 anos na grade da emissora. O último programa vai ao ar no dia 21 de dezembro.

A emissora informou, via assessoria, que "o grupo sentiu necessidade de pensar em um novo formato e pediu à Globo para esticar o período de férias e trabalhar nisso, pois os compromissos de um programa semanal no ar comprometem essa tarefa."

A Globo informa ainda que "espera novidades para o segundo semestre de 2011".

Nos últimos meses, o humorístico vinha amargando uma das piores audiências da década, chegando a registrar médias na casa dos 20 pontos de audiência (cada ponto corresponde a 60 mil domicílios na Grande SP). Há dois anos, o programa registrava 30 pontos de média.

A informação é de que apesar do fim do programa, o grupo não vai se separar e já pensa em outro projeto para a TV.

Leia mais em: Esquerdopata: Idiotice na TV vai diminuir
Under Creative Commons License: Attribution

sexta-feira, 26 de novembro de 2010

Globo maquia dados do Ibope para aumentar faturamento
Emissora divulgou números falsos sobre Araguaia em boletim publicitário
Do R7

Registrando uma das menores audiências da faixa das 18h com a novela Araguaia, a Globo tem divulgado ao mercado dados distorcidos sobre o Ibope no horário. A informação é da coluna Outro Canal, assinada por Keila Jimenez na Folha de S.Paulo desta sexta-feira (26).

No Boletim Informativo de Publicidade da emissora de novembro, que foi distribuído às agências, a Globo afirma que as novelas das 18h abrem o horário nobre com uma participação de 58% de share (porcentagem de televisores ligados que estão sintonizados no canal) e que têm média de 29 pontos de audiência nacional.

Mas, segundo dados do Ibope, Araguaia registra índices bem menores. Desde sua estreia até o último dia 16, a novela marcou média de 23,8 pontos e 46% de share.

Ainda segundo a coluna, nenhuma das últimas seis novelas do horário conseguiu alcançar os 58% de share.

Por meio de sua assessoria de imprensa, a Globo diz que pode ter ocorrido uma falha no texto divulgado no boletim. A emissora também afirma que a informação não se refere exclusivamente a Araguaia, e sim à faixa geral das novelas das 18h.

a Globo sífu

Mais um acerto da Dilma: Acabou o ministério da Globo
Paulo Bernardo deve ser o ministro das Comunicações no governo Dilma
quinta-feira, 25 de novembro de 2010, 19h58

do Viomundo

Paulo Bernardo, atual ministro do Planejamento, deve ser o novo ministro das Comunicações do governo da presidente Dilma Rousseff. Segundo apurou este noticiário, Bernardo já trabalha para se inteirar dos temas da pasta e teria aceito o cargo dentro da perspectiva de que o Minicom será, no próximo governo, um ministério importante, responsável pelo Plano Nacional de Banda Larga, pela recuperação dos Correios (que voltarão a ter gestão técnica e não devem mais ser objeto de negociação política com a base do governo), Telebrás recuperada e operante, por fim, responsável pelas (complicadas) negociações para a Lei de Comunicação Eletrônica. Vale lembrar que Paulo Bernardo esteve à frente da intervenção nos Correios realizadas depois da saída da ex-ministra Erenice Guerra.

Segundo fontes de alto escalão do governo, Paulo Bernardo só não ficará com as Comunicações se tiver que ser escalado para uma função mais importante. Nesse caso, a Casa Civil, que estaria definida em favor de Antônio Palocci. Esta semana, Paulo Bernardo foi formalmente confirmado para compor o ministério de Dilma, mas não se informou qual seria a pasta. Casa Civil, Comunicações e Cidades estavam entre as possibilidades.

O Ministério das Comunicações deve ter seu papel de formulador de políticas na área de telecomunicações e radiodifusão recuperado, com secretarias fortes e atuantes em todos os setores. Deve ser criada, inclusive, uma secretaria de inclusão digital.
CUT e centrais unificam posição: mínimo de R$ 580
24/11/2010
Continuidade da política de valorização do salário mínimo é essencial para o país erradicar a miséria
Escrito por: Leonardo Severo

A continuidade da política de valorização do salário mínimo é essencial para o país erradicar a miséria e combater as imensas desigualdades sociais e regionais ainda existentes. Esta é a posição defendida pela CUT e pelas demais centrais sindicais (Força Sindical, CGTB, CTB, NCST e UGT), que apresentaram ao governo federal, na última quinta-feira, posição untária em torno do aumento do salário mínimo para R$ 580,00.

As centrais defendem um índice baseado no crescimento da economia previsto para 2010, que gira em torno de 7,5%, e afirmam que o aumento representa a manutenção da política de valorização do salário mínimo, acordada com o presidente Lula. Para as centrais, calcular o reajuste do mínimo com base no PIB de 2009 (que foi negativo) significaria romper com o acordo e transferir aos trabalhadores os danos causados pela crise que atingiu o país. LEIA MAIS
Frente Parlamentar pelo Fim da Violência contra as Mulheres
Espaço construído com apoio das centrais discutirá formas de combate e a implementação de políticas que coíbam a violência
Escrito por: William Pedreira

Diante de um auditório lotado de mulheres, muitas delas militantes CUTistas e de outras centrais sindicais, foi lançada na Câmara dos Deputados a Frente Parlamentar pelo Fim da Violência contra as Mulheres. O ato realizado nesta quarta-feira (24) marcou o Dia Internacional pelo Fim da Violência Contra as Mulheres, que é comemorado hoje (25 de novembro).

A Frente é uma iniciativa da deputada Janete Pietá, coordenadora da bancada feminina no Congresso Nacional, com apoio das centrais sindicais. Com ela, a temática ganhará mais um espaço de discussão e deliberação de ações a partir de dados e estatísticas, construindo formas de combate a violência e cobrando dos governos estaduais e municipais a implementação de políticas que coíbam a violência, como a Lei Maria da Penha e do Pacto Nacional pelo Enfrentamento à Violência Contra as Mulheres. LEIA MAIS
Carrefour assedia promotores de venda
24/11/2010 - Escrito por: CONTRACS/CUT
Sindicato denuncia rede por desvio de função e cárcere privado
O Sindicato dos Promotores e Demonstradores do Estado de São Paulo está denunciando a rede de supermercados Carrefour por desvio de função e cárcere privado.

De acordo com o sindicato, o Carrefour está usando os promotores de venda para fazer balanço para o supermercado sob ameaça de expulsão dos trabalhadores de suas lojas. Esta situação tem colocado os promotores em situação delicada, pois eles podem até perder o emprego.

A situação foi denunciada ao SindProDem por diversos promotores de vendas de várias empresas e tem se repetido sistematicamente. As lojas em que mais ocorre o problema são Giovani Gronchi, Interlagos e Imigrantes.

Em outubro, a empresa e o sindicato sentaram oficialmente perante a Superintendência Regional do Trabalho em São Paulo – Comissão de igualdades de oportunidades de gênero, raça e etnia, de pessoas com deficiência e de combate à discriminação para tentar resolver o problema.

Ficou decidido na audiência (Processo nº 47940 – 00086/2010) que a empresa ficou encarregada de fazer o levantamento das situações apontadas nas lojas localizadas em São Paulo e na Grande São Paulo. A empresa voltará à mesa de entendimento no final do mês para solucionar os problemas.

Reincidência
Mesmo depois da audiência, promotores de vendas ficaram preso na loja do Carrefour Interlagos para fazer o balanço do dia 29 de outubro até 8h do dia 30. Os trabalhadores foram obrigados pelo gerente de setor de mercearia Francisco a permanecer na loja.

O SindProDem considera tais atitudes um verdadeiro abuso, pois tais atos são considerados desvio de função do promotor, que não é empregado do Carrefour e não deveria desempenhar estas tarefas. Além disso, o SindProDem classifica tais atitudes como cárcere privado por proibir a saída dos trabalhadores do estabelecimento.
Parem o muro do apartheid de Israel!
25/11/2010
“Stop the Wall” e CUT organizam ações de solidariedade à Palestina
Escrito por: Leonardo Severo, Maren Mantovani (BDS) e João Felício (CUT)

Integrante da organização em defesa dos direitos humanos do povo palestino “Stop the Wall” – entidade que luta contra a construção do muro do apartheid de Israel – e relações internacionais da BDS (Boicote, Desinvetimento e Sanções) – movimento que congrega centrais sindicais e movimentos populares contra a ocupação israelense -, a ativista italiana Maren Montovani, que vive há cinco anos na cidade de Ramalah, na Cisjordânia, visitou a sede nacional da Central Única dos Trabalhadores nesta quinta-feira (19), onde foi recebida pelo seu secretário de Relações Internacionais, João Felício.

Na oportunidade, o professor João Felício reiterou a condenação histórica da Central à ocupação colonial e racista dos territórios palestinos, bem como aos inúmeros atropelos de Israel às resoluções da Organização das Nações Unidas (ONU), sublinhando o apoio ao direito inalienável do povo palestino à auto-determinação e ao retorno dos refugiados, como expresso no 9º Concut. LEIA MAIS
Conflitos cariocas comprovam resultados positivos das UPPs
Rachel Duarte - SUL 21

Ex-ministro da Justiça, idealizador das Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs), Tarso Genro (PT), governador eleito do Rio Grande do Sul, afirma que era prevista a reação do crime organizado, no Rio de Janeiro, ao processo de pacificação das favelas. Para o futuro governador gaúcho, os conflitos cariocas comprovam que a política inovadora de segurança públicada, adota pelo governo Lula, teve resultados positivos. O professor de Ciências Criminais da PUC-RS Rodrigo Azevedo acredita que os gaúchos já estão preparados para a adoção da política com repressão com ações sociais.

O futuro governador do RS e estudiosos da segurança pública acreditam que reações, como as ocorridas no Rio de Janeiro, voltarão a acontecer até que todos os territórios estejam pacificados. E os bandidos não tenham mais para onde migrar e se reorganizar. LEIA MAIS
Trabalho x Capital: Centrais querem que Dilma opte pela produção
As centrais sindicais demonstraram união na defesa da agenda do trabalhador. Os líderes sindicais estiveram reunidos na oficina sobre Trabalhadores e Macroeconomia, na manhã desta quinta-feira (25), na 1ª Conferência do Desenvolvimento, promovida pelo Ipea em Brasília. Eles esperam que o governo de Dilma Rousseff decida pela valorização do trabalho contra a remuneração do capital na execução do projeto nacional de desenvolvimento.

O presidente da CTB, Wagner Gomes, se manifestou preocupado com a fala do ministro da Fazenda, Guido Mantega, que deve permanecer na pasta, sobre o salário mínimo. Segundo Gomes, que recebeu apoio dos demais presidentes, com a decisão de aumentar ou não o salário mínimo para R$ 580, como querem os trabalhadores, o governo define qual o rumo que pretende dar ao governo – “se vai valorizar o trabalho ou a especulação financeira”, afirma Gomes.

“A classe trabalhadora está esperando avanços e para se avançar tem que haver mudanças na macroeconomia”, diz o presidente da CTB. Para ele, que mais uma vez teve a concordância dos demais dirigentes sindicais, “não é só erradicar a miséria que precisamos”, criticando a ajuda dada pelo governo aos bancos e empresas na época da crise econômica, que ele chamou de bolsa-crise.LEIA MAIS
TV Globo estimula baixaria e “até porrada” para promover o BBB 11
O slogan do antigo e sensacionalista diário Notícias Populares — “Espreme que sai sangue!” — poderá servir como nunca ao Big Brother Brasil, da TV Globo. Se depender do diretor-geral do reality show, J.B. Oliveira, o Boninho, a 11ª edição do programa — que começa em 11 de janeiro — promete toda sorte de baixarias.
Por André Cintra

“Nada é proibido no BBB, pode fazer o que quiser”, escreveu ele, no Twitter, nesta quarta-feira (24). “Esse ano... liberado! vai valer tudo, até porrada”, agregou, sem dar conta da irresponsabilidade.

Para acirrar o ânimo dos competidores e facilitar a violência, uma das novas medidas da Globo foi liberar o consumo de bebidas alcoólicas no programa. "Vai ser power... chega de bebida de criança", proclamou o diretor-geral. “Acabou o ICE no BBB, esse ano TUDO vai ser diferente."

Segundo o jornalista Daniel Castro, “as festas terão um bar, e os participantes poderão, por exemplo, misturar vodca com energético ou guaraná. A quantidade de álcool nos eventos, contudo, será controlada, para evitar excessos”. Ah, bom. Pode agredir quem quiser, mas não pode beber demais. LEIA MAIS
Leonel Damo tem recurso negado
Havolene Valinhos - do Diário do Grande ABC

O ex-prefeito de Mauá Leonel Damo (sem partido) teve recurso negado pelo TCE (Tribunal de Contas do Estado). O certame julgado irregular no montante de R$ 803 mil, foi celebrado em 2006 e visava a contratação da empresa Tecsau (Tecnologia em Saúde, Comércio e Distribuição de Produtos e Equipamentos Médicos Ltda. O objetivo era o fornecimento de material médico/hospitalar.

O tribunal votou pela irregularidade do contrato e da dispensa de licitação.

Procurada, a defesa de Damo não retornou as ligações. LEIA MAIS
Governo reduz tarifas de cartão de crédito
Por: Agência Brasil*
Após decisão do CMN, operadoras de cartões poderão cobrar apenas cinco tarifas
O CMN (Conselho Monetário Nacional) aprovou nesta quinta-feira (25) a redução, de 80 para cinco, da quantidade de tarifas cobradas pelo uso de cartões de crédito. Com isso, além da anuidade, só poderão ser cobradas tarifas pelo fornecimento de segunda via do cartão, pela retirada de dinheiro na função crédito, pelo pagamento de contas e pela avaliação emergencial de crédito para o cliente. A resolução entrará em vigor para os contratos novos de cartão de crédito em junho de 2011. Os cartões atuais terão que ser adequados até junho de 2012. LEIA MAIS

quinta-feira, 25 de novembro de 2010

porque Lula chorou

Documentário retrata transformação da favela Naval
Por: Redação
Mostra em Diadema também terá exposição fotográfica sobre conquistas do bairro
Nesta quinta-feira (25/11), às 19h, será apresentado o documentário “Nova Naval, Mudando a História de Diadema - Mudando a Vida das Pessoas”, no Centro Cultural e Cine Eldorado. Junto com o documentário será aberta a exposição fotográfica Naval, Um Retrato de Transformação.

A mostra traz o trabalho e olhar artístico dos fotógrafos Mauro Pedroso e Marcos Luiz, ambos de Diadema, que registraram em detalhes o cotidiano dos moradores e as fases de mudança do núcleo habitacional Naval. A exposição poderá ser conhecida até o dia 18 de dezembro, de 3ª a sábado,das 9h às 20h. LEIA MAIS
Marinho anuncia projeto para o Museu do Trabalho e do Trabalhador
Por: Redação ABCD MAIOR
Prefeito de São Bernardo quer projeto construído na área do antigo Mercado Municipal
O prefeito de São Bernardo, Luiz Marinho (PT) anuncia nesta quinta-feira (25/11) o projeto do Museu do Trabalho e do Trabalhador. O espaço, dedicado à história das relações trabalhistas da cidade e Região, será construído na área do antigo prédio do Mercado Municipal, desativado desde 2004.

O museu será o primeiro do País dedicado ao mundo do trabalho, e a expectativa da Administração é que se torne referência nacional e valorize ainda mais a área central da cidade. Durante a coletiva, será apresentado o projeto arquitetônico, bem como o valor de investimento e previsão de início e término de obras.

Serra não perdoa

Papa aceita renúncia de bispo brasileiro que apoiou Dilma Rousseff
Agência AFP - Jornal do Brasil

CIDADE DO VATICANO - O papa Bento XVI aceitou a renúncia de Luiz Carlos Eccel, bispo de Caçador (Santa Catarina, Brasil), que apoiou para a eleição presidencial Dilma Rousseff, criticada pela Igreja Católica por suas posições sobre o aborto, anunciou nesta quarta-feira o Vaticano.

Bento XVI aceitou a renúncia do bispo Eccel "em conformidade com o artigo 401 parágrafo 2 do Código de Direito Canônico", indicou o Vaticano em um comunicado. Esse artigo prevê a renúncia "por motivos de saúde ou por outra causa grave".

Este bispo, de 58 anos, não teria se mantido fiel à Igreja católica ao apoiar abertamente a candidatura de Dilma Rousseff, eleita presidente no dia 31 de outubro.

Alvo da Igreja católica e dos evangélicos por suas posições a favor da legalização do aborto, a candidata do Partido dos Trabalhadores afirmou antes do segundo turno que não iria modificar a lei.

Durante a campanha eleitoral, o bispo de Guarulhos (São Paulo) divulgou um manifesto contra Dilma, a pessoa escolhida pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva para sucedê-lo, apresentando-a como "a candidata da morte".

Três dias antes do segundo turno, no dia 28 de outubro, Bento XVI disse, ao receber os bispos brasileiros, que os sacerdotes tinham "o dever de emitir um julgamento moral, mesmo na política", quando "os direitos fundamentais da pessoa ou a salvação das almas o exigirem".

As declarações foram recebidas no Brasil como um apoio implícito ao candidato social-democrata da oposição, José Serra.
Pacificação desagrada criminosos, que reagem com violência no Rio
Há quase dois anos, o governo do Rio de Janeiro implantava no morro Santa Marta, em Botafogo, a primeira Unidade de Polícia Pacificadora. Se no início a novidade parecia mais um programa fadado ao fracasso ou à mera pirotecnia política, hoje – quando 12 comunidades contam com UPPs e cerca de 200 mil pessoas são beneficiadas – seus resultados podem ter sido suficientemente incômodos ao ponto de se transformarem no foco da onda de violência que tem alarmado cariocas e fluminenses.

A recente sequência de crimes teve início no domingo (21), quando homens atearam fogo em dois veículos na Linha Vermelha depois de assaltar os motoristas. Nos dias subseqüentes, outros atentados, roubos, incêndios, arrastões etc. mudaram a rotina da população, espalhando pânico pelas ruas do Rio. Nesses últimos quatro dias, 21 pessoas morreram e houve 150 detenções. Mas, há dois meses o estado tem registrado ações como essas. LEIA MAIS

quarta-feira, 24 de novembro de 2010

Valorizar confissão sob tortura esvazia dignidade humana
Marcelo Semer

Depois de uma longa batalha judicial, o jornal Folha de S. Paulo teve, enfim, acesso ao processo movido à época da ditadura contra Dilma Rousseff, arquivado junto ao Superior Tribunal Militar.

Pouco se tem a discutir quanto ao direito do jornal de conhecer processos que não estejam sob sigilo. É inquestionável.

A questão mais grave é o que o jornal conseguiu fazer das informações a que teve acesso. Se a idéia era lembrar a ditadura, basear a reportagem em depoimento colhido, segundo o próprio jornal, sob tortura, não podia ser mais apropriado aos anos de chumbo.

De todo o volume do processo, foi o relato de um ex-companheiro de clandestinidade de Dilma no Dops, que mereceu atenção. Mas publicar a versão de confissão sob tortura como um fato em si relevante, não deixa de ser uma forma indireta de legitimá-la. Se a informação só veio à luz pelo emprego de violências, dar publicidade a ela faz a agressão ter valido a pena.

os processos atuais, as provas ilícitas são simplesmente inadmissíveis. Não podem entrar nos autos e, se entrarem, devem ser retiradas. LEIA MAIS
Em plena capital de SP costureiras são resgatadas de escravidão em ação inédita
Fiscalização encontrou duas bolivianas em condição de trabalho escravo no meio urbano e providenciou abrigo às vítimas. Submetidas a uma rotina de violências físicas e morais, elas costuraram exclusivamente para a marca 775
Por Bianca Pyl e Maurício Hashizume

Pela primeira vez, o Estado brasileiro concluiu uma fiscalização trabalhista que resultou no resgate efetivo de imigrantes submetidos à escravidão em ambiente urbano. Em nenhuma das operações anteriores com flagrante de trabalho escravo de estrangeiros nas cidades, houve a retirada dos trabalhadores dos locais em que foram encontrados. Desta vez, a decisão dos agentes públicos foi pelo resgate para proteger os direitos das vítimas.

Atraídas pela tentadora promessa de bons salários, duas trabalhadoras bolivianas atravessaram a fronteira e acabaram obrigadas a enfrentar um cotidiano de violações à dignidade humana, que incluía superexploração, condições degradantes, assédio e ameaças. LEIA MAIS
São Bernardo sedia III Fórum de Vigilância Sanitária dias 24 e 25 de novembro
Vanessa Oliveira - da redação Portal PMSBC

Com o objetivo de repensar a prática da vigilância sanitária e permitir a troca de experiências entre os municípios da região, a cidade de São Bernardo do Campo sedia, nesta quarta e quinta-feira (24 e 25/11), a partir das 8h30, o III Fórum de Vigilância Sanitária do Grande ABC, no auditório da Faculdade de Direito de São Bernardo do Campo (Rua Java, 425, Jardim do Mar).

Além de técnicos da área, o encontro reunirá representantes de órgãos de defesa do consumidor, organizações não-governamentais, conselhos de saúde, Ministério Público e outros segmentos da sociedade civil. O Fórum é promovido pelo Grupo de Vigilância Sanitária Regional de Santo André e pelos Serviços de Vigilância Sanitária de São Bernardo do Campo, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires, Rio Grande da Serra, Santo André e São Caetano do Sul.

No primeiro dia, entre outras intervenções, o secretário de Saúde de São Bernardo abordará o tema A VISA, além da inspeção e integrada às demais políticas de saúde. Já a assessora técnica da Secretaria de Saúde de São Bernardo será a coordenadora da mesa redonda sobre A gestão do trabalho de vigilância sanitária, enquanto o diretor do Departamento de Vigilância à Saúde do município falará sobre a Participação da VISA na 1ª Convenção de Tatuagem.

o papa evoluiu

PT de S.Bernardo quer museu para acervo de Lula
Por: Karen Marchetti (karen@abcdmaior.com.br)
Presidente recebeu mais de 1,4 milhões de presentes; última agenda presidencial em S.Bernardo deve ser no dia 4
O PT de São Bernardo quer ajudar o presidente Luiz Inácio Lula da Silva a preservar o acervo documental que acumulou durante os oito anos de governo. Para isso, propõe a busca de um espaço para montar um museu ou até mesmo um local provisório para armazenar os pertences do presidente até que a questão esteja definida.

Vamos primeiro conversar com o presidente para saber o que ele quer, mas estamos à disposição para ajudá-lo. Se for da vontade de Lula, buscaremos espaço para fazer o museu”, disse o presidente do PT de São Bernardo, Wanderley Salatiel. LEIA MAIS
Conselho Tutelar aciona MP por cobrança de impressão de provas
Por: Rosângela Dias (rosangela@abcdmaior.com.br)
Aluno afirma que direção de escola estadual cobrava por cópia da prova de fechamento do bimestre
O Conselho Tutelar de São Bernardo entrou nesta terça-feira (23/11) com representação no Ministério Público contra a direção da Escola Estadual Profa. Maria Cristina Schmidt Miranda para investigar a denúncia de que estaria sendo cobrado o valor de R$ 1,50 dos estudantes de ensino médio e R$ 1,00 do fundamental para a impressão da prova de fechamento do bimestre. Será aberto inquérito para investigar o caso.

O presidente do Grêmio Estudantil da escola, Jackson Simão Dias, levou o assunto até a Direção Regional de Ensino e à Câmara de São Bernardo. Ele afirma que, depois de comunicar o problema, o pagamento foi suspenso e os alunos tiveram de copiar à mão as provas que começaram a ser aplicadas nesta semana. LEIA MAIS
Mais de 500 metalúrgicos são formados pelo Sindicato
Por: Redação* (pauta@abcdmaior.com.br)
Trabalhadores do ABCD participaram de curso de formação sindical
A formação, nesta terça-feira (23/11), da 22ª turma do Curso Trabalho e Cidadania, organizado pelo Departamento de Formação do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, ultrapassou a marca de 500 participantes desde seu início, em julho deste ano, e foi motivo de comemoração por consolidar este novo espaço da categoria.

Ao final do curso o presidente do Sindicato, Sérgio Nobre, destacou a importância da categoria conhecer a história da entidade. Dirigindo aos participantes, ele disse que o Sindicato não eram os diretores, que passam, “mas cada um de vocês, que constrõem a história da categoria”.

Ele disse que era uma alegria muito grande ver que mais de 500 trabalhadores já passaram pelo curso, exercendo um direito conquistado no ano passado durante as negociações da nova convenção coletiva.
“É um sonho que concretizamos. Agora, estamos criando condições para que todos os metalúrgicos possam participar”, afirmou. LEIA MAIS
Miriam Belchior deverá ser ministra do Planejamento
Por: Redação (pauta@abcdmaior.com.br)
Presidente eleita Dilma Rousseff anunciará parte do secretariado nesta quarta-feira (24/11)
Miriam Belchior deve ser anunciada nesta quarta-feira (24/11) como ministra do Planejamento da presidente eleita Dilma Rousseff (PT). Atual coordenadora do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento), Miriam também foi secretária da Prefeitura de Santo André.

Dilma deve anunciar os primeiros nomes do ministério do futuro governo nesta quarta. Entre eles deverá estar Guido Mantega para a Fazenda e Alexandre Tombini para presidente do Banco Central, cujo cargo ocupante tem status de ministro.

terça-feira, 23 de novembro de 2010

Acusados do Massacre de Felisburgo não foram julgados
22 de novembro de 2010 - Da Radioagência NP

O Massacre de Felisburgo – que vitimou cinco trabalhadores rurais – completou seis anos no último sábado (20). Mesmo passado esse tempo, nenhum acusado do crime foi preso ou julgado. O réu confesso do Massacre é o fazendeiro Adriano Chafik.

Além de participar diretamente da ação, contratou 16 pistoleiros para atacar as 230 famílias do acampamento Terra Prometida, na fazenda Nova Alegria. O acampamento é organizado pelo Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST). Um jagunço já morreu sem ser julgado. Outros 15 continuam em liberdade. LEIA MAIS
Diplomação de Dilma Rousseff será no dia 17, informa TSE
O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) marcou para o dia 17 de dezembro às 17 h a cerimônia de diplomação de Dilma Rousseff e Michel Temer, que será realizada no plenário do tribunal. Na ocasião, a presidente eleita e seu vice receberão do presidente do TSE, Ricardo Lewandowski, o diploma para exercerem o mandato a partir de 1º de janeiro, quando será realizada a cerimônia de posse no Congresso Nacional.

A data escolhida para a diplomação marca o fim do período eleitoral e é também o último dia previsto para a entrega do documento a candidatos eleitos aos cargos de senador, governador, deputado federal e deputado estadual e distrital. A responsabilidade de diplomação dos eleitos para esses cargos é dos tribunais regionais eleitorais nos estados. LEIA MAIS
S.Bernardo será segunda cidade do Estado com Núcleo de Justiça Comunitária
Interessados poderão se inscrever para participar da formação de futuros agentes comunitários para atuar no programa
São Bernardo será o segundo município do Estado de São Paulo a abrigar um Núcleo de Justiça Comunitária da Secretaria de Reforma do Judiciário, do Ministério da Justiça. Previsto para abril de 2011, o espaço será implementado na região do Alvarenga e integra uma série de ações em parceria com o governo federal, por intermédio do Ministério da Justiça e do Programa Nacional de Segurança Pública com Cidadania (Pronasci). Ao todo, o Brasil reúne 38 núcleos.

A Prefeitura já intervém junto à população com inúmeras medidas de inclusão social nas áreas de Segurança, Saúde, Educação, Habitação, Cultura, Esporte e Cidadania, entre outras. O Núcleo de Justiça Comunitária implica em uma dessas ações, que priorizam a prevenção e buscam atingir as causas que levam à violência, tendo por objeto contribuir para a democratização do acesso à justiça, por meio da mobilização e capacitação de agentes comunitários em mediação de conflitos. LEIA MAIS
Nesta sexta (19), ato no centro de São Paulo
Trabalhadores promovem no centro da capital paulista manifestação para lembrar os 10 anos da privatização do Banespa
Escrito por: Elisângela Cordeiro / Viviane Claudino - Sindicato dos Bancários de São Paulo, Osasco e Região

Os bancários promovem ato nesta sexta-feira 19 de novembro, às 11h, em frente à torre do Banespa, na Rua João Brícola, centro de São Paulo, para relembrar a luta contra a privatização do maior banco público estadual do Brasil e denunciar aqueles que o venderam. Os bancários irão distribuir à população um cartão postal do prédio, considerado um dos marcos da história e da arquitetura de São Paulo, com um breve histórico sobre a resistência dos bancários contra a privatização, que completa 10 anos.

Os trabalhadores lutaram muito para evitar a venda do Banespa. O processo durou cinco anos desde a intervenção administrativa, passando pela federalização e pelas liminares judiciais conquistadas pelo Sindicato e Afubesp (Associação dos Funcionários do Banespa), que retardaram o andamento da privatização. No fim, o leilão foi realizado na Bolsa de Valores do Rio de Janeiro, no dia 20 de novembro de 2000, e o Banespa foi arrematado pelo Santander. LEIA MAIS
Para preservar direitos dos professores paulistas
APEOESP ingressará com ação judicial contra o Saresp
Escrito por: Apeoesp

Uma série de irregularidades na aplicação da prova do Saresp – amplamente divulgadas pela imprensa – levou a APEOESP (Sindicato dos Professores da rede Oficial do Ensino do Estado de São Paulo) a ingressar com uma ação coletiva para anular a avaliação. A aplicação do Saresp a 2,5 milhões de alunos, realizada nos dias 17 e 18 de novembro, ocorreu com muitos erros e problemas que colocam em xeque a sua credibilidade. Há relatos de gabaritos e folhas de respostas que não correspondiam às respectivas disciplinas, uso de celular durante a prova e até mesmo imagens de uma professora auxiliando um aluno a responder às questões. LEIA MAIS
Encontro debaterá construção coletiva do futuro de São Bernardo
22/11/2010 - Vanessa Oliveira- da redação Portal PMSBC

A Prefeitura de São Bernardo do Campo realiza no dia 25 de novembro (quinta-feira), a partir das 19h, no Centro de Formação dos Profissionais da Educação (Cenforpe), o encontro Construção Coletiva do Futuro da Cidade com uma Sociedade Solidária. O evento, organizado pela Secretaria de Orçamento e Planejamento Participativo, contará com a presença do prefeito e palestra do filósofo, mestre e doutor em Educação, Mário Sérgio Cortella, da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (USP). O convidado é autor de diversas publicações na área.

Esse evento faz parte de um processo de discussões, debates, estudos e reflexão sobre o planejamento da cidade a longo prazo, que a administração irá desenvolver nos próximos meses e que buscará o envolvimento e a participação dos diferentes segmentos presentes na cidade. LEIA MAIS
42 milhões de norte americanos dependem do Bolsa Família para comer
In U.S., 14% Rely on Food Stamps
November 4, 2010 - By Sara Murray do Wall Street Journal

Um grande número de domicílios americanos ainda depende da assistência do governo para comprar comida, no momento em que a recessão continua a castigar famílias.

O número dos que recebem o cupom de comida [food stamps, a versão americana do Bolsa Família] cresceu em agosto, as crianças tiveram acesso a milhões de almoços gratuitos e quase cinco milhões de mães de baixa renda pediram ajuda ao programa de nutrição governamental para mulheres e crianças.

Foram 42.389.619 os americanos que receberam food stamps em agosto, um aumento de 17% em relação a um ano atrás, de acordo com o Departamento de Agricultura, que acompanha as estatísticas. O número cresceu 58,5% desde agosto de 2007, antes do início da recessão.

Em números proporcionais, Washington DC [a capital dos Estados Unidos] tem o maior número de residentes recebendo food stamps: mais de um quinto, 21,1%, coletaram assistência em agosto. Washington foi seguida pelo Mississipi, onde 20,1% dos moradores receberam food stamps, e pelo Tennessee, onde 20% dos residentes buscaram ajuda do programa de nutrição. LEIA MAIS

pode descontar do "impostometro"

Empresas dão calote de R$ 12,8 bi no FGTS; saiba se o seu está sendo depositado
Trabalhador pode consultar extrato pela internet, celular ou pelo correio
Do R7
As dívidas das empresas com o pagamento do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) já somam R$ 12,8 bilhões, em um total de 330.243 mil ações em cobrança desde a década de 60, quando o benefício foi criado, segundo um levantamento feito pela Caixa Econômica Federal. Não há informações sobre quantas empresas estão em dívida com os trabalhadores, mas 34.523 ações são administrativas e 295.720 são judiciais.

Somente 9.354 dívidas estão sendo pagas aos trabalhadores, por meio de parcelamentos do valor e um acordo entre os patrões e os funcionários. Em São Paulo, as dívidas com o fundo já somam R$ 5 bilhões. LEIA MAIS

segunda-feira, 22 de novembro de 2010

domingo, 21 de novembro de 2010

Via Campesina ajuda haitianos a superar tragédias
Felipe Prestes - Sul 21

Como se não bastassem as mazelas de uma política instável e as dificuldades socioeconômicas e ambientais, o Haiti tem sido assolado por tragédias em 2010. Os problemas não cessaram, depois que a capital Porto Príncipe foi destruída por um terremoto, que provocou a morte de 300 mil pessoas e deixou 1,5 milhão desabrigadas. Agora, uma epidemia de cólera se alastra pelo país, que também sofre com a costumeira passagem de furacões.

Um pequeno grupo de brasileiros, coordenado pela Via Campesina, trabalha para amenizar as dificuldades por que passa o povo haitiano e para que a imagem do país mundo afora não fique marcada apenas por tragédias e miséria. O gaúcho José Luis Patrola coordena o grupo da Via Campesina, batizado de Brigada Dessalines (Dessalines foi um dos heróis da independência haitiana), que desde 2009 coopera com camponeses haitianos. Patrola está no centro de apoio do grupo, que fica na província de Latibonit, região mais atingida pela epidemia de cólera. LEIA MAIS

zé preá cavando uma boquinha no governo de SP

Zé Augusto tenta espaço no governo Geraldo Alckmin
Gustavo Pinchiaro - Do Diário do Grande ABC

O deputado estadual de Diadema José Augusto da Silva Ramos (PSDB) tenta garantir espaço no governo Geraldo Alckmin, seja no primeiro ou no segundo escalão. Apesar de negar a negociação, ele garantiu que não vai ficar desempregado quando o mandato se encerrar, em março de 2011.

O tucano, que não foi reeleito, lembra que já passou pela "mesma situação" em 2002 e, à época, foi alocado no segundo escalão do governo Alckmin. "Não me reelegi deputado e Geraldo me convidou para trabalhar na Secretaria de Agricultura, onde fui diretor. Depois o José Serra foi eleito prefeito de São Paulo e fui um dos subprefeitos. Além desta possibilidade, sou médico da rede municipal e estadual", relatou. LEIA MAIS
O que Serra está fazendo no exterior?
Na sua opinião, o que Serra foi fazer lá fora?
Assinale com x

Receber prêmios internacionais pela falsa autoria de projetos de outros

Se desculpando com os compradores das promessas de vender o pré-sal

Ensinando a colocar pedágios em todas as estradas

Chorando a derrota em outra língua


Comprar uma super colar para juntar os cacos de seu partido, o PSDB


Falando mal do governo Lula (aqui não tem coragem)


Falar com o Papa sobre o aborto de sua mulher


Dandos cursos sobre como mentir em campanhas políticas


Palestra “Como privatizar a saúde e deixar a população sem atendimento do SUS”


Conferência para campanha de políticos sem propostas

Procurando o Paulo Preto (para devolver os R$ 4 mi)


Fazer exame mais específico na cabeça por causa da bolinha da papel


Pedir um vale na Decidir (empresa de sua filha e da irmã do Daniel Dantas)


Aula: Como fechar comportas para proteger bairros nobres e alagar os mais pobres

Descobrir novas pornografias para colocar nos livros escolares das crianças


Conhecer pessoalmente o verdadeiro Tonto (aqui o cover foi seu vice)

Fazer um curso de como atender a imprensa (sem agredir jornalistas)

Aprofundar o conhecimento de sua entidade preferida (a Ku Klux Klan)

Se souber de outras atividades e informações envie para o Blog da Dilma http://blogdadilma.blog.br/

* Celso Jardim
Em 5 anos, só o ProUni colocou mais negros nas universidades do que nos últimos 100 anos

Para o fundador da ONG Educafro, frei David Raimundos Santos, a maior conquista da população negra no governo Lula foi o ProUni (Programa Universidade para Todos), criado em 2004. "Em cinco anos, só o ProUni colocou mais negros nas universidades do que os últimos cem anos de Brasil. E nós, negros, temos a consciência de que o que vai provocar a mobilidade social do povo negro é o acesso à educação de qualidade".

Agora ele espera que Dilma amplie o projeto, sobretudo em casos de alunos pobres que conseguem ingressar na universidade com bolsa integral, mas não tem dinheiro para transporte, alimentação e livros, e acabam sacrificando os estudos. Já existe o bolsa permanência que concede uma ajuda de custo de até R$ 300,00 mensais, justamente para atender estes casos, mas é apenas para cursos com carga horária de pelo menos 6 horas diárias, o que restringe a poucos cursos como medicina.

A Seppir (Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial), estima que as ações afirmativas já puseram cerca de 500 mil afrodescendentes nas universidades, a maior parte através do ProUni nas universidades privadas, e nas públicas, aproximadamente 90 mil ingressaram pelo sistema de cotas raciais. (Com informações do Portal Vermelho e R7)

sábado, 20 de novembro de 2010

Ações afirmativas já puseram meio milhão de negros e pardos nas universidades
90 mil estudantes entraram pelo sistema de cotas raciais nas instituições públicas
Letícia Casado, do R7

As ações afirmativas já puseram cerca de 500 mil afrodescendentes nas universidades, segundo informações da Seppir (Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial), entidade equivalente a um ministério do governo federal.

Martvs Antonio Alves das Chagas, secretário de política de ações afirmativas da Seppir, revela que aproximadamente 90 mil estudantes ingressaram pelo sistema de cotas raciais nas instituições federais, estaduais e municipais de ensino superior. LEIA MAIS
Renda dos negros dobrou em relação à remuneração dos brancos
Estudo mostra que renda total dos negros atingiu R$ 554 bilhões este ano e ampliou o poder de consumo nessa faixa da população
iG São Paulo | 19/11/2010 11:31

A renda total da população negra no Brasil avançou cerca de 38% nos últimos três anos e atingiu R$ 554 bilhões este ano, de acordo com uma pesquisa elaborada pela consultoria Data Popular. Esse percentual é o dobro do avanço na renda média da população branca que teve acréscimo de 19% no mesmo período.

De acordo com o Data Popular, a melhora verificada nas condições de renda dos negros no País é resultado do aumento da remuneração entre as pessoas da base da pirâmide social. Em 2009, havia no Brasil 97,6 milhões de negros e pardos, sendo que 84,9% desse total pertencia às classes C, D e E, segundo a consultoria. LEIA MAIS

sexta-feira, 19 de novembro de 2010

Trabalhadores querem cooperativa de fábrica falida
Por: Redação* (pauta@abcdmaior.com.br)
Cerca de 40 trabalhadores da Darka, de Diadema, estão há três meses sem salários e sem direitos rescisórios
Sem receber desde que a empresa foi lacrada há quase três meses, os cerca de 40 trabalhadores na Darka, em Diadema, passam por sérias dificuldades financeiras porque não tiveram baixa na carteira e não podem trabalhar.

A fábrica de filtros e bombas hidráulicas foi fechada em 27 de agosto pela Justiça, que acatou pedido de falência por dívidas, surpreendendo os trabalhadores que acreditam na reabertura da fábrica para ser tocada por um sistema de cooperativa comandado pelos próprios trabalhadores. LEIA MAIS

quinta-feira, 18 de novembro de 2010

Versão paulista do ENEM também teve gabaritos trocados

Pau que bate em Francisco também bate em Chico, e pau que bate no ENEM (Exame Nacional do Ensino Médio) do governo federal também tem que bater no SARESP (Sistema de Avaliação do Rendimento Escolar do Estado de São Paulo) do governo demo-tucano.

Na noite de quarta-feira, o secretário estadual da Educação, Paulo Renato de Souza (PSDB/SP), desdenhava do Ministério da Educação, querendo jactar-se de uma inexistente maior competência demo-tucana:

- Vamos mostrar que é possível aplicar uma grande prova sem ter problemas. No Saresp, são 26 cadernos de provas diferentes e não tivemos problemas. No Enem, são só quatro cadernos e deu no que deu. Ficou provado que não é possível realizar um vestibular nacional sem erros.

Hoje o tucano do bico grande teve que engolir suas palavras.

A diretoria regional da cidade de Assis recebeu gabaritos de respostas trocados, incompatíveis com o caderno de perguntas.

A Secretaria de Educação atribuiu o erro a Vunesp, empresa de processos seletivos da Universidade Estadual Paulista (Unesp), que foi responsável pela prova.
Movimento e governos realizam atividades para marcar Semana da Consciência Negra
Entidades do movimento negro, a Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (Seppir) e coordenadorias estaduais realizam uma série de atividades para marcar a comemoração da Semana da Consciência Negra nos estados. A coordenadoria de Promoção e Igualdade Racial da Prefeitura do Rio e a Seppir realizam umja série de atividades no Rio, durante o período de 16 a 20 de novembro Confira a programação completa
1º Encontro Nacional de Grêmios da UBES
Centenas de grêmios estudantis de todo o Brasil se reunirão para a realização do 1º Encontro de Grêmios Estudantis da UBES, do dia 15 a 18 de janeiro, no Rio de Janeiro. Abaixo, link direto para o formulário de cadastro para o encontro

Ao todo, serão quatro dias em que os alunos terão a possibilidade de participar de atividades como oficinas de comunicação, finanças, atividades esportivas e debates sobre o papel da mulher na sociedade, o movimento LGBT, meio ambiente e cultura, como montar o estatuto do grêmio, captação de recursos, entre outros.

Além de servir como termômetro para diagnosticar como está e o que pode ser feito nas escolas onde os grêmios atuam o encontro ajudará a canalizar todas as experiências de trabalho e de lutas que estão sendo desenvolvidas em todas as escolas do país pelos estudantes. LEIA MAIS
Resolução da Executiva Nacional da CUT
17/11/2010
Defesa do salário mínimo de R$ 580,00, redução dos juros e mais emprego são prioridades

A Executiva Nacional da CUT, reunida nesta quarta-feira na capital paulista, decidiu priorizar a defesa do salário mínimo de R$ 580,00, a redução dos juros e a geração de empregos como prioridades.

A CUT também propõe medidas contra a guerra cambial desatada pela recente injeção de 600 bilhões de dólares pelo governo dos EUA, com a criação de mecanismos que fortaleçam a economia nacional e defendam o mercado interno.
Veja a íntegra do documento
Justiça reprovada
Desonesta, lenta, cara, parcial e injusta.
É essa a visão da Justiça brasileira na opinião de 2.770 pessoas entrevistadas em todas as unidades da Federação pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea). Divulgado ontem, o levantamento é o primeiro grande panorama do Poder Judiciário brasileiro, pois a pesquisa leva em consideração não só o desempenhos de magistrados, mas também de defensores públicos e de membros do Ministério Público.

Diante da pergunta: “De zero a 10, que nota você daria para a Justiça brasileira?”, a nota média dos cidadãos foi 4,5. Conforme o estudo, é essa a avaliação da maioria esmagadora dos entrevistados, independentemente de classe social, raça, grau de escolaridade e sexo. LEIA MAIS
Jornada Cidadã debate cultura e educação na igualdade racial
Por: Marina Bastos (marina@abcdmaior.com.br)
Questões raciais e de gênero também foram discutidas em Diadema
O papel da cultura e da educação na construção da igualdade racial foi tema central do segundo dia de debates da 4ª Jornada Cidadã, que aconteceu no Auditório do Quarteirão da Saúde na noite desta quarta-feira (17/11).

Coordenados pela agente cultural Neusa Borges, os palestrantes explanaram sobre métodos pedagógicos e culturais que possibilitem a construção de uma sociedade com mais igualdade de gênero e raça. Moradores de todo o ABCD e membros de diversos movimentos sindicais e sociais acompanharam a discussão. LEIA MAIS
Teatro Lauro Gomes reabre ao público na próxima quinta-feira (18/11)
Ana Carolina Martins - da redação - Portal PMSBC - Foto: Valmir Franzoi

Quem comparecer na reabertura do Teatro Lauro Gomes na próxima quinta-feira (18/11), às 20h, talvez não reconheça este que é um dos espaços culturais mais tradicionais de São Bernardo do Campo. O local foi totalmente reformulado e voltará a receber grandes nomes da música, teatro e dança do País. Como destaques desta reestreia, estão o concerto da orquestra Filarmônica Vera Cruz, sob regência do maestro Júlio Medaglia, e o espetáculo Amores, perdas e meus vestidos, com Tais Araújo, Carolina Ferraz, Arlete Salles e Ivone Hoffman. LEIA MAIS
Estudos para erradicar a miséria antes de 2016

O governo de transição vai se apoiar em especialistas que atuam fora da administração pública para traçar as metas e elaborar políticas públicas de erradicação da pobreza absoluta, uma das principais promessas de campanha da presidente eleita, Dilma Rousseff. O núcleo duro do próximo governo faz um encontro sobre o tema amanhã. A ideia é estudar a criação de mecanismos para evitar que continuem existindo famílias brasileiras vivendo com menos de um quarto de salário mínimo por mês.

O objetivo de Dilma é ambicioso. Segundo o Instituto de Pesquisas Econômicas Aplicadas (Ipea), a erradicação da pobreza extrema deve ocorrer, em condições normais, até 2016. A presidente eleita, contudo, quer buscar estratégias para antecipar em dois anos o prazo vislumbrado. LEIA MAIS
DEMos já querem fazer lei para cassar Lula

O senador Demóstenes Oinc Torres (DEMos-GO) defendeu na OAB emenda à Constituição para proibir terceiro mandato, mesmo que não seja consecutivo.

O endereço é certo: impedir a possibilidade do presidente Lula voltar a concorrer à presidência algum dia, seja em 2018, seja em 2014 (mesmo que o presidente não cogite ser candidato em 2014).

A cara-de-pau do senador do DEMos é tão grande, que ele acaba de se reeleger em Goiás para o senado, formando chapa e apoiando Marconi Perillo (PSDB/GO) para ocupar justamente o 3º mandato como governador.

Melhor seria uma emenda para proibir a reeleição por longos 8 anos de senadores como este que, em vez de pensar em leis para o bem do Brasil, usa seu mandato para conspirar contra um presidente popular.

Em tempo: A mera possibilidade do presidente Lula poder ser candidato em 2014 é uma vacina anti-conspirações contra o governo de Dilma Rousseff, pois se a oposição e o PIG (imprensa golpista) conseguissem detonar a popularidade de Dilma forjando crises, sempre haveria a possibilidade do retorno de Lula, daí que não haveria interesse em conspirar além da conta contra Dilma, a ponto de inviabilizar sua candidatura à reeleição.
A xenofobia da pauliceia mina os alicerces da República
Fatima Oliveira *
A twitada xenófoba da acadêmica de direito de Sampa

Adoro batata-doce com leite, que em minha infância a gente só podia comer de vez em quando, tipo uma vez por semana, pois vovó dizia que era uma comida danada de boa, mas faltava só um grau pra veneno. Não entendeu? Nem eu, até hoje! Talvez porque é um daqueles alimentos ditos "fortes", que dão sustança - que a gente come e se delicia. E, ao terminar, está saciada, sonolenta, meia zen! Juro!

Batata-doce com leite é uma carícia quando a gente está em busca de conforto... Sabe aquela sensação indescritível de querer comer algo que não se sabe o que é? Não é fome propriamente, pois com fome come-se qualquer coisa, como se diz no sertão: "A boca quer coisa boa, mas a barriga quer é ficar cheia". LEIA MAIS
Quase 3 mil UPPs serão construídas no Brasil nos próximos 4 anos

Nos próximos quatro anos, serão investidos R$ 1,6 bilhão para a construção de 2.883 unidades de Polícia Pacificadora (UPPs) em todo país. De acordo com o secretário executivo do Programa Nacional de Segurança Pública com Cidadania (Pronasci), Ronaldo Teixeira, já há recursos previstos para o início das obras no orçamento de 2011.

Durante a campanha eleitoral, a presidente eleita, Dilma Rousseff, garantiu que o modelo das UPPs cariocas será expandido para todo o país. O assunto está sendo tratado pela equipe de transição do Ministério da Justiça. “A presidente vem colocando como prioridades do seu governo a questão da saúde e da segurança”, garantiu Teixeira. LEIA MAIS
Centrais sindicais vão ter espaço em programação de rádio e TV
As centrais sindicais vão ter horário gratuito na emissoras de rádio e TV para discutir matérias de interesse de seus representados; transmitir mensagens sobre a atuação da associação sindical e divulgar a posição da associação em relação a temas político-comunitários. A Comissão de Trabalho da Câmara aprovou nesta quarta-feira (17) proposta que assegura às centrais sindicais 10 minutos semanais de transmissão gratuita em emissoras rádio e televisão.
Vermelho - De Brasília - Márcia Xavier Com agências

A proposta original, de autoria da deputada Manuela D´Ávila (PCdoB-RS), previa 10 minutos diários de programação sindical em rádio e TV, sete vezes mais que o texto aprovado. O texto aprovado é um substitutivo do deputado Roberto Santiago (PV-SP).

Para a deputada Manuela, o projeto, apresentado por ela a pedido da Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB), “dialoga com todos os segmentos para construir uma proposta ampla e democrática que possibilite aos trabalhadores terem voz nas rádios e emissoras de TV". LEIA MAIS